sábado, 31 de agosto de 2013

XXII DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano C

SALMO RESPONSORIAL Salmo 67 (68), 4-7ab.10-11 (R. cf. 11b)

Refrão: Na vossa bondade, Senhor,
preparastes uma casa para o pobre. 

Os justos alegram-se na presença de Deus,
exultam e transbordam de alegria.
Cantai a Deus, entoai um cântico ao seu nome;
o seu nome é Senhor: exultai na sua presença. 

Pai dos órfãos e defensor das viúvas,
é Deus na sua morada santa.
Aos abandonados Deus prepara uma casa,
conduz os cativos à liberdade.

Derramastes, ó Deus, uma chuva de bênçãos,
restaurastes a vossa herança enfraquecida.
A vossa grei estabeleceu-se numa terra
que a vossa bondade, ó Deus,
preparara ao oprimido.

CONTRIBUIR É URGENTE, para defesa de quem a todos defende!


De machados erguidos ao alto,
Arma branca da paz renascida,
O Bombeiro é o guerreiro da esperança,
Que luta e que avança
Como anjo da vida.
Onde há dor, sofrimento, ou desgraça,
Há um homem, há uma mulher sem nome:
É o Bombeiro que rompe, que salva e que passa,
Sem cor, mas com raça – sem sono e sem fome.
De machados erguidos ao alto,
Arma branca da paz renascida,
O Bombeiro é o guerreiro da esperança,
Que luta e que avança,
Como anjo da vida.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

CATEQUESE e FORMAÇÃO

O catequista é um adulto. Mas quando falamos em ser adulto, não queremos restringir-nos exclusivamente à idade, embora seja importante. A presença dos jovens no grupo de catequistas também é fundamental. Referimo-nos sobretudo a uma maturidade humana, a uma maneira de ser, a umas qualidades que não estão necessariamente vinculadas ao adulto física e biologicamente. Trata-se de que, como catequistas, devemos ir construindo uma personalidade integrada por uns valores e atitudes que nos fazem ser “pessoas com maturidade”.
Jesus, modelo de maturidade

O próprio Jesus é para os catequistas modelo desse caminho da maturidade, pois “ia crescendo em sabedoria, em, estatura e em graça diante de Deus e dos homens” (Lc 2,52). Jesus revela-se como um homem:- Sujeito a todas as condições humanas: sente fome, come, tem sede, cansa-se, dorme, suspira, chora, morre…- Fiel às suas raízes: é um homem do povo. Apresenta-se inserido num mundo pobre e mantém toda a sua vida num contexto sociológico popular. Apresenta-se com simplicidade, sem presunção.- De carácter equilibrado: é exigente e radical, enérgico e provocativo. Mas, ao mesmo tempo, é próximo e carinhosos, atento, compreensivo e acolhedor.- Vive de forma nova e radical uns VALORES que são os que configuram a sua personalidade:Autenticidade: a sua conduta é aberta e clara. Não há qualquer duplicidade, pois diz sempre o que pensa sem medo de ninguém. Diz sempre a verdade, sem acepção de pessoas.Justiça: apresenta-se como um homem justo e defensor da justiça. Coloca a pessoa acima das leis e bens. Condena a opressão, o abuso do poder e a discriminação social.Liberdade: Não se sente preso por nada nem por ninguém. É livre ante a lei, os cultos, os ritos vazios, a família, os ricos e os poderosos, as críticas e os preconceitos. Respeita a liberdade sem impor nem oprimir as consciências.Solidariedade: Participa das realidades humanas das pessoas. Preocupa-se com a situação das pessoas, empenha-se em ajuda-las, sem distinção de bons, maus, de raça ou nação.Eis a forma de ser e actuar de Jesus que nos permite qualifica-lo como uma pessoa de grande maturidade. Por isso foi um homem que chamou a atenção das pessoas.
Jesus, modelo para os catequistas

