segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

ORAÇÃO

Senhor Jesus,
desperta em nós um olhar missionário,
ajuda-nos a escutar com o coração do outro.
Queremos ver o Teu rosto nos irmãos,
afastando-nos dos nossos medos e preconceitos.
Queremos, como Tu,
viver a linguagem do amor
e servir mais do que ser servidos.
Só Tu És o Caminho,
dá-nos a coragem de Te seguir
e de Ser Igreja missionária aonde nos levares.
Aqui estamos Senhor,
para Te descobrir no outro
na consciência de que assim nada nos separará de Ti.
Queremos Ser contigo e com o outro,
porque acreditamos que
Ser cristão é Ser Missão! 
Ámen

Papa Francisco

PASTORAL FAMILIAR

Para participar nesta iniciativa é necessário inscrição.

16 DE JANEIRO - 1ª CCA, 21h30, no Grupo Dramático de Vilar do Paraíso

Tempo para escutar, debater e aprender com Bernardino Silva, que já realizou diversas acções de voluntariado com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, e em acções humanitárias e de emergência em muitos países.

Bem perto de si. NÃO FALTE!

FESTA DO BAPTISMO DO SENHOR

 Participação do 3º ano de catequese na
Eucaristia das 9h30, na Capela de S. Caetano.
A participação das crianças na Eucaristia é sempre bem-vinda, e neste Domingo da Festa do Baptismo do Senhor, foi com grande alegria que vimos uma Capela cheia!
As crianças estiveram muito bem com a sua participação na Liturgia da Palavra, que de forma simples mas bonita, tornaram ainda mais rica. 
Em Acção de Graças, mais um momento bonito e simbólico, com as crianças a acompanhar até junto altar uma Vela que foi entregue na nossa Paróquia na semana passada pela Paróquia da Madalena, e que neste Ano Missionário nos lembra que "A nossa missão é Anunciar o Evangelho”.
O Rev. Pe. Jerónimo que presidiu a esta celebração, acendeu na Vela Missionária uma vela mais pequena, e com essa luz acendeu a pequena vela que cada criança tinha na mão, enquanto toda a assembleia ajudava a cantar “Esta Luz Pequenina”.
Parabéns às crianças, aos catequistas e aos pais, e que não deixem que esta LUZ se apague mas que brilhe intensamente no coração de todos para que haja cada vez mais discípulos missionários. 
Por isso ficou o CONVITE do Pe. Jerónimo para integrarem o grupo da Infância Missionária que vai ter o seu primeiro encontro em S. Caetano, a 3 de Fevereiro, a seguir à Eucaristia.

domingo, 13 de janeiro de 2019

O CÉU ABERTO E DEUS AQUI TÃO PERTO

Passado o Advento e as Festas Natalícias, estamos agora no umbral do chamado «Tempo Comum» do Ano Litúrgico que, ao contrário do que se possa pensar, não é um «Tempo secundário», mas fundamental na vida celebrativa da Igreja Una e Santa. Na verdade, ao longo deste «Tempo Comum», Domingo após Domingo, a Igreja Una e Santa, Batizada e Confirmada, Esposa Amada de Cristo, é chamada a contemplar de perto, episódio após episódio, toda a vida histórica do seu Senhor, desde o Batismo no Jordão até à Cruz e à Glória da Ressurreição.
(...)
O Filho e o Espírito Santo são,
No dizer de Santo Ireneu de Lião,
As duas mãos do Pai,
Enviadas em missão
Para junto dos seus filhos de adoção.

À semelhança, claro,
Daquelas mãos de amor,
Que, no alvor da Criação,
Modelaram da terra pura o nosso coração,
E de misericórdia o vestiram.

Filhos no Filho, divina hyiothesía,
Hemorragia de graça e de alegria:
Jesus, o Filho, assume a nossa humana condição,
E dá-nos em herança a sua divina filiação.

 E o Espírito, que une e distingue o Pai e o Filho,
Divina comunhão, sem confusão,
Toma conta do nosso coração de filhos recém-nascidos,
E faz circular em nós, já hoje, já esta manhã,
A mais bela lalação que há, o nome novo Ab-ba!

D.  António Couto

sábado, 12 de janeiro de 2019

INFÂNCIA MISSIONÁRIA - COMO FILHO DE DEUS RECORDO O MEU BATISMO


BAPTIZADO COM O ESPÍRITO SANTO

 BATISMO DO SENHOR - Lucas 3: 15-16, 21-22
(...) 
No batismo, sendo ungido com o Espírito Santo e sendo proclamado o “Filho amado”, em quem o Pai encontra o seu deleite, as palavras de Isaías se cumpriram em Jesus. E sendo o “filho amado”, Jesus nos batiza com o Espírito Santo, para que nele nos tornemos filhos de Deus.

