segunda-feira, 30 de abril de 2018

«TEMOS MÃE! OBRIGADO JESUS» - Tema da Peregrinação das Crianças a Fátima

Empenhado em despertar as crianças para a mensagem de Fátima e dar-lhes a conhecer a vida e a espiritualidade dos Beatos Francisco e Jacinta Marto, o Santuário de Fátima organiza anualmente a peregrinação das crianças, nos dias 9 e 10 de junho. Destinada particularmente a crianças em grupos de catequese, esta peregrinação tem, em cada ano, um tema distinto, que serve de mote para a reflexão e a celebração.

A peregrinação das crianças é precedida por uma campanha, lançada no mês de abril. Nessa altura, o Santuário faz chegar subsídios às paróquias que manifestarem interesse – desdobrável com o programa da peregrinação, cartaz, folheto relativo à campanha do mês de maio e o hino da peregrinação –, de modo a que, durante o mês de maio, o dia da peregrinação possa ser adequadamente preparado.

Ver em 

MAIO, Com MARIA, ao ENCONTRO DE JESUS

MÊS DE MARIA 

Recitação do Terço, em todos os centros de culto, todos os dias às 21h00.
Dia 01 e dia 31 de Maio (início e encerramento) terço em S. Martinho.
Os movimentos e serviços da paróquia podem orientar o terço em cada centro (veja o cartaz afixado).
A meditação dos mistérios será feita com textos da Exortação Apostólica “Alegrai-vos e Exultai”, do Papa Francisco.

Procissão de velas
Dia 12 de Maio: de S. Martinho para S. Caetano.

Catequese
Recitação do terço: 10° e 11°dia 4, em S. Martinho
Recitação do terço: 4°, 5º e 6°, dia 5, em S. Martinho

FÁTIMA: PEREGRINAÇÃO DOS ACÓLITOS - 1 de Maio

PROGRAMA

10:00h 
Acolhimento e animação no Auditório do Centro Pastoral Paulo VI
14:00h
Paramentação no Centro Pastoral Paulo VI
15:15h 
Eucaristia na Basílica da Santíssima Trindade
16:30h 
Procissão Eucarística e Bênção no recinto do Santuário

Não é necessário qualquer tipo de inscrição. Pede-se aos acólitos que tragam a sua alba.

COMO DISTINGUIR ENTRE BOA CURIOSIDADE E MÁ

O Papa explica!

Durante a homilia da missa celebrada na Casa de Santa Marta, o Papa Francisco explicou a diferença entre a boa e a má curiosidade, algo que ele disse ser de grande importância, porque "nossa vida é cheia de curiosidade".

O Santo Padre confiou no Evangelho do dia, de São João, no qual Jesus dialoga com os apóstolos sobre a manifestação do Senhor aos seus discípulos. Segundo o pontífice, esse diálogo é um "diálogo entre curiosidade e certeza".

Afirmou que "boa curiosidade" é como a das crianças quando estão na "idade do porquê". Consiste em perguntar o "porquê" das coisas que procuram uma explicação. Essa boa curiosidade permite "ter mais autonomia".

Pelo contrário, "má curiosidade" é a de fofoca e "fofoca". A má curiosidade é querer "cheirar a vida dos outros", disse Francisco, que também alertou que esse tipo de curiosidade é uma tentação que sempre acompanha as pessoas ao longo da vida.

Além disso, ele indicou que a má curiosidade se torna ainda mais maligna com a internet. "No mundo virtual, conheço os telefones e outras ferramentas ... as crianças vão lá e estão curiosas para ver e encontrar muitas coisas ruins. Não há disciplina nessa curiosidade. Devemos ajudar as crianças a viver neste mundo, para que o desejo de conhecer não seja um desejo de curiosidade e acabem prisioneiros dessa curiosidade ".

Por outro lado, a curiosidade dos apóstolos no Evangelho é uma boa curiosidade: eles querem saber o que vai acontecer e Jesus responde com certeza. Ele aponta que "a certeza será dada pelo Espírito Santo. Não é que o Espírito Santo venha com um pacote de certezas. Na medida em que entramos em vida e pedimos ao Espírito Santo e abrimos nossos corações, Ele nos dará certeza para aquele momento, a resposta para aquele momento ".

