segunda-feira, 31 de março de 2014

SERMÃO DO 5º DOMINGO DA QUARESMA - Pe. António Vieira

PELO ACTOR: PAULO MOURA LOPES
Aconteceu no passado sábado, na Capela de S. Martinho, um momento alto desta nossa caminhada quaresmal, as palavras do Padre António Vieira numa grande declamação do Paulo, a quem agradecemos a disponibilidade para estar connosco.
E, para os que não estiveram aqui deixamos um pequeno excerto do sermão do Pe. António, que continua actual e é dirigido a todos nós.
 (...) E isto é o que aqui prega hoje, porque me não credes?
Mas vejo ainda que há quem repugne ou, quando menos, duvide e pergunte como pode ser e se pode dizer, com verdade, que nós os cristãos e católicos, não cremos a Deus? Para nós não há outra fé, nem outra autoridade, nem outro oráculo infalível, senão o da palavra divina. Logo, como não cremos a Deus? O mesmo Deus respondeu já a esta dúvida, e nos deu uma regra certa, por onde conheçamos sem engano, se o cremos a ele, ou não. Cuidamos que cremos a Deus, e enganamo-nos. 
Mas qual é a regra? Qui crediti Deo, attendit mandatis: Sabeis quem crê a Deus? - diz o Espírito Santo: Quem faz o que Deus lhe manda. Se fazeis o que Deus manda, credes a Deus; se não fazeis o que ele manda, não o credes a ele: credes-vos a vós, credes ao vosso apetite, credes ao diabo, como creu Eva. 
Por isso dizia David: Quia mandatis tuis credidi: Eu, Senhor, cri aos vossos mandamentos. Isto é só o que é crer a Deus. A nossa fé pára no Credo, não passa aos Mandamentos. Se Deus nos diz que é um, creio, se nos diz que são três pessoas, creio; se nos diz que é criador do céu e da terra, creio; se nos diz que se fez homem, que nos remiu, e que há-de vir a julgar vivos e mortos, creio. Mas se diz que não jureis, que não mateis, que não adultereis, que não furteis, não cremos.
 Esta é a nossa fé, esta a vossa cristandade. Somos católicos do Credo, e hereges dos Mandamentos. Vede se se deve contentar Cristo com tal invenção de crer, e se tenho eu razão de pregar que cremos em Cristo, mas não cremos a Cristo: Non creditis mihi.
E para que esta verdade, que só está provada em comum, se veja com os olhos e se apalpe com as mãos, desçamos a exemplos particulares, e, ponhamo-los, para maior clareza nas matérias mais familiares e usuais, ainda da conveniência do interesse, do gosto.
( ...)

Fotos de Paula Alexandra Duarte

ORAÇÃO

Eu creio, Senhor!
Que és Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus,
e graças Te dou pela infinita misericórdia 
com que me olhas em cada novo dia.
O Teu amor é graça e bênção na minha vida. 
Ajuda-me a libertar-me do pecado, 
a desfazer-me de tudo o que me causa cegueira, 
e me leva para a escuridão e trevas. 
Cura as minhas feridas, fortalece a minha fé, 
e toca-me com as Tuas mãos 
para que os meus olhos se abram 
à Luz plena que de Ti vem.
Ajuda-me a reavivar a graça do meu baptismo, 
e abre o meu coração à disponibilidade aos outros,
a fim de que o meu caminho nesta Quaresma,
seja de oração, perdão, caridade, alegria e esperança.
Que eu seja capaz de viver na Tua presença, que é Luz,
e que a Tua Luz brilhe no mundo, 
como sinal profético da Tua salvação. 
Eu creio, Senhor!

domingo, 30 de março de 2014

DESAFIO A TODA A CATEQUESE

Tal como o fez na Eucaristia com a catequese do dia 15 de Março, o 6º ano volta a desafiar-te e aguarda a tua partilha fraterna ou do teu grupo,  para encher este baú que se encontra no Centro Paroquial, até ao dia 12 de Abril. É muito importante que ninguém se esqueça de na próxima catequese levar a sua partilha, para que o baú não fique vazio...


sábado, 29 de março de 2014

FOLHA DOMINICAL - Informações e Reflexões Importantes para toda a Comunidade



DOMINGO IV DA QUARESMA - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 22 (23), 1-3a.3b-4.5.6 (R. 1)
Refrão: O Senhor é meu pastor: nada me faltará. 

O Senhor é meu pastor: nada me falta.
Leva-me a descansar em verdes prados,
conduz-me às águas refrescantes
e reconforta a minha alma. 

