quinta-feira, 19 de julho de 2018

ARTE E INCLUSÃO: Pessoas com deficiência conceberam cenário e mobiliário litúrgico para celebração do Crisma

A diocese francesa de Lille confiou à sua Comissão de Arte Sacra a conceção e realização, com a participação de pessoas com deficiência física ou mental, dos elementos artísticos e litúrgicos da celebração do sacramento do Crisma (Confirmação).

Cerca de 80 pessoas estiveram implicadas no processo iniciado em agosto de 2017 e que teve o seu momento culminante a 20 de maio, no "Grand Palais" de Lille, na celebração em que 800 jovens e adultos receberam o sacramento.

As mais de oito mil pessoas presentes na liturgia foram envolvidas nas obras efémeras concluídas após um processo de pedagogia e de catequese pela imagem, de apropriação da matéria e da cor.

«As cores são refulgentes, exalam a alegria e esperança. O coro está vestido com seis faixas de dez metros de altura sobre o tema do Pentecostes. Simbolizado pelo vermelho, o azul e o ouro, as cores de uma chama, é o Espírito Santo que desce como "línguas de fogo" sobre os discípulos de Jesus», descreve a página "Narthex", da Igreja católica em França.

http://snpcultura.org/pessoas_com_deficiencia_conceberam_cenario_e_mobiliario_liturgico_para_crisma.html

terça-feira, 17 de julho de 2018

PEREGRINAÇÃO PAROQUIAL A FÁTIMA - 5 de Outubro

Destinada a todos os paroquianos, 
familiares e amigos. 
Estão abertas as inscrições nos centros de culto 
ou junto dos responsáveis do ano passado.
Inscreva-se e participe!

segunda-feira, 16 de julho de 2018

SÃO CAETANO

São Caetano de Thiene, conhecido como Santo divino da providência, nasceu em 1480 em Vicenza, Itália.
Doutorou-se em direito civil e eclesiástico em Pádua, Itália, vindo mais tarde a abraçar 
a vida eclesiástica recebendo a ordenação do Papa Júlio II aos 36 anos.
Foi viver para Roma, sendo chamado pelo Papa Júlio II, foi nomeado e aceitou o ofício de Protonotário.
Sempre identificado com as práticas Católicas da confraria denominada “Amor de Deus”, juntou-se a ela.
Após a morte do Papa que o nomeou, regressou à sua terra Natal, Vicenza.
Fundou a Confraria de S. Jerónimo e andava sempre em auxílio dos doentes, dos pobres e mendigos da região.
Distribuiu, a todos eles, avultados bens que herdara após a morte dos pais.
Com humildade e persistência que o caracterizavam Caetano abraçou a causa da Confraria, num acto de extrema coragem.
Em 1524, já em Roma, Caetano, junto com Carrafa, Consigliari e Bonifácio, fundam a Ordem de Clérigos Regulares Teatinos.
Foi um grande orador e guia espiritual dos pobres. 
Morreu no Convento de Nápoles, em 7 de Agosto de 1547.
Oito anos mais tarde, 1671, Caetano foi inserido no livro dos Santos.

MEU CANTO É PARA TI

Meu canto é para Ti, 
Senhor que me criaste.
Com todos os meus irmãos, 
Eu digo muito obrigado.

A terra e o firmamento,
Os campos e as cidades.
As flores e os sorrisos
São rumos do teu amor.

Meu canto fala de paz,
Num mundo feito de guerra.
Eu quero levar, Senhor,
Teu nome a toda a terra.

Servir até à cruz,
Erguendo o meu cantar.
O tempo chegou ao fim:
É Cristo que vem salvar.

sábado, 14 de julho de 2018

SACRAMENTO DA CONFIRMAÇÃO - CRISMA

Os jovens do 11º ano, juntamente com um simpático grupo de adultos da paróquia, terminaram a sua formação inicial cristã hoje na Sé do Porto. Foi o "nosso" bispo D. António Augusto que presidiu, congratulando de forma especial os crismandos de Vilar do Paraíso.😉
Esta cerimónia teve também a colaboração dos acólitos da nossa paróquia.
Obrigada a todos que colaboraram, mas principalmente aos pais, que sempre acompanharam e orientaram este percurso... 
Crismandos, continuamos a contar convosco... agora com mais responsabilidade!

FESTA EM HONRA DO BOM JESUS DO MONTE E SÃO CAETANO

Colabore nas festas e comece por fazer a sua oferta para a Tômbola Paroquial, cujo lucro reverterá a favor da paróquia.
As ofertas devem ser entregue no Centro Paroquial.
Desde já muito OBRIGADA pela colaboração e partilhem a informação. 💗

DOMINGO XV DO TEMPO COMUM - Ano B

SALMO RESPONSORIAL Salmo 84 (85), 9ab-10.11-12.13-14 (R. 8) 
Refrão: Mostrai-nos o vosso amor, dai-nos a vossa salvação;
dai-nos a vossa salvação; 
Ou: Mostrai-nos, Senhor, a vossa misericórdia.

