quarta-feira, 31 de outubro de 2018

SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS - Quinta 1 Nov.

O horário é das missas dos Domingos 
(Não há missa na Ilha)
 16h00, Missa na Igreja Paroquial 
e visita ao cemitério.
SALMO RESPONSORIAL Salmo 23 (24), 1-2.3-4ab.5-6 (R. cf. 6) 
Refrão: Esta é a geração dos que procuram a vossa face Senhor. 

Do Senhor é a terra e o que nela existe, 
o mundo e quantos nele habitam. 
Ele a fundou sobre os mares 
e a consolidou sobre as águas. 

Quem poderá subir à montanha do Senhor? 
Quem habitará no seu santuário? 
O que tem as mãos inocentes e o coração puro, 
o que não invocou o seu nome em vão. 

Este será abençoado pelo Senhor 
e recompensado por Deus, seu Salvador. 
Esta é a geração dos que O procuram, 
que procuram a face de Deus. 

QUARTA-FEIRA DA SEMANA XXX DO TEMPO COMUM

Evangelho: Lc 13, 22-30
Rezar a Palavra
Jesus, estou à tua porta, e quero entrar. Sei que não adquiri ainda a dimensão necessária para entrar. Sei que preciso diminuir e deixar os outros crescerem. Ensina-me esse caminho da humildade, da pequenez. Ensina a ser servo e escravo. Ensina-me o serviço e a dádiva para poder entrar no teu Reino e experimentar a alegria da tua salvação.

Compromisso
Quero exercitar-me na humildade do servo que dispõe ao serviço.

A CADERNETA DOS SANTOS

‘A caderneta dos Santos’ dá a possibilidade aos colecionadores de conhecerem a vida de 73 figuras, através de cromos autocolantes acompanhados por uma “brevíssima” nota biográfica.

“Pretende-se que possa ser um instrumento de formação religiosa e cultural, e de um apostolado divertido e com estilo”. 

"A coleção já se encontra à venda em livrarias e paróquias, pretendendo juntar religião e cultura com “o prazer da descoberta e do conhecimento”.

“Os Santos foram homens e mulheres como nós, que marcaram a história pela forma heroica como viveram as virtudes”.

MULHER MÃE MARIA


Passa hoje um ano sobre o lançamento deste belo trabalho: "Mulher Mãe Maria" Cantar a Vida com o Coração. 
É por isso com muita alegria que lembramos o facto, aplaudimos, e mais uma vez damos os parabéns a todos os que incansavelmente fizeram nascer este projecto. Um CD cheio de inspiração, beleza e uma oração cantada que merece ser escutada muitas vezes.
Passe no SITE http://painosso.com/ hoje e sempre que desejar.💗

terça-feira, 30 de outubro de 2018

SÍNODO 2018: Delegados da CEP sublinham apostas no acompanhamento e valorização dos jovens

O presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios (CEVM), D. António Augusto de Azevedo, realça a consagração, no documento final da assembleia, de um “sentido mais alargado de vocação”.
(...)
O responsável da CEVM, também bispo auxiliar do Porto, destaca as implicações práticas desta abordagem “nos vários processos de amadurecimento na fé, de iniciação na fé, da Pastoral de Juventude nos vários âmbitos”.

“Esta dimensão vocacional não é uma dimensão secundária, não é um apêndice, não algo a acrescentar, mas algo de essencial, desde a origem”, sustenta.

D. António Augusto de Azevedo convida as comunidades católicas a acompanhar os jovens neste “processo de liberdade” para que cada um descubra o que só ele pode dar.

O presidente da CEVM precisa que um dos aspetos fundamentais de todo o Sínodo foi o reforço da necessidade do “acompanhamento”.

D. António Augusto Azevedo defende uma aposta na formação e na qualificação dos formadores, na consciência de que “todos os âmbitos da missão da Igreja têm por essência uma dimensão vocacional”.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

ORAÇÃO DE TAIZÉ

CONVITE a TODOS
Marca na tua agenda e no dia participa!

SÍNODO 2018

Para ver, ler e reflectir sobre tudo o que aconteceu.
Veja em

OUTUBRO EM ORAÇÃO

29 - Segunda - Semana do desarmamento - São Narciso

Por aqueles que carregam uma cruz pesada e por todos os que, junto deles, ajudam a aligeirar esse fardo.

Guião Missionário 
https://www.opf.pt/wp-content/uploads/2018/09/GUIAO18_19_final.pdf

A NOSSA CATEQUESE: E VÓS, QUEM DIZEIS QUE EU SOU?