A festa do batismo do Senhor deve ser uma ocasião para celebrar nosso próprio batismo e refletir sobre ele. Fomos batizados com o batismo de Jesus, ou seja, fomos batizados com o Espírito Santo, que nos marcou com o seu selo para a vida eterna

DOMINGO DO BAPTISMO DO SENHOR - FESTA

SALMO RESPONSORIAL Salmo 28 (29), 1a.2.3ac-4.3b.9b-10 (R. 11b) 
Refrão: O Senhor abençoará o seu povo;
O Senhor abençoará o seu povo na paz. 

Tributai ao Senhor, filhos de Deus, 
tributai ao Senhor glória e poder. 
Tributai ao Senhor a glória do seu nome, 
adorai o Senhor com ornamentos sagrados. 

A voz do Senhor ressoa sobre as nuvens, 
o Senhor está sobre a vastidão das águas. 
A voz do Senhor é poderosa, 
a voz do Senhor é majestosa. 

A majestade de Deus faz ecoar o seu trovão 
e no seu templo todos clamam: Glória! 
Sobre as águas do dilúvio senta-Se o Senhor, 
o Senhor senta-Se como Rei eterno. 

FOLHA DOMINICAL: informações e reflexões muito importantes para toda a comunidade

VAI UM CAFÉ? É BOM, SABE BEM E OS JOVENS AGRADECEM

O Périplo da Fé tem o gosto de convidar todos os pais e encarregados de educação das crianças, para que nos venham visitar ao sábado de manhã, entre as 9h30 até às 12h15, no Centro Paroquial, enquanto trazem as crianças à catequese.
Haverá café e bolo. O custo destes artigos será revertido na nossa viagem a Taizé em Agosto e com as pequenas angariações, o improvável torna-se possível.
Contamos convosco!!! 😊

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

OBRIGADO, COM LICENÇA E DESCULPAS

São três palavras-chave do Papa Francisco, que neste Dia Internacional do Obrigado devemos lembrar, porque se são importantes na família, também o são em todos as outras situações da nossa vida.

Por isso o Papa diz que “estas três palavras são tão simples que até podem fazer as pessoas sorrirem, mas quando as esquecemos, não é nada divertido”.

Que o Senhor nos ajude a colocá-las no lugar certo, no nosso coração, em nossas casas e também na convivência civil”.

Papa Francisco

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2019

O Panamá vai receber 300 portugueses de 12 dioceses e quatro movimentos, acompanhados por seis bispos e 30 voluntários, para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2019, que se inicia a 22 de janeiro.

O Departamento Nacional da Pastoral da Juventude (DNPJ) informa, em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, que o programa dos participantes portugueses inclui um encontro, na manhã de 25 de janeiro, na Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

A Missa de inauguração da JMJ está marcada para 22 de janeiro, um dia antes da chegada do Papa Francisco ao Panamá.

Durante a semana decorre uma Feira da Juventude e Vocacional, que complementa as várias atividades da noite, entre elas o acolhimento ao Papa, a 24 de janeiro, e a tradicional vigília de oração, dois dias depois, no campo São João Paulo II.

A JMJ 2019 conclui-se a 27 de janeiro, com a Missa do envio e o encontro de Francisco com os voluntários.

A organização da XXXIV Jornada Mundial da Juventude espera 200 mil jovens provenientes de 155 países, incluindo mil jovens indígenas dos cinco continentes.

O programa do Papa inclui um encontro com jovens presos no centro de menores “Las Garças” de Pacora, localidade situada a 46 km da Cidade do Panamá, a 25 de janeiro.

SEXTA-FEIRA DEPOIS DA EPIFANIA

Evangelho: Lc 5, 12-16
Rezar a Palavra
Toca-me Jesus. Toca no meu coração tantas vezes perdido na angústia de não saber o que fazer, perdido entre a multidão, entre os pensamentos, entre os desejos e interesses da vida e incapaz de escutar a tua voz que me diz “quero”. Sei, agora, que se for capaz de escutar esse “quero” tudo muda em mim, tudo encontra outro rumo, tudo será diferente. Sei que se escutar o teu “quero” aprenderei contigo a estar na vida, a ver os outros, a ler os acontecimentos e por certo, saberei escutar e perdoar. Sei que ficarei curado de mim mesmo, se te escutar a dizer “quero”, esse “quero” eterno que nunca mais termina.

Compromisso
Vou parar e fazer silêncio em mim durante algum tempo para escutar Jesus a dizer-me “quero”.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

O VIDEO DO PAPA - REZAR PELA PAZ


Cada um no seu idioma rezemos o Rosário pela PAZ

VEM FAZER PARTE DO GRUPO ANIMA

Em Janeiro retomamos a catequese em que a Eucaristia é parte essencial. E temos até o privilégio de pelo menos mensalmente contarmos com uma Eucaristia especialmente dedicada às crianças e adolescente. A animação destas celebrações está sempre a cargo de um dos anos de catequese mas o Grupo ANIMA, com o seu canto, é fundamental para celebramos e vivermos ainda melhor a Eucaristia.
Desejamos ter um Coro com mais crianças e jovens, por isso lembramos que os ENSAIOS são aos sábados, pelas 16h00, com o Válter Silva, no Centro Paroquial, ou por vezes, como no sábado em que há a Eucaristia com a Catequese na Capela de S. Martinho.
"Vem! És CONVIDADO(A) a ser um dos protagonistas do Grupo Anima."