Ele me guia por sendas direitas
 por amor do seu nome.
Ainda que tenha de andar por vales tenebrosos,
não temerei nenhum mal, porque Vós estais comigo:
o vosso cajado e o vosso báculo 
 me enchem de confiança.  

Para mim preparais a mesa
à vista dos meus adversários;
com óleo me perfumais a cabeça
e meu cálice transborda. 

A bondade e a graça hão-de acompanhar-me
todos os dias da minha vida,
e habitarei na casa do Senhor
para todo o sempre. 

sexta-feira, 28 de março de 2014

LEITURA RECITADA DE UM SERMÃO DA QUARESMA DO P. ANTÓNIO VIEIRA

Sábado, 29 de Março, às 21h30, na Capela de S. Martinho

Com a voz do actor e nosso paroquiano Paulo Moura Lopes.
A não perder!

Imagem Internet

RETIRO DE ADOLESCENTES

Sábado, 29 de Março, das 9h00 às 18h00, no Seminário da Boa Nova. Os adolescentes do 7º e 8º anos de catequese estarão em retiro, na sua caminhada de preparação para a Páscoa. 

PARABÉNS AO SR. ALBINO!

Neste dia 28 de Março, não podemos deixar de fazer uma menção especial ao maestro do Coral de S. Caetano, Sr. Albino Nicolau, que completa hoje 81 Primaveras!
Muitos parabéns e que Deus continue a dar muita saúde e todas as bênçãos ao Sr. Albino.

quinta-feira, 27 de março de 2014

ENSAIOS, todos os elementos dos grupos corais estão convidados a participar


"O Apóstolo exorta os fiéis, que se reúnem à espera da vinda do Senhor, a que unam as suas vozes para cantar salmos, hinos e cânticos espirituais (cf. Col. 3, 16). O canto é sinal de alegria do coração (cf. Actos 2, 46). Bem dizia Santo Agostinho: ' Cantar é próprio de quem ama'. E vem já de tempos antigos o provérbio: 'Quem bem canta, duas vezes reza".


EUCARISTIA COM A CATEQUESE

No passado dia 15 de Março, o 6º ano de catequese organizou e dinamizou muito bem a Eucaristia. 
Como sempre, a Capela cheia de crianças alegres e efusivas, que mesmo neste tempo da quaresma dão um toque diferente a toda a celebração. 
Procissão de entrada com a Cruz especial, que nos vai acompanhar em toda a caminhada quaresmal.
Evangelho dialogado e homilia original ...
Com o Pe. Zé Manel e uma criança, em que interagindo com ela, tornou mais simples o entendimento das verdades propostas por Jesus Cristo.
Ofertório simples mas sempre rico de simbologia e palavras.
Houve também a apresentação das crianças que se preparam para o sacramento do baptismo, para que possam com as crianças do seu grupo fazer a primeira comunhão.
 
A terminar, um apelo da Telma à generosidade de todos, para a contribuição do que for possível a cada um em bens alimentares, artigos de higiene, roupa, calçado, brinquedos livros,– ou pode ser até uma carta, um postal, um desenho – e que o 6º ano irá levar aos meninos das aldeias SOS, em Gulpilhares.

Fica então a pergunta: TU OU O TEU GRUPO JÁ CONTRIBUIRAM?

quarta-feira, 26 de março de 2014

UM CONVITE MUITO IMPORTANTE

Para sábado 29 de Março, 09h30, Capela de S. Martinho
4º., 5º e 6º ano de catequese

JÁ BEBEU ÁGUA HOJE?

Senhor, eu tenho fome, não é de pão, é da Tua vida!
Tem sede infinita de Ti, minha terra seca, ressequida!

Sinto que sou, no Teu poço,
Samaritana à procura
Do Teu Dom que eu não conheço,
Mas sei que a água é pura!

Venho faminto e sedento,
Venho cansado de andar,
Cheguei, mas não por acaso:
Sei que me vais saciar!