"O Espírito Santo é o companheiro, acompanha a vida do cristão", disse ele. "Vamos pedir ao Senhor hoje duas coisas: a primeira é que nos purificamos em aceitar a curiosidade e que sabemos discernir: isso eu não devo ver, isso não devo pedir ... E a segunda graça, que abrimos nosso coração ao Espírito Santo porque Ele é o certeza, nos dá a certeza, como um companheiro do caminho, das coisas que Jesus nos ensinou e que nos lembra ".

CANTE, PELA SUA SAÚDE!


Já sabíamos que cantar faz muito bem à alma! Agora, e de acordo com uma notícia da "sapo visão" ficamos a saber que é também de grande importância para o sistema imunitário.
 
Então, porque espera para vir CANTAR? Os COROS da nossa Paróquia precisam de vozes, e a sua será muito bem-vinda!
Contacte os responsáveis dos Grupos Corais no final da celebração da Eucaristia, e ficará a saber os dias de ensaios.🎶🎵

domingo, 29 de abril de 2018

PARABÉNS, REV. PE. JOSÉ GUEDES

Neste dia 29 de Abril, felicitamos o Pe. José Guedes pela comemoração do quadragésimo quinto aniversário da sua Ordenação Sacerdotal. 
É com muita alegria que agradecemos a Deus o Dom da sua Vocação, e rezamos para que possa continuar por muitos anos juntos de nós a cumprir a missão que escolheu.

sábado, 28 de abril de 2018

A VIDEIRA, A VERDADEIRA, E NÓS…

Vence-nos às vezes o cansaço,
E o agraço azeda os nossos dias,
E ficamos sem saber bem
Onde encher de alegria
As nossas almotolias.

 O Evangelho de hoje
Põe Jesus no meio de nós a dizer:
“Eu sou a videira, a verdadeira”,
E é assim que ficamos a saber
Que uma enxertia
Pode salvar a monotonia
Do nosso dia-a-dia.

 A enxertia na videira mansa e boa,
Que é Jesus,
Pode curar a azia das uvas bravias,
Que a nossa vida produz.

Aproximemo-nos então mais de Jesus,
Que é a videira verdadeira,
E saboreemos a alegria e a maravilha,
Respiremos os aromas da serra e do campo,
Acariciemos os ramos das videiras
Que começam a pintar de verde as nossas vinhas,
E comecemos já a degustar este néctar do céu
À nossa terra descido.

 Sim, como diz um velho texto judeo-cristão,
«A nossa terra dará muito fruto,
Dez mil por um:
Cada videira dará mil ramos,
Cada ramo mil cachos,
Cada cacho mil bagos,
Cada bago centenas de litros de vinho!».

 Vem, Senhor Jesus,
Põe-nos na rota dos frutos.
Senta-nos à tua mesa,
Reparte connosco o teu pão gozoso,
E serve-nos um bocadinho do teu vinho generoso.


FOLHA DOMINICAL: informações e reflexões Importantes para toda a comunidade

DOMINGO V DA PÁSCOA - Ano B

SALMO RESPONSORIAL Salmo 21 (22), 26b-27.28.30.31-32 (R. 26a) 
Refrão: Eu Vos louvo, Senhor, no meio da multidão.

Cumprirei a minha promessa 
na presença dos vossos fiéis. 
Os pobres hão-de comer e serão saciados, 
louvarão o Senhor os que O procuram: 
vivam para sempre os seus corações.

Hão-de lembrar-se do Senhor e converter-se a Ele 
todos os confins da terra; 
e diante d’Ele virão prostrar-se 
todas as famílias das nações.

Só a Ele hão-de adorar 
todos os grandes do mundo, 
diante d’Ele se hão-de prostrar 
todos os que descem ao pó da terra.

Para Ele viverá a minha alma, 
há-de servi-l’O a minha descendência. 
Falar-se-á do Senhor às gerações vindouras 
e a sua justiça será revelada ao povo que há-de vir: 
«Eis o que fez o Senhor».

sexta-feira, 27 de abril de 2018

NOITE DA FRANCESINHA

Um salão completamente cheio para a Noite da Francesinha, que aconteceu no passado dia 21 de Abril. Fica um muito obrigado a todos os que se empenharam e que deram o seu melhor para que a Noite da Francesinha fosse um sucesso.
 