A pergunta continua para nós hoje, 
aqui e agora.
Questionados e desafiados os adolescentes responderam
 cada qual ao seu jeito, e a ideia estava lá.
Saber que de facto Ele é Jesus de Nazaré, 
o Messias, o Filho de Deus.
E, por isso, lhe damos graças por tantas maravilhas.

Senhor, Vós me conheceis.
Vós sabeis quando me sento e me levanto,
conheceis à distância o meu próprio pensar.
Quer caminhe quer repouse, Vós o sabeis;
estais atentos a todos os meus passos.

Ainda a palavra não chegou à boca,
já a conheceis plenamente.
Estais à minha frente e atrás de mim.
sobre mim repousa a vossa mão. 

domingo, 28 de outubro de 2018

VIGÍLIA MISSIONÁRIA DIOCESANA

Segunda-feira, 21h30, Igreja dos Grilos, Porto
CONVITE à participação de todos.

OUTUBRO EM ORAÇÃO

28 - Domingo
Rezemos por todos os que têm responsabilidade na Igreja e na comunidade, para que desempenhem as suas tarefas com verdade e misericórdia.

Guião Missionário

NÓS SOMOS PESSOAS CEGAS, PROCURANDO POR LUZ

"Neste domingo, o Evangelho de Marcos apresenta a cura de Bartimeu, perto de Jericó, uma cidade do sul, perto do Mar Morto. Como Jesus, ele estava na estrada. Bem, não realmente na estrada, mas na beira da estrada. Sentado, ele estava implorando aos transeuntes uma pequena moeda ou qualquer pequena coisa que pudesse ajudá-lo a sobreviver. Ele passou seus dias sentado à beira da estrada, para que ele não se torne um incomodo e um obstáculo. Ele dependia da bondade daqueles que sentiam pena dele e ele não deveria exagerar e se tornar uma ocasião de tropeçar para os outros. À beira da estrada, ele viveu como alguém que dificilmente tem o direito de viver como se tivesse sido amaldiçoado. Cego, ele vive na escuridão, sem esperança de encontrar a luz. Podemos até imaginar que ele aceitou seu destino com resignação, sabendo que não há remédio para sua deficiência. No entanto, um dia tudo mudou. Ele teve sua chance e não permitiu que passasse, mas agarrou-a com todo o seu poder. Ouvindo um barulho estranho de uma multidão que passava, ele sentiu que algo estava acontecendo ou alguém muito especial estava passando. E ele perguntou. Uma vez que ele recebesse a resposta, ninguém poderia detê-lo. Cheio de esperança, gritou: "Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim". 

Este cego é o paradigma de todos nós que vivemos nas trevas, na beira da estrada, sem saber o caminho que nos leva à luz e à vida. Somos cegos e não podemos ver a luz que vem de Deus, dando sentido e significado às nossas vidas. Nesta sociedade moderna ou pós-moderna, nossa cegueira para com a presença de Deus e as maravilhosas obras de Deus estão se tornando cada vez mais profundas. Cheios de nós mesmos, ficamos à beira da estrada, incapazes de nos unir aos seguidores de Jesus. Como Bartimeu, precisamos gritar: "Senhor, tenha piedade de mim". E quando Jesus nos perguntar: "O que você quer que eu faça por você?", Nós responderemos: "Senhor, deixe-me ver." Sim, deixe-me ver a verdade e sentir seu amor. Posso encontrar a salvação em você. Posso encontrar significado e propósito para minha vida. Posso ver o caminho para te seguir.

DOMINGO XXX DO TEMPO COMUM - Ano B

SALMO RESPONSORIAL Salmo 125 (126), 1-2ab.2cd-3.4-5.6 (R. 3) 
Refrão: Grandes maravilhas fez por nós o Senhor, 
por isso exultamos de alegria.

Quando o Senhor fez regressar os cativos de Sião, 
parecia-nos viver um sonho. 
Da nossa boca brotavam expressões de alegria 
e dos nossos lábios cânticos de júbilo. 

Diziam então os pagãos: 
«O Senhor fez por eles grandes coisas». 
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor, 
estamos exultantes de alegria. 

Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos, 
como as torrentes do deserto. 
Os que semeiam em lágrimas 
recolhem com alegria. 

À ida vão a chorar, 
levando as sementes; 
à volta vêm a cantar, 
trazendo os molhos de espigas. 

O CEGO-DISCÍPULO DE JERICÓ

(...)
O Cego, excluído, GRITA por duas vezes. Quem grita é porque está longe e se quer fazer ouvir. Um Cego sente-se longe de Deus, da luz e da comunidade. Dizia assim a tradição religiosa e cultural daquele tempo e daquele espaço. Por isso, o Cego GRITA e volta a GRITAR. O conteúdo do seu GRITO é belo: «Filho de David, Jesus, FAZ-ME GRAÇA (eléêsón me). É quanto nós cantamos ainda Hoje, e Hoje devemos valorizar também este dizer: Kýrie eléêson! Significa, na sua letra, pedir ao Senhor que pegue maternalmente em nós ao colo, que maternalmente nos embale, que maternalmente olhe e sorria para nós!
(...)
Senhor Jesus, chama por nós, inclui-nos no teu amor, faz-nos graça, ilumina a nossa vida, torna-nos fiéis seguidores, atrás de Ti, no teu CAMINHO de LUZ.