"Diz-me onde moras, Senhor!"
"Vinde, meus filhos, e vede!
Na água fresca do Meu poço,
Podeis matar a vossa sede!"

terça-feira, 25 de março de 2014

segunda-feira, 24 de março de 2014

3ª CATEQUESE QUARESMAL - 24 de Março, 21h30, no Centro Paroquial

Mensagem do Papa para a Quaresma de 2013: “A pobreza de Jesus, a pobreza evangélica, a pobreza do cristão - por onde passa a riqueza de Deus” -.
A não perder!

domingo, 23 de março de 2014

EVANGELHO – Forma breve Jo 4, 5-15.19b-26.39a 40-42

«A fonte da água que jorra para a vida eterna»
 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
Naquele tempo, chegou Jesus a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, junto da propriedade que Jacob tinha dado a seu filho José, onde estava o poço de Jacob. Jesus, cansado da caminhada, sentou-Se à beira do poço. Era por volta do meio-dia. Veio uma mulher da Samaria para tirar água. Disse-lhe Jesus: «Dá-Me de beber». Os discípulos tinham ido à cidade comprar alimentos. Respondeu-Lhe a samaritana:
«Como é que Tu, sendo judeu, me pedes de beber, sendo eu samaritana?». De facto, os judeus não se dão com os samaritanos. Disse-lhe Jesus: «Se conhecesses o dom de Deus e quem é Aquele que te diz: ‘Dá-Me de beber’, tu é que Lhe pedirias e Ele te daria água viva». Respondeu-Lhe a mulher: «Senhor, Tu nem sequer tens um balde e o poço é fundo: donde Te vem a água viva? Serás Tu maior do que o nosso pai Jacob, que nos deu este poço, do qual ele mesmo bebeu, com os seus filhos e os seus rebanhos?».
Disse-lhe Jesus: «Todo aquele que bebe desta água voltará a ter sede. Mas aquele que beber da água que Eu lhe der nunca mais terá sede: a água que Eu lhe der tornar-se-á nele uma nascente que jorra para a vida eterna». «Senhor, – suplicou a mulher – dá-me dessa água, para que eu não sinta mais sede e não tenha de vir aqui buscá-la. Vejo que és profeta. Os nossos pais adoraram neste monte e vós dizeis que é em Jerusalém que se deve adorar». Disse-lhe Jesus: «Mulher, acredita em Mim: Vai chegar a hora em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. 
Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Mas vai chegar a hora – e já chegou – em que os verdadeiros adoradores hão-de adorar o Pai em espírito e verdade, pois são esses os adoradores que o Pai deseja. Deus é espírito e os seus adoradores devem adorá-l’O em espírito e verdade». Disse-Lhe a mulher: «Eu sei que há-de vir o Messias, isto é, Aquele que chamam Cristo. Quando vier há-de anunciar-nos todas as coisas». Respondeu-lhe Jesus: 
«Sou Eu, que estou a falar contigo». Muitos samaritanos daquela cidade acreditaram em Jesus, por causa da palavra da mulher. Quando os samaritanos vieram ao encontro de Jesus, pediram-Lhe que ficasse com eles. E ficou lá dois dias. Ao ouvi-l’O, muitos acreditaram e diziam à mulher: «Já não é por causa das tuas palavras que acreditamos. Nós próprios ouvimos e sabemos que Ele é realmente o Salvador do mundo».
Palavra da salvação.

FOLHA DOMINICAL - Informações e Reflexões Importantes para toda a Comunidade


sábado, 22 de março de 2014

A ÁGUA DA VIDA

O terceiro domingo da Quaresma (Ano A) é o domingo da água, o domingo onde a Palavra, verdadeira graça da Quaresma, é derramada «em nossos corações pelo Espírito Santo». Com efeito, para celebrar o primeiro escrutínio dos catecúmenos, a Igreja quer fazer-nos meditar no belo encontro de Jesus Cristo com a samaritana: junto ao poço de Jacob, Jesus Cristo revela-se como «uma nascente que jorra para a vida eterna». Melhor do que a água que brota do rochedo para saciar a sede do povo, Jesus Cristo dá-nos a beber uma água que nos sacia para sempre. A água do batismo que nos salva. A água da vida.

TU ÉS A ÁGUA VIVA

Manifesta a tua santidade em mim
Toma-me de entre a minha dispersão,
Recolhe-me de onde me perdi
Enche-me de novo o coração.

Tu és a água viva,
Tu és a água pura,
Inunda-me, inunda-me
E tudo se transformará em mim. 

Minha terra se abrirá de chuva
As minhas pedras não farão mal a ninguém
Mesmo tecerão caminho para todos;
Meu pasto abundante cura será;
Para todo o que coma de mim,
Eu serei a terra que emana leite e mel.

DOMINGO III DA QUARESMA - Ano A


SALMO RESPONSORIAL Salmo 94 (95), 1-2.6-7.8-9 (R. cf. 8)
Refrão: hoje se escutardes a voz do Senhor,
não fecheis os vossos corações.