Deus fala de paz ao seu povo e aos seus fiéis 
e a quantos de coração a Ele se convertem. 
A sua salvação está perto dos que O temem 
e a sua glória habitará na nossa terra.

Encontraram-se a misericórdia e a fidelidade, 
abraçaram-se a paz e a justiça. 
A fidelidade vai germinar da terra 
e a justiça descerá do Céu.

O Senhor dará ainda o que é bom, 
e a nossa terra produzirá os seus frutos. 
A justiça caminhará à sua frente 
e a paz seguirá os seus passos.

FOLHA DOMINICAL: informações e reflexões importantes para toda a comunidade


sexta-feira, 13 de julho de 2018

PEREGRINAÇÃO INTERNACIONAL ANIVERSÁRIA

O bispo auxiliar do Porto, D. António Augusto Azevedo, presidente da Peregrinação Internacional Aniversária de julho, na Cova da iria, desafiou os cristãos a não se resignarem  e a não cairem na indiferença num mundo “cheio de incertezas e algumas sombras”.

“Diante do rosto do mal no nosso tempo, tenha ele o nome de guerra ou terrorismo, violência ou exclusão, abandono ou solidão, injustiça ou corrupção, precisamos ter esperança”, afirmou o prelado do Porto durante a homilia proferida na Missa que encerra a peregrinação de julho concelebrada por 90 sacerdotes, quatro deles bispos e um cardeal.

“Num presente cheio de incertezas e de um futuro com alguma sombras, precisamos de ter esperança, de sonhar e de acreditar”, precisou sublinhando que “não podemos cair na resignação, na indiferença ou na banalização do mal nem remeter ao individualismo ou comodismo fáceis”.

“Não queiramos ser uma esperança abortada nem hipotequemos, como aconteceu tantas vezes no último século, as nossas esperanças em utopias ilusórias ou messianismos equivocados”, disse D. António Augusto Azevedo.

A 13 DE JULHO

Avé Maria 
gratia plena
Dominus tecum
Benedicta tu

O que eu tenho é teu:
os meus sonhos e desejos.
Mãe de Cristo, minha mãe
apresenta-os ao teu Senhor.

A NOSSA ORAÇÃO PELOS SACERDOTES

Neste dia rezamos de forma particular pelo Rev. Pe. José Manuel da Costa Lima, que celebra o 32º Aniversário de Ordenação Sacerdotal. Rev. Pe. José Paulo de Sousa Teixeira, que celebra o 21º Aniversário de Ordenação.
Lembramos ainda D. António Augusto de Oliveira Azevedo, que foi Ordenado Presbítero há 32 anos.
Que Deus os acompanhe e proteja para que possam continuar a missão que lhes foi confiada.
Senhor Jesus, Bom Pastor,

Tu quiseste chamar homens de coração generoso a estar contigo e a aprender contigo o que significa entregar a vida em amor e serviço. Deste-lhes a missão de anunciar a todos o amor do Pai, de ser guia e amparo das comunidades às quais são enviados.

Cada sacerdote é chamado a ser, nas suas alegrias e dificuldades, nos seus talentos e fragilidades, exemplo vivo da tua presença no mundo e na Igreja.

Eu Te peço por todos os sacerdotes, em especial os que vivem em maior solidão as dificuldades do seu ministério. Que o teu Espírito Santo seja o seu conforto.

Uno esta minha oração à de todos os cristãos que, nestes dias, rezam pela missão dos sacerdotes, como nos pede o Papa Francisco neste mês, na intenção que confia à sua Rede Mundial de Oração.

Senhor Jesus, Bom Pastor, ouve a minha oração pelos sacerdotes.

Pai-Nosso.

FÁTIMA: PEREGRINAÇÃO INTERNACIONAL ANIVERSÁRIA DE JULHO


“Uma peregrinação a Fátima é sempre um momento especial de encontro com Jesus Cristo”. Fátima é um grande sinal de Deus, um sinal do Céu para o mundo”.