Os catequistas devem tentar adquirir, pouco a pouco, a mesma maturidade humana. Os catequistas são, queiram ou não, um constante “modelo de referência”. Quanto mais rica e profunda for a sua vida, os valores que vive, as suas atitudes e opções pessoais, tanto mais estarão a ser para os catequizandos um contínuo chamamento a um novo estilo de vida, mais contribuirão para que a sua personalidade se vá desenvolvendo pela assimilação de valores autênticos.Um catequista deve tentar ser uma pessoa simples, de carácter e com personalidade, autêntica e aberta aos outros, próxima e dialogante, livre e equilibrada, capaz de compreender e de perdoar, sincera e corente, enérgica a e adaptável, digna de confiança, optimista e cheia de esperança, responsável, equilibrada nos seus sentimentos e afectos, com uma grande segurança interior, etc.
Talvez tudo isso possa parecer demasiado, mas a própria tarefa de ser catequista irá ajudando a alcançar esta maturidade humana. 

Texto adaptado e retirado do livro "Partilhar a Fé - espiritualidade e identidade do catequista" (Otero, Luis; Brulles, Joan)

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

CATEQUESE EM PLANIFICAÇÃO

Estamos já em contagem decrescente para mais um novo ano de catequese e tudo está a ser ultimado. Estás pronto(a) para mais um novo desafio?

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Em breve estaremos de volta a um Novo Ano de Catequese

ENTÃO É IMPORTANTE SABER: O QUE É A CATEQUESE?
A catequese não consiste numas “aulas" de preparação para os sacramentos, à maneira das aulas de condução. Também não são reuniões onde se fala de “temas”, mais ou menos religiosos, mais ou menos interessantes.
A catequese é tudo aquilo que a Igreja (o grupo de seguidores de Jesus de Nazaré e da sua causa ao longo dos séculos) faz para apoiar aqueles que se converteram, isto é, que querem ser discípulos de Jesus. Ser cristão é muito mais do que um vago sentimento de apreço por uma figura histórica da Palestina do século I. Também não é uma certa empatia religiosa. É ser seguidor, um discípulo entusiasmado da pessoa e propostas de Jesus de Nazaré. para os catequizandos.

Como Fazer Catequese Hoje?
Ao longo destes dois milénios de história, a Igreja soube ser muito criativa na forma de preparar os seus novos membros. Mas, como tudo na vida, o que ontem funcionava na perfeição, hoje é insuficiente. Por isso perguntamo-nos: Como fazer catequese (ou seja, como preparar os novos cristãos) hoje em Portugal? Aqueles que já dedicaram algum do seu tempo à catequese sabem que a resposta não é fácil. Mas há pistas seguras.
Em primeiro lugar precisamos de um cristão que seja, apesar das suas contradições, um testemunho credível, vivo, apaixonado por Jesus Cristo, disponível para este serviço. A esses cristãos a Igreja tem chamado “catequista”.
Qual o Papel do Catequista e do Grupo de Catequese?
O papel desse catequista é ser um guia que convida os catequizandos a fazerem experiência da proposta cristã. Aprendemos fazendo. Por isso a catequese ajuda os catequizandos a experimentarem na sua vida todas as dimensões do que é ser discípulo de Cristo.
E onde e como fazer essas experiências? Num grupo de catequese. Que vai funcionando como uma “pequena Igreja” que reflecte a Fé, que a celebre juntamente com os irmãos e irmãs que aprende a rezar rezando, que vai aprendendo a viver ao ritmo das bem-aventuranças de Jesus. Que vai deixando de ser grupo ocasional para se converte em espaço de qualidade marcado pelo diálogo, pelo perdão e pelo apoio mútuo.