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR - Capela de S. Caetano

Epifania quer dizer a manifestação de Jesus a todos os povos, representados hoje pelos Magos, que chegaram a Belém provenientes do Oriente para prestar homenagem ao Rei dos Judeus, cujo nascimento eles tinham reconhecido através do aparecimento de uma estrela nova no céu (cf. Mt 2, 1-12). 
Tempo também para dar a conhecer a Infância Missionária, o seu carisma e compromisso.
 
Anunciar a data da Páscoa deste ano (21 de abril) e as festas litúrgicas que lhe estão associadas, em datas móveis, como a quarta-feira de Cinzas (6 de março) ou o Corpo de Deus (20 de junho).
 
 
E mais uma vez beijar o Menino.

QUE PRESENTE DEMOS A JESUS

Cidade do Vaticano, 06 jan 2019 (Ecclesia) – O Papa Francisco perguntou hoje no Vaticano aos católicos de todo o mundo se, no Natal, ofereceram “algum presente a Jesus”, pela sua festa, ou apenas trocaram presentes entre si, esquecendo os mais necessitados.

“Se fomos ter com o Senhor de mãos vazias, hoje podemos remediar. Com efeito, o Evangelho contém por assim dizer uma pequena lista de prendas: ouro, incenso e mirra”, assinalou, na homilia da Missa da solenidade da Epifania, conhecida popularmente como Dia de Reis, a que presidiu na Basílica de São Pedro.

Francisco explicou que o ouro simboliza a necessidade de “adorar” Deus, acima de tudo, e que o incenso representa a oração, a relação com o divino; já a mirra evoca o cuidado com quem sofre.

“Agrada ao Senhor que cuidemos dos corpos provados pelo sofrimento, da sua carne mais frágil, de quem ficou para trás, de quem só pode receber não tendo nada de material para retribuir. É preciosa aos olhos de Deus a misericórdia com quem não tem para restituir, a gratuidade”, sublinhou.

Não percamos a ocasião para dar um lindo presente ao nosso Rei, que veio para todos, não nos cenários faustosos do mundo, mas na pobreza luminosa de Belém. Se o fizermos, resplandecerá sobre nós a sua luz”.

A homilia destacou a diferença entre a manifestação da luz divina, no nascimento de Jesus Cristo, e as luzes da “ribalta” com quem se apresenta quem tem poder.

A luz de Deus não vai para quem brilha de luz própria. Deus propõe-Se, não Se impõe; ilumina, mas não encandeia. É sempre grande a tentação de confundir a luz de Deus com as luzes do mundo. Quantas vezes corremos atrás dos clarões sedutores do poder e da ribalta, convencidos que prestamos um bom serviço ao Evangelho! Mas, assim, voltamos os holofotes para o lado errado, porque Deus não estava lá”.

“Só encontra o mistério de Deus quem deixa os próprios apegos mundanos e se põe a caminho”, referiu Francisco, a respeito das três figuras dos magos do Oriente, que o Evangelho apresenta entre os primeiros a ir adorar o Menino Jesus, em Belém.

O Papa refletiu sobre o significado da celebração da Epifania, palavra de origem grega que significa ‘brilho’ ou ‘manifestação’.

“Desvenda-se, assim, a verdade sublime que Deus veio para todos: todas as nações, línguas e povos são acolhidos e amados por Ele. Símbolo disso é a luz, que tudo alcança e ilumina”, realçou.

Francisco convidou a “imitar os Magos”, que souberam colocar-se a caminho para entrar na “casa” de Jesus, seguindo depois “outro caminho”, após este encontro.

“Outro caminho, diferente do de Herodes, distinto do caminho do mundo. Um caminho como o percorrido pelos que estão com Jesus, no Natal: Maria e José, os pastores. Eles, como os Magos, deixaram suas casas e tornaram-se peregrinos pelos caminhos de Deus”, acrescentou.

Antes da homilia, seguindo a tradição, foi anunciada solenemente, em latim, a data da Páscoa deste ano (21 de abril) e as festas litúrgicas que lhe estão associadas, em datas móveis, como a quarta-feira de Cinzas (6 de março) ou o Corpo de Deus (20 de junho).

domingo, 6 de janeiro de 2019

CANCELAMENTO DE CONCERTO

O Grupo de Jovens de Vilar do Paraíso, conhecido como Périplo da Fé, pede desculpa a todos, pois o Concerto de Reis, divulgado na folha dominical, por motivos alheios à sua vontade não se realizará no dia 12 de Janeiro. Em devido tempo será anunciada a nova data.
No entanto estejam atentos às novidades do grupo, pois estão a preparar muitas atividades para a comunidade!