D. António Couto 
https://mesadepalavras.wordpress.com/2018/10/27/o-cego-discipulo-de-jerico-3/

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

DIA DA COMUNIDADE: Rancho Folclórico de Vilar do Paraíso

Foi com chave de chave de ouro que encerrou este
Dia da Comunidade, com as danças e cantares que
o Rancho Folclórico de Vilar do Paraíso nos trouxe. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Um grande bem-haja! 💗

UM CAMINHO NOVO SE ABRE A NOSSOS PÉS

Barcas ao largo,
Corações ao alto,
Em pura sintonia com a alegria do Evangelho,
Ide!

Ide
E entrai em cada coração,
Semeai a paz,
Saboreai o pão que houver,
E que a mão de Deus vos der.

Não largueis nunca essa mão de amor.
É ela que vos guia
Rumo à alegria
Da messe e da missão.

Acolhe, Senhor, a minha prece
Por todos os que continuam a levar o teu amor
A toda a humanidade
E a fazer de cada coração
A casa mais bela da cidade.

D. António Couto

SÍNODO SAIU À RUA PARA PEREGRINAÇÃO DE JOVENS E BISPOS

O Vaticano promoveu hoje uma peregrinação que uniu bispos e jovens participantes no Sínodo 2018, num percurso de seis quilómetros, por caminhos de montanha e pelas ruas de Roma, até ao túmulo de São Pedro, onde foram recebidos pelo Papa.

D. Rino Fisichella, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização (Santa Sé), que organizou a iniciativa, explicou à Agência ECCLESIA que a peregrinação nasceu da ideia de mostrar “uma Igreja a caminho”, para levar o Sínodo à rua, num percurso que evoca a história das peregrinações, ao longo de todos os séculos do Cristianismo.

O arcebispo de Nampula (Moçambique), D. Inácio Saúre, referiu por sua vez que é “muito importante ter os bispos a caminhar junto com os jovens”.

“O destino desta peregrinação é o túmulo de Pedro e, como bispos, estamos juntamente com o sucessor de Pedro, o Santo Padre, junto do qual vamos fazer a nossa profissão de fé, para renovarmos a nossa comunhão”, observou.

Para D. Gabriel Mbilingui, arcebispo do Lubango (Angola), foi importante reavivar o sentido da peregrinação, “que afinal é um caminho”.

“No fundo, o Sínodo é caminhar, caminhar juntos, indo na mesma direção, com o apoio uns dos outros”, precisou, elogiando a recuperação do “espírito do Sínodo”, como momento para caminhar juntos e sentir-se “irmãos”, que têm Cristo como seu “guia”.

“É, sobretudo, ocasião para reavivar a minha vocação, enquanto bispo, e o meu espírito de comunhão, dentro desta chamada sinodalidade”, acrescentou.

O arcebispo angolano mostra-se satisfeito pelo trabalho já realizado em três semanas de reflexão sobre os jovens, “o símbolo da força, da energia, da alegria e da disponibilidade para seguir o Senhor”.

“O que nós fazemos, no fundo, nesta peregrinação é seguir o Senhor, no caminho que o leva à Cruz, que significa dom da própria vida, para a nossa salvação, é um caminho que deixa à própria Igreja”, concluiu.

OUTUBRO EM ORAÇÃO

26 - Sexta-feira
Semana do desarmamento - Sto. Evaristo
Pelos catequistas e por todos os que, 
nas comunidades cristãs,
se dedicam à formação 
para que sintam sempre a força do céu
 e a sabedoria do alto.
 
 
Nota: imagens momento de formação de catequistas, ontem, na Paróquia do Amial, com a presença de um pequeno grupo de catequistas da nossa Paróquia 

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

DIA DA COMUNIDADE

Alegria e festa com os escuteiros!

DIA DA COMUNIDADE: Tarde de Animação com os Escuteiros

Os nossos escuteiros "sempre alerta para servir", estiveram presentes neste Dia da Comunidade, e à tarde também ajudaram a animar todos os que se encontravam no recinto. 
Foi um momento muito bonito, de que também daremos conta em vídeo, para melhor nos apercebermos da brilhante actuação e interacção que os escuteiros proporcionaram. 
💗Muito obrigado pela vossa colaboração!