Texto da autoria de Rui Alberto, Director Editorial das Edições Salesianas, adaptado da introdução do livro "O cinco" 

sábado, 24 de agosto de 2013

DOMINGO XXI DO TEMPO COMUM - Ano C

«Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque Eu vos digo que muitos tentarão entrar sem o conseguir. Uma vez que o dono da casa se levante e feche a porta, vós ficareis fora e batereis à porta, dizendo: ‘Abre-nos, senhor’; mas ele responder-vos-á: ‘Não sei donde sois’. Então começareis a dizer: ‘Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste nas nossas praças’. Mas ele responderá: ‘Repito que não sei donde sois. Afastai-vos de mim, todos os que praticais a iniquidade’. Aí haverá choro e ranger de dentes, quando virdes no reino de Deus Abraão, Isaac e Jacob e todos os Profetas, e vós a serdes postos fora. Hão-de vir do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul, e sentar-se-ão à mesa no reino de Deus. Há últimos que serão dos primeiros e primeiros que serão dos últimos».
Lc 13, 22-30

S. BARTOLOMEU, Apóstolo

ORAÇÃO COLECTA
Senhor, fortalecei em nós a fé 
pela qual o apóstolo São Bartolomeu 
se consagrou de coração sincero a Cristo vosso Filho 
e concedei, por sua intercessão, que a vossa Igreja 
seja o sacramento de salvação para todos os povos. 
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

AMAR... AMAR SEMPRE!

«Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?». Jesus respondeu: «‘Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu espírito’. Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo, porém, é semelhante a este: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Nestes dois mandamentos se resumem toda a Lei e os Profetas».

 Mt 22, 34-40

A todos os Bombeiros... Obrigado!

A tragédia e a dor mais uma vez a acontecer... Até quando?
Pelo António Nuno Ferreira (45 anos), Pedro Rodrigues (41 anos) e Ana Rita Abreu Pereira (24 anos) que na flor da idade e em defesa da vida dos outros, perde a sua, aqui fica a nossa singela homenagem e oração.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

terça-feira, 20 de agosto de 2013

FESTA DE S. CAETANO 2013

O Corpo de Jesus é alimento,
O Seu sangue bebida verdadeira.
Viverá para sempre o homem novo
Que tomar deste Pão e deste Vinho.
Desce o Verbo de Deus à nossa terra,
Sem deixar a direita de Deus Pai
E, lançada a semente do Evangelho,
Chega o Senhor ao ocaso da vida.
Um discípulo o entrega aos inimigos,
Mas, antes de morrer, o salvador
Entrega-se aos discípulos dizendo:
Sou o Pão vivo que desceu do Céu!
Nascendo quis ser nosso companheiro,
Na Ceia, Se tornou nosso alimento,
Na morte, Se ofereceu como resgate;
Na glória, será nossa recompensa.
 
 
 Ao Senhor, uno e trino, demos glória,
Cantemos Seu louvor por todo o sempre
A todos nos conceda a vida eterna,
Abrindo-nos as portas do Seu Reino.

sábado, 17 de agosto de 2013

DOMINGO XX DO TEMPO COMUM - Ano C

SALMO RESPONSO RIAL Salmo 39 (40), 2.3.4.18 (R. 14b)
Refrão: Senhor, socorrei-me sem demora. 

Esperei no Senhor com toda a confiança
e Ele atendeu-me.
Ouviu o meu clamor
e retirou-me do abismo e do lamaçal,
assentou os meus pés na rocha
e firmou os meus passos. 

Pôs em meus lábios um cântico novo,
um hino de louvor ao nosso Deus.
Vendo isto, muitos hão-de temer
e pôr a sua confiança no Senhor. 