MISSÃO DE CORAÇÃO A CORAÇÃO

Foi  em missão de voluntariado que esteve no passado dia 21 de abril o grupo de jovens, que se dispôs a fazer a experiência de acompanhar a equipa Coração na Rua que de 15 em 15 dias serve refeições no Porto.
O grupo de jovens teve assim ocasião de meter as “mãos na massa” ajudando a preparar e a servir as refeições, percorrer algumas ruas da Boavista, conhecer a realidade destas ruas do Porto, onde puderam interagir com os sem-abrigo. 
O grupo comprometeu-se, num tempo próximo, a realizar uma atividade conjunta com a equipa coração na rua.
Colaboração de Ricardo Campos

EUCARISTIA COM A CATEQUESE

A Eucaristia com a Catequese no passado dia 21 de Abril, foi preparada e dinamizada pelo 3º catecismo, o grupo que também se prepara para fazer a Primeira Comunhão. Ouvindo a palavra de Deus, sentimos o amor e o carinho do Bom Pastor. Ele convida-nos a estar atentos à vocação a que Deus nos chama. É gastando a nossa vida no serviço dos outros que nos sentimos realizados e encontramos a felicidade.
 
 
 

quinta-feira, 26 de abril de 2018

REUNIÃO DE PAIS

Aconteceu no passado dia 20 de Abril, o encontro com os pais do 3º ano da catequese, para preparar a primeira comunhão. Um bem-haja a todos os pais que estiveram presentes.
 
 

PARABÉNS, SR. DIÁCONO CELESTINO

Neste dia felicitamos o Sr. Diácono Celestino pelo vigésimo sexto aniversário da sua Ordenação. Rezamos para que Deus o acompanhe, lhe dê muita saúde e fortaleza da alma, a fim de que possa continuar a desempenhar a sua missão com alegria e muita esperança.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

QUARTA-FEIRA da semana IV - S. Marcos, Evangelista – FESTA

SALMO RESPONSORIALSalmo 88 (89), 2-3.6-7.16-17 (cf. R. 2a) 
Refrão: Senhor, cantarei eternamente a vossa misericórdia.

Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor 
e para sempre proclamarei a sua fidelidade. 
Vós dissestes: 
«A bondade está estabelecida para sempre», 
no céu permanece firme a vossa fidelidade.

Senhor, os céus proclamam as vossas maravilhas 
e a assembleia dos santos a vossa fidelidade. 
Quem sobre as nuvens se pode comparar ao Senhor? 
Quem entre os filhos de Deus será igual ao Senhor?

Feliz do povo que sabe aclamar-Vos 
e caminha, Senhor, à luz do vosso rosto. 
Todos os dias aclama o vosso nome 
e se gloria com a vossa justiça.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

MEU SENHOR, BOM PASTOR

Oração

Nada me falta
Tu és o meu Senhor nada me falta!
Quando quiser encontrar o teu rosto seguirei o eco da tua voz,
confiante na segurança das tuas mãos fortes e ternas.
Tu és o meu Senhor nada me falta!
Concede-me, Pastor de beleza, a liberdade de te seguir nos verdes prados
e sacia-me com a frescura do teu Espírito.
Reconforta, Senhor, a minha alma e guia-me por caminhos rectos.
Tu és o meu Senhor nada me falta!

domingo, 22 de abril de 2018

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Ó Jesus, Bom Pastor da Igreja,
a Vós confiamos os nossos catequistas;
que eles, sob a orientação dos Bispos e Sacerdotes,
saibam conduzir aqueles que lhes estão confiados
a descobrir o autêntico significado da vida cristã como vocação,
a fim de que, abertos e atentos à Vossa voz,
Vos sigam generosamente.
Abençoai as nossas paróquias,
transformai-as em comunidades vivas,
onde a oração e a vida litúrgica,
a escuta atenta e fiel da Vossa palavra,
a caridade generosa e fecunda,
se tornem o terreno favorável para o crescimento
e desenvolvimento de uma abundante messe de vocações.
Ámen.