Vinde, exultem os de alegria no Senhor,
aclamemos a Deus, nosso salvador.
Vamos à sua presença e dêmos graças,
ao som de cânticos aclamemos o Senhor.

Vinde, prostremo-nos em terra,
adoremos o Senhor que nos criou.
Pois Ele é o nosso Deus
e nós o seu povo, as ovelhas do seu rebanho.

Quem dera ouvísseis hoje a sua voz:
«Não endureçais os vossos corações,
como em Meriba, como no dia de Massa no deserto,
onde vossos pais Me tentaram e provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras.

quarta-feira, 19 de março de 2014

SOLENIDADE DE S JOSÉ- PADROEIRO DA IGREJA UNIVERSAL

Eucaristia das 19h00, na Capela de S. Martinho 
 SÃO JOSÉ, AMPARO E GUIA
 São José, amparo e guia dos que sofrem por Jesus;
Que nas trevas desta vida não nos falte a tua luz.
 Ó bom servo do Senhor, de Maria defensor,
nosso guia e protector.
 Abençoa nossas terras, abençoa nossos lares,
Abençoa nossos campos, para ti nossos cantares.
 Guardador de quem te guarda, protector do santo lar,
Abençoa a santa Igreja que Deus te quis confiar.
Já que Cristo foi chamado o filho do carpinteiro,
Roga a Deus por nós, agora e no dia derradeiro.

BOM DIA DO PAI! E, por todos rezamos...

 Oração a S. José, no «Dia do Pai»
A vós, São José, 
recorremos na nossa tribulação,
cheios de confiança 
solicitamos a vossa protecção 
no dia de hoje para todos os pais de família.

Vós fostes o pai adoptivo de Jesus, 
soubestes amá-l’O, respeitá-l’O e educá-l’O 
com amor e dedicação, 
como vosso próprio filho. 
Olhai todos os pais do mundo 
e especialmente os da nossa comunidade, 
para que, com amor e dedicação, 
eduquem os seus filhos 
na fé cristã e para a vida.

Protegei todos os pais doentes 
que sofrem por não poderem dar saúde, 
educação e casa decente para seus filhos. 
Protegei todos os pais 
que trabalham arduamente no dia-a-dia 
para não faltar nada aos seus filhos. 
Protegei todos os pais 
que se dedicam de corpo e alma à sua família. 
Iluminai todos os pais 
que não querem assumir sua paternidade. 
Iluminai todos os pais 
que desprezam seus filhos e esposas. 
Enfim, olhai por todos os pais, 
para que assumam 
e vivam com alegria sua vocação paterna.

Ámen.

segunda-feira, 17 de março de 2014

UM CONVITE


SENHOR, COMO É BOM ESTARMOS AQUI!

Pedro disse a Jesus: «Senhor, como é bom estarmos aqui! Se quiseres, farei aqui três tendas: uma para Ti, outra para Moisés e outra para Elias». Ainda ele falava, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra e da nuvem uma voz dizia: «Este é o meu Filho muito amado, no qual pus toda a minha complacência. Escutai-O». Mt 17, 1-9

domingo, 16 de março de 2014

SEMANA NACIONAL DA CÁRITAS

Unidos no amor, Juntos contra a fome” é o tema que a Cáritas propõe, este ano, para a Semana Nacional da Cáritas, que se assinala entre os dias 17 e 23 de março. A par de um conjunto de ações locais, muito vocacionadas para espaços de reflexão e debate com os cidadãos, esta iniciativa é ainda marcada pelo Peditório Público que se realizará em diversas cidades e estabelecimentos comerciais entre os dias de 20 a 23 de Março.

FOLHA DOMINICAL - Informações e Reflexões Importantes para toda a Comunidade

E chegamos ao nº. 900!


sábado, 15 de março de 2014

DOMINGO II DA QUARESMA - Ano A

SALMO RESPONSORIAL Salmo 32 (33), 4-5.18-19.20.22 (R. 22)
Refrão: Esperamos, Senhor, na vossa misericórdia.

A palavra do Senhor é recta,
da fidelidade nascem as suas obras.
Ele ama a justiça e a rectidão:
a terra está cheia da bondade do Senhor. 

Os olhos do Senhor estão voltados
para os que O temem,
para os que esperam na sua bondade,
para libertar da morte as suas almas
e os alimentar no tempo da fome. 

A nossa alma espera o Senhor:
Ele é o nosso amparo e protector.
Venha sobre nós a vossa bondade,
porque em Vós esperamos, Senhor.