Eu sou pobre e infeliz:
Senhor, cuidai de mim.
Sois o meu protector e libertador:
ó meu Deus, não tardeis.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

FESTAS DO BOM JESUS DO MONTE 2013 - Álbum de Imagens



Fotos de Margarida Santos

FESTA DO BOM JESUS DO MONTE - Hino para o Ano da Fé

Tradução, adaptação e interpretação do Pe. Cartageno
Caminhamos carregados de esperas, vagueando na noite!
E Tu vens ao nosso encontro em cada dia! 
És p’ra nós, o Filho do Altíssimo.
Credo, Domine. Credo!
Com os santos que caminham entre nós,
Senhor, nós Te pedimos:
Aumenta. Aumenta a nossa fé! 
Credo, Domine. Aumenta a nossa fé!
Caminhamos fracos e perdidos, sem o Pão de cada dia!
Tu nos nutres, com a luz do Natal! 
És p’ra nós a Estrela da Manhã!
Credo, Domine. Credo!
Com Maria, a primeira entre os crentes,
Senhor, nós Te pedimos:
Aumenta, aumenta a nossa fé. 
Credo, Domine! Aumenta a nossa fé!
Caminhamos atentos ao apelo de um novo Pentecostes
Tu recrias a presença desse sopro. 
És para nós a Palavra do Futuro.
Credo Domine. Credo!
Com a Igreja que anuncia o Evangelho, 
Senhor, nós Te pedimos:
Aumenta, aumenta a nossa fé. 
Credo, Domine! Aumenta a nossa fé!
 Caminhamos cada dia que nos dás, com a ajuda dos irmãos.
Tu nos guias nos caminhos desta Terra. 
És para nós a esperança da meta
Credo Domine. Credo!
Com o mundo onde o Reino está presente
Senhor, nós Te pedimos:
Credo, Domine. Aumenta. Aumenta a nossa fé!
(… ) Credo. Domine. Credo! (…)
Senhor, nós te pedimos: Aumenta. Aumenta a nossa fé! 
Credo. Domine. Aumenta a nossa fé!

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

15 de Agosto - ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA - Missas com horário dos Domingos

 Igreja Paroquial, 9h30
 Capela de S. Caetano, 9h30
Capela de S. Martinho, 8h00 e 11h00

ASSUNÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA

Magnificat
A minha alma glorifica o Senhor 
E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.

Porque pôs os olhos na humildade da sua Serva: 
De hoje em diante me chamarão bem aventurada todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas: 
Santo é o seu nome.

A sua misericórdia se estende de geração em geração 
Sobre aqueles que o temem.
Manifestou o poder do seu braço 
E dispersou os soberbos.

Derrubou os poderosos de seus tronos 
E exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens 
E aos ricos despediu de mãos vazias.

Acolheu a Israel, seu servo, 
Lembrado da sua misericórdia,
Como tinha prometido a nossos pais, 
A Abraão e à sua descendência para sempre

Glória ao Pai e ao Filho 
E ao Espírito Santo,
Como era no princípio, 
Agora e sempre. 
Ámen.

Meditação Diária: Qua, 14 – S. MAXIMILIANO MARIA KOLBE (Memória)


Deut 34, 1-12 / Slm 65 (66), 1-3a.5.9.16.17 / Mt 18, 15-20
Onde estão dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles. 

O que é estar reunido em nome de Cristo? É na igreja? Um grupo de oração? É onde um cristão veste o nu, dá água a quem tem sede. Se não faz isto, quando está na igreja não está em nome de Cristo, porque Cristo dirá: não te conheço de lado nenhum. É a triste ou alegre realidade. Se ao domingo vai à missa todo Contente e não ajudou ninguém, é melhor não ir e, primeiro, ir reconciliar-se com o seu irmão. Reze sobre isto. Muitos dias.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

ÁRVORE DA PAZ

O papa Francisco recebe um rebento de oliveira, árvore símbolo da paz que remonta à Bíblia, oferecida pelo compatriota Lionel Messi, jogador da seleção argentina de futebol (Vaticano, 13.8.2013).
«Por favor, peço-vos que rezem por mim, para que também eu, no “campo” em que Deus me colocou, possa jogar uma partida honesta e corajosa, para o bem de todos nós»: palavras do papa no fim do discurso que proferiu a jogadores e responsáveis das selecções nacionais de futebol da Argentina e Itália, que hoje jogam entre si.

Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura
Foto: L’Osservatore Romano

sábado, 10 de agosto de 2013

DOMINGO XIX DO TEMPO COMUM - Ano C

SALMO RESPONSORIAL Salmo 32 (33), 1.12.18-19.20.22 (R. 12b)

Refrão: Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança. 

Justos, aclamai o Senhor,
os corações rectos devem louvá-l’O.
Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus,
o povo que Ele escolheu para sua herança. 

Os olhos do Senhor estão voltados
para os que O temem,
para os que esperam na sua bondade,
para libertar da morte as suas almas
e os alimentar no tempo da fome. 

A nossa alma espera o Senhor,
Ele é o nosso amparo e protector.
Venha sobre nós a vossa bondade,
porque em Vós esperamos, Senhor.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Rev. Padre Zé Manel - Aniversário Natalício - PARABÉNS!

Festejamos hoje o quinquagésimo terceiro aniversário do nosso Pároco, e a Comunidade de Vilar do Paraíso está com ele neste dia da sua FESTA VIDA! Em oração pedimos a Deus todas as bênçãos para o Rev. Padre Zé Manel, para que junto de nós - ou onde quer que se encontre - faça a festa por muitos e felizes anos!

Festa de S. Caetano



domingo, 4 de agosto de 2013

Bom Jesus do Monte: Rogai por nós!



FESTA: Vai pelo mundo cantando a alegria,

Vai pelo mundo cantando a alegria, 
rejubilam as ilhas e as gentes.  
Haja festa e ritmos de dança, 
que Deus vem habitar em Israel! 
Nosso Deus escolheu Israel, 
para sempre Deus vive com os homens.
Haja festa e ritmos de dança, 
que Deus vem habitar em Israel! 
E Sião vem dançar para as ruas;
 é fiel ao amor do seu Deus! 
Adornais vossas ruas e caminhos, 
pois Deus vem visitar o Seu povo! 
Bendizei o Senhor cada dia, 
pois Deus vem quando menos pensais! 
Aclamai o Senhor Deus da vida! 
Cantai hinos de festa e de paz!
Cantai hinos de Paz!

sábado, 3 de agosto de 2013

DOMINGO XVIII DO TEMPO COMUM - Ano C

SALMO RESPONSORIAL Salmo 89 (90), 3-6.12-14.17 (R. 1)
Refrão: Senhor, tendes sido o nosso refúgio através das gerações. 
Vós reduzis o homem ao pó da terra
e dizeis: «Voltai, filhos de Adão».
Mil anos a vossos olhos
são como o dia de ontem que passou
e como uma vigília da noite. 

Vós os arrebatais como um sonho,
como a erva que de manhã reverdece;
de manhã floresce e viceja,
de tarde ela murcha e seca. 

Ensinai-nos a contar os nossos dias,
para chegarmos à sabedoria do coração.
Voltai, Senhor! Até quando...
Tende piedade dos vossos servos. 

Saciai-nos desde a manhã com a vossa bondade,
para nos alegrarmos e exultarmos todos os dias.
Desça sobre nós a graça do Senhor nosso Deus.
Confirmai, Senhor, a obra das nossas mãos. 

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

ALMA DE CRISTO

Alma de Cristo, santificai-me.
Corpo de Cristo, salvai-me.
Sangue de Cristo, inebriai-me.
Água do lado de Cristo, lavai-me.
Paixão de Cristo, confortai-me.
Ó bom Jesus, ouvi-me.
Dentro das Vossas Chagas, escondei-me.
Não permitais que de Vós me separe.
Do espírito maligno, defendei-me.
Na hora da minha morte, chamai-me.
E mandai-me ir para Vós,
para que Vos louve com os Vossos Santos,
por todos os séculos. 
Ámen.