(São João Paulo II)

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

VIVER

“A alegria do Evangelho, que nos abre ao encontro com Deus e os irmãos, não pode esperar pelas nossas lentidões e preguiças; não nos toca, se ficarmos debruçados à janela, com a desculpa de continuar à espera dum tempo favorável; nem se cumpre para nós, se hoje mesmo não abraçarmos o risco duma escolha. A vocação é hoje!”
(Mensagem do Papa Francisco para o 55º Dia Mundial de Oração pelas Vocações)

É este o desafio que permanece e acompanha todos os cristãos: seguir Jesus, abraçar a Cruz, isto é, renunciar a nós mesmos e viver a chamada que o Senhor nos dirige.

E eu? Como respondo a este chamamento? Como sou testemunha do Senhor hoje, no meu dia-a-dia, aqui e agora?

Cada um de nós pode agora reflectir nesta pergunta que ecoa no nosso íntimo. Como me comprometo a viver a chamada do Senhor? Como vivo a minha vocação hoje?

Cada um encontrará a resposta no silêncio do seu coração. Entrar no silêncio é ousar a alegria do encontro, é deixar-se encontrar por Ele… na Cruz.

sábado, 21 de abril de 2018

DOMINGO IV DA PÁSCOA - Ano B

Domingo do Bom Pastor
SALMO RESPONSORIAL Salmo 117 (118),1 e 8-9.21-23.26.28cd.29 (R. 22)
Refrão: A pedra que os construtores rejeitaram 
tornou-se pedra angular.

Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, 
porque é eterna a sua misericórdia. 
Mais vale refugiar-se no Senhor, 
do que fiar-se nos homens. 
Mais vale refugiar-se no Senhor, 
do que fiar-se nos poderosos.

Eu Vos darei graças porque me ouvistes 
e fostes o meu Salvador. 
A pedra que os construtores rejeitaram 
tornou-se pedra angular. 
Tudo isto veio do Senhor: 
é admirável aos nossos olhos.

Bendito o que vem em nome do Senhor, 
da casa do Senhor nós vos bendizemos. 
Vós sois o meu Deus: eu vos darei graças. 
Vós sois o meu Deus: eu Vos exaltarei. 
Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, 
porque é eterna a sua misericórdia.

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

DISCERNIR  na Tua luz

"Meu Deus,
O que quero não faço,
E o que faço não quero.
Protelo e não me consigo decidir.
Depois é sempre tarde demais e já foi decidido
Sem que eu tivesse decidido.
Não sou eu que conduzo a minha vida,
Mas ela é conduzida como se tivesse trela 
- e não sei nem de quem nem para onde.
Dá-me, peço-te, o Teu Espírito Santo,
A Tua Luz para discernir:

O principal do secundário
o bem do mal,
a verdade da mentira,
o certo do errado,
a sensação do sentimento,
a Ti, meu Deus, de tudo o que quer ser deus em mim,
a Tua voz das vozes,
a Tua glória do esplendor do inimigo,
o que serve o Te reino do que o afasta,
o que me liga a Ti do que me separa,
o que eu possuo do que me possui,
o Teu julgamento da minha sentença,
a Tua misericórdia do meu menosprezo,
A Tua Esperançado meu desespero,
a fortaleza da insensibilidade,
o eterno do efémero,
o último do penúltimo,
e o Teu Céu oferecido do meu, por mim criado."

FOLHA DOMINICAL: informações e reflexões importantes para toda a comunidade

sexta-feira, 20 de abril de 2018

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

"Na sua mensagem para o Dia Mundial da Juventude, o Papa Francisco desafia os jovens a não deixarem que o fulgor da juventude se apague na escuridão duma sala fechada, onde a única janela para olhar o mundo é a do computador e do smartphone. Quantas vezes nós, mais ou menos jovens, substituímos as relações humanas e profundas pela sedução das redes sociais que nos toldam o entendimento e nos impedem de reconhecer a voz de Deus…

Por isso, Te pedimos: Senhor, liberta-nos das teias dessas redes onde nos deixamos prender e seduzir, para que possamos experimentar a felicidade de sermos livres para Te servir e amar!

quinta-feira, 19 de abril de 2018

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES


"Aquilo que o Papa Francisco apelida de “rapidacion” é um dos grandes problemas do nosso tempo: andamos muito atarefados, sempre a olhar para o relógio… raramente com disponibilidade para escutar a chamada do Senhor.