D. António Augusto Azevedo

quinta-feira, 12 de julho de 2018

FÁTIMA EM DIRECTO - Peregrinação Aniversaria de Julho

Presidida pelo Bispo Auxiliar do Porto, 
D. António Augusto Azevedo
Pode seguir as celebrações clicando em 

QUINTA-FEIRA DA SEMANA XIV DO TEMPO COMUM

EVANGELHO Mt 10, 7-15 
«Recebestes de graça; dai de graça» 
Meditar a Palavra
Receber de graça e dar de graça é um apelo de Jesus. Reconhecer que tudo o que sou o devo ao Senhor que me cumulou de bênçãos é uma atitude de quem se sente agradecido. Sou convidado a fazer este exercício da gratuidade de Deus para comigo. Só assim, poderei entender que tudo o que o Senhor me deu não se destina exclusivamente a mim, mas é para repartir por todos. A capacidade de me abrir ao outro generosamente será também princípio para que o outro se abra a mim e me acolha na sua casa. Este jogo de relações pessoais, mesmo vividas no Senhor, provoca receio, medo, insegurança. Nem todos são capazes de abrir o coração, àquele que vem em nome do Senhor. A paz vem desta abertura de coração. Também eu tenho receio perante a generosidade do Senhor para comigo, expressa na bondade dos que me recebem?

quarta-feira, 11 de julho de 2018

AGRUPAMENTO DE ESCUTEIROS 321

No passado dia 30 de Junho, foi eleita nova Direcção do Agrupamento de Escuteiros, a quem desejamos o maior sucesso no desempenho da missão. 💗

QUARTA-FEIRA da semana XIV S. Bento, Abade, Padroeiro da Europa – FESTA

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO 

Senhor, que neste divino sacramento 
nos destes o penhor da vida eterna, 
concedei-nos que, seguindo os ensinamentos de São Bento, 
perseveremos fielmente no vosso serviço 
e amemos os nossos irmãos com sincera caridade. 
Por Nosso Senhor.

SANTUÁRIO DE FÁTIMA: Peregrinação Internacional Aniversária de julho de 2018

 Presidida pelo Bispo Auxiliar do Porto, 
D. António Augusto Azevedo.
Programa

Dia 11
18:30 Missa dos peregrinos a pé, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Dia 12
07:30 Via-sacra aos Valinhos, partindo da Capelinha das Aparições e terminando com missa, na Capela de Santo Estêvão (Calvário Húngaro)
07:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima
09:00 Missa, na Capela da Morte de Jesus
11:00 Missa, na Basílica da Santíssima Trindade
12:30 Missa, na Capela da Morte de Jesus
16:30 Missa com a participação dos doentes, na Capelinha das Aparições
17:30 Procissão eucarística, no Recinto de Oração
18:30 Saudação a Nossa Senhora e aos peregrinos, na Capelinha das Aparições
21:30 Bênção solene das velas e Rosário, na Capelinha das Aparições, seguindo-se a procissão das velas
22:30 Missa internacional, no Recinto de Oração
23:50 Procissão do silêncio

Vigília de Oração

00:00 às 02:00 Adoração eucarística, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima
02:00 às 03:15 Via-sacra, no Recinto de Oração
03:15 às 03:30 Café (atrás da Capelinha das Aparições)
03:30 às 04:15 Celebração mariana, na Capelinha das Aparições
04:30 às 05:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima
05:30 às 07:00 Adoração eucarística, com Laudes do Santíssimo Sacramento, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

Dia 13
07:00 Procissão eucarística, no Recinto de Oração
09:00 Rosário, na Capelinha das Aparições
10:00 Procissão, missa, bênção dos doentes e procissão do adeus, no Recinto de Oração

15:00 Missa, na Capela da Morte de Jesus
16:30 Missa, na Capela da Morte de Jesus
17:30 Adoração comunitária, na Capela do Santíssimo Sacramento
18:30 Missa, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima
18:30 Rosário transmitido pela Comunicação Social, na Capelinha das Aparições
19:15 Missa em espanhol, na Capelinha das Aparições
21:30 Rosário, na Capelinha das Aparições, e procissão das velas

Imagem: Santuário de Fátima

terça-feira, 10 de julho de 2018

PREPARANDO A SUA FESTA

Rezemos a S. Caetano
Ó São Caetano, que conhecestes a fraqueza da Igreja principalmente em seus membros mais responsáveis, e que trabalhastes pela reforma da vida e dos costumes dos cristãos, olhai com muito amor e compaixão para as nossas famílias e comunidades.

Lançai vossa mão poderosa a fim de que reine entre nós o espírito de fé, de amor e de justiça, segundo a vontade de Cristo.

Fazei que cada um de nós assuma suas obrigações, pois, Cristo espera de cada um de seus seguidores, a fidelidade, o serviço e a dedicação em favor dos irmãos. 
Amém!

TERÇA-FEIRA DA SEMANA XIV DO TEMPO COMUM

Evangelho: Mt 9, 32-38
«A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara».
Rezar a Palavra
Senhor da Messe, tu conheces a minha vida, a minha dedicação e as minhas impossibilidades. Sabes que preciso da força das tuas palavras que renovam em mim o impulso do teu chamamento e da missão que me confias. Expulsa de mim tudo o que se instalou na minha vida e pertence ao demónio que não quer que eu te sirva, te anuncie e oriente os meus irmãos pelo caminho da verdade. Liberta a minha língua para que seja sempre, junto dos que me rodeiam comunicador da tua libertação.