Por isso, Te pedimos: Senhor, ajuda-nos a silenciar os ruídos do mundo que nos impedem de viver e experimentar a alegria do encontro Contigo."

EUCARISTIA COM A CATEQUESE

Sábado, 21 de Abril, 16h00, na Capela de S. Martinho, organizada e dinamizada pelo 3º ano de Catequese. 
Em Domingo do Bom Pastor, e nesta que é a 55ª Semana de Oração pelas Vocações, vamos: ESCUTAR, DISCERNIR  e VIVER!
Por isso, CONVIDAMOS todos os catequizandos e catequistas, a participarem com muita alegria nesta celebração. 

quarta-feira, 18 de abril de 2018

BONS PRINCÍPIOS PARA COMUNICAR NAS REDES SOCIAIS

As redes sociais mudaram o nosso mundo. Pela primeira vez na História, temos ferramentas que nos permitem chegar ao mundo inteiro que se encontram literalmente ao alcance dos nossos dedos. É uma época animadora, mas ao mesmo tempo confusa. Com tanto barulho e com tanta informação potencialmente nociva a circular online, é difícil discernir entre o bem e o mal.

A velocidade ultrapassa a nossa capacidade de avaliar criticamente os nossos processos comunicativos e de aplicar padrões coerentes com a nossa fé. O crescimento das APPs e das redes sociais está a mudar a maneira como milhões de cristãos oram – o próprio significado de “ser religioso” também está a mudar.

Como profissionais de comunicação, perguntamo-nos frequentemente se estas redes serão o próximo grande campo para a evangelização ou se serão apenas uma enorme perda de tempo.

À partida, as redes sociais podem ser uma plataforma importante para a evangelização global. Permitem redescobrir velhas amizades ao mesmo tempo que aumentam a nossa esfera de influência. Mas também têm ajudado a diluir as linhas entre interações apropriadas a nível público e privado.

Hoje em dia, o pensamento crítico está em regressão, por isso, devemos resguardar-nos contra respostas emocionais impulsivas numa sociedade consumista e saturada pelos meios de comunicação. Muitas relações nascem, são nutridas e são sustentadas unicamente através das redes sociais, o que é deveras assustador.

Somos levados a interpretar de forma errada as emoções, os comportamentos e a linguagem corporal, entre outras nuances da comunicação que não são discerníveis através das redes sociais. Os princípios da comunicação respeitosa são, muitas vezes, ignorados.

Temos de ter em conta os aspetos negativos das redes sociais, recordar-nos que nem todos os utilizadores têm boas intenções e adotar medidas de precaução.

Apresento, de seguida, 19 princípios que podem orientar a comunicação online:

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

ESCUTAR

A chamada do Senhor – fique claro desde já – não possui a evidência própria de uma das muitas coisas que podemos ouvir, ver ou tocar na nossa experiência diária. Deus vem de forma silenciosa e discreta, sem Se impor à nossa liberdade. Assim pode acontecer que a sua voz fique sufocada pelas muitas inquietações e solicitações que ocupam a nossa mente e o nosso coração.

Por isso, é preciso preparar-se para uma escuta profunda da sua Palavra e da vida, prestar atenção aos próprios detalhes do nosso dia-a-dia, aprender a ler os acontecimentos com os olhos da fé e manter-se aberto às surpresas do Espírito.

Não poderemos descobrir a chamada especial e pessoal que Deus pensou para nós, se ficarmos fechados em nós mesmos, nos nossos hábitos e na apatia de quem desperdiça a sua vida no círculo restrito do próprio eu, perdendo a oportunidade de sonhar em grande e tornar-se protagonista daquela história única e original que Deus quer escrever connosco.

Também Jesus foi chamado e enviado; por isso, precisou de Se recolher no silêncio, escutou e leu a Palavra na Sinagoga e, com a luz e a força do Espírito Santo, desvendou em plenitude o seu significado relativamente à sua própria pessoa e à história do povo de Israel.

terça-feira, 17 de abril de 2018

55ª SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Tu chamas-me
Acredito, Senhor, que me chamas à felicidade
À vida nova, ao Céu que na Terra começa;
A um estilo de vida, a uma missão no mundo,
Aos homens e a uma solidariedade que chega até ao Céu.
Acredito, Senhor, que me chamas
Mas muitas vezes eu não escuto o Teu chamamento.
Faz com que eu escute e compreenda a Tua Palavra.
Seduz-me para que eu Te encontre.
Acorda o meu desejo para que eu te receba
Onde dois ou três estiverem reunidos em Teu nome.
Envia-me pessoas que me digam a verdade sobre Ti
Para que de Ti escute a verdade sobre mim,
Sobre a felicidade, a vida nova e o Céu
Que na Terra começa.
Amén
(Georg Lengerke)

Encontra o Guião de Oração para esta semana em  https://app.box.com/s/6kc6evuav8dkisc8gnhde17o1gkeg4jy

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Em silêncio sem se impor
Escuto a voz da Palavra
Que soletra o meu nome
E ee abraça com ternura.
Em silêncio sem se impor.

E aqui estou eu
Mergulhado no amor
Escuto, decido, ponho-me a mexer!
É Cristo que me chama a ser feliz,
É Cristo que me chama a ser feliz.

Descobrindo em profecia
Aprendo a voz do Espírito
E leio por dentro
Onde e para quê de mim.
 Descobrindo em profecia

Na alegria e no encontro
Entrego o coração aberto
A vocação é hoje
E o medo não me detém.
Na alegria e no encontro

REUNIÃO DE PAIS DO 3º ANO DE CATEQUESE

Sexta-feira, 20 de Abril, 21h30,
no Centro Paroquial,
reunião com os pais das crianças 
do 3º ano de catequese.

Não faltem!

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Deus não cessa jamais de vir ao nosso encontro: é Deus connosco, acompanha-nos ao longo das estradas por vezes poeirentas da nossa vida e, sabendo da nossa pungente nostalgia de amor e felicidade, chama-nos à alegria. Na diversidade e especificidade de cada vocação, pessoal e eclesial, trata-se de escutar, discernir e viver esta Palavra que nos chama do Alto e, ao mesmo tempo que nos permite pôr a render os nossos talentos, faz de nós também instrumentos de salvação no mundo e orienta-nos para a plenitude da felicidade.

Estes três aspetos – escuta, discernimento e vida – servem de moldura também ao início da missão de Jesus: passados os quarenta dias de oração e luta no deserto, visita a sua sinagoga de Nazaré e, aqui, põe-Se à escuta da Palavra, discerne o conteúdo da missão que o Pai Lhe confia e anuncia que veio realizá-la «hoje» (cf. Lc 4, 16-21).

https://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/vocations/documents/papa-francesco_20171203_55-messaggio-giornata-mondiale-vocazioni.html

segunda-feira, 16 de abril de 2018

PROMESSAS DOS ESCUTEIROS - Capela de S. Caetano

"Hoje vivemos em agrupamento, e em comunidade, um dos momentos grandes do nosso ano escutista.

Neste fim de semana (re)acendemos a luz da nossa promessa, confiantes que, no Seu sinal de pista, encontramos o caminho para nos tornarmos Homens Novos, realizadores de sonhos, voando bem mais alto livres sem alforge e sem encalhar nos escombros.

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida"

Paulo Peyroteo
Agrupamento de Escuteiros 321

MAIS UMA NOITE DA FRANCESINHA


No próximo sábado, 21 de Abril, 20h00, no Centro Paroquial, vai decorrer mais uma noite em que a francesinha é a rainha.
Inscreva-se, porque os lugares são limitados, e não deixe de saborear este petisco na melhor companhia!

HOMILIA DE D. MANUEL LINDA NA ESTRADA SOLENE NA DIOCESE DO PORTO

A intimidade com o Ressuscitado projeta-nos para o serviço dos irmãos


É bela esta passagem do Evangelho: Aquele que congregou os Doze à sua volta, qual verdadeira família, e sofreu a sua fuga e abandono, parece que não consegue viver sem eles. Por isso, procura-os e recria a antiga convivialidade, como se nada tivesse acontecido. Para bem deles mesmos, já que, longe de Jesus, se debatem com o remorso, a incredulidade e o medo, somente superados pela oferta do encontro tu-a-tu. Como que a dizer, a eles e a nós, que a misericórdia de Deus não falha, mesmo quando entra a nossa traição mais vergonhosa. E que é Ele quem nos procura para dar um sentido empolgante à tentativa de recomeçarmos uma nova caminhada.
(...)
Caros fiéis em Cristo, estamos todos na «barca de Pedro»: ou navegamos ou nos afundamos. Então, o melhor será remarmos em conjunto.
(...)
Tentá-lo-ei com a ajuda divina que imploro por intermédio da «Rosa mística», a Virgem Santa Maria, venerada como Senhora da Assunção em toda a Diocese e como Senhora da Vandoma nesta nossa cidade episcopal.

“Movidos pelo amor de Deus”, vamos à nossa obra, irmãos.

ENTREVISTA A D. MANUEL LINDA


“ Ao longo da vida, tenho sido presentado com surpresas agradáveis que nem sequer ousava esperar. Muitos chamarão a isso coincidência ou acaso. Eu, porém, acredito que é o Espírito de Deus quem conduz a história, não obstante a liberdade pessoal e até as resistências colocadas à graça. A minha nomeação para ir pastorear a Diocese do Porto, insere-se nestas felizes surpresas com que Deus tem urdido as teias da minha existência”. 
D. Manuel Linda
 Edição Especial da Agência Ecclesia, para ler em
https://app.box.com/s/kjut0a2owhcg3o2q31ated1j2fqvidbk

domingo, 15 de abril de 2018

SEMANA DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES


Preces: 
P: Irmãos e irmãs, diante de Jesus, bom e belo Pastor da Humanidade, e por Sua intercessão, elevemos as nossas orações a Deus Pai, para que nos conceda muitas e santas vocações sacerdotais, religiosas e laicais, dizendo: 

R: Eis-me aqui. Envia-me!

Leitor:
Pela Igreja presente no mundo, para que seja sinal e instrumento do Vosso amor e da Vossa esperança para todos os homens, oremos.

Pelo Papa Francisco, pelo nosso bispo,  e por todos os bispos, presbíteros e diáconos, para que não se cansem de ser servidores da nossa alegria, oremos.

Pelos consagrados, religiosos e missionários, para que manifestem na Igreja a beleza dos diversos carismas e sejam semeadores de esperança no mundo de hoje, oremos.

Pelos que se encontram em tempo de tribulação e de dúvida na vocação que abraçaram, para que, pacientes e perseverantes na oração, alcancem a ousadia e a confiança de quem se entrega nas Vossas mãos, oremos.

Por todas as comunidades paroquiais, para que sejam fermento de novas e abundantes vocações e se sintam responsáveis pelo crescimento espiritual de todos os jovens, oremos.

Pelas famílias, para que, fiéis no amor, pela oração e testemunho de fé, sejam terreno fecundo onde nasçam e perseverem novas vocações, oremos.

Pelos nossos Seminários e casas de formação, para que sejam verdadeiras comunidades de discípulos, onde se aprende com Jesus a amar e a servir o Vosso povo, oremos.

Pelos adolescentes e jovens que sentem o chamamento do Senhor, para que dêem, sem medo, um sim generoso e confiante a Deus, oremos.

Para que cada um de nós, chamado à vida e à santidade, seja fiel ao caminho que o Senhor lhe propõe e dê o devido apoio à vocação do seu próximo, despertando esperança na vida de cada irmão, oremos. 

Pai Nosso…

sábado, 14 de abril de 2018

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA O 55º DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

(22 de abril de 2018 - IV Domingo da Páscoa)
Tema: «Escutar, discernir, viver a chamada do Senhor»
Também hoje temos grande necessidade do discernimento e da profecia, de superar as tentações da ideologia e do fatalismo e de descobrir, no relacionamento com o Senhor, os lugares, instrumentos e situações através dos quais Ele nos chama. Todo o cristão deveria poder desenvolver a capacidade de «ler por dentro» a vida e individuar onde e para quê o está a chamar o Senhor a fim de ser continuador da sua missão.