sexta-feira, 31 de agosto de 2012

ESTAI VIGILANTES!

«Vigiai porque não sabeis o dia nem a hora»
Mt 25, 1-13
A parábola das dez virgens é uma das mais célebres para ensinar a vigilância com que a Igreja espera o seu divino Esposo, Cristo Senhor. Esta parábola inspirou as palavras que são ditas quando se entrega a vela acesa ao que acaba de ser baptizado. Assim ele é convidado a manter-se vigilante até que o Senhor venha e o convide a entrar consigo para o banquete das núpcias eternas. A parábola não há-de ser escutada como aviso assustador, mas antes como convite para a festa nupcial, para as bodas das núpcias do Filho de Deus.
 

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A ÁGUA NA BÍBLIA

De 26 a 31 de agosto decorre em Estocolmo, na Suécia, a Semana Mundial da Água. Essencial à vida, a água está no centro de inúmeras narrativas históricas da Bíblia e em seu torno foram construídas imagens e alusões.


«Regarei as plantas do meu jardim e saciarei de água os meus canteiros. E eis que o meu curso de água se tornou um rio, e o meu rio se tornou um mar. (Ben-Sirá, 24)

http://www.snpcultura.org/agua_na_biblia.html

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

DOMINGO XXI DO TEMPO COMUM

«Para quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna»
Jo 6, 60-69
 
O discurso de Jesus sobre o Pão da Vida desiludiu muitos discípulos, que, por isso, se afastaram. Jesus tenta explicar o sentido espiritual das suas palavras, que, sem deixarem de dizer o que querem dizer, vão mais além do que aquilo que à primeira vista parecem dizer. Essas palavras são espírito e vida. São palavras que levam à fé. E é esta fé que S. Pedro acaba por professar. Assim, o discurso sobre o Pão da vida termina, como sempre as narrações de S. João, com um solene acto de fé.
 
Secretariado Nacional da Liturgia

VIRGEM SANTA MARIA, RAINHA

O Papa vincou hoje a relevância da piedade dos fiéis a Maria, no dia em que a Igreja Católica assinala a memória da Virgem evocada com o título de Rainha do céu e da terra.
“A devoção à Senhora é um elemento importante da vida espiritual”, afirmou Bento XVI ao receber os fiéis no pátio do Palácio Apostólico de Castel Gandolfo, residência pontifícia de férias, próxima de Roma.
Maria inspira-se na realeza de Cristo, feita de “humildade, serviço e amor”, pelo que a Virgem “é rainha no serviço a Deus e à humanidade”.
Na serenidade ou na escuridão da existência dirigimo-nos a Maria confiando-nos à sua contínua intercessão, para que o filho [Jesus] nos possa obter todas as graças e misericórdia necessárias para a nossa peregrinação ao longo das estradas do mundo”, disse. A Virgem “é a rainha do céu próxima de Deus, mas é também a mãe próxima de cada um de nós, que nos ama e escuta a nossa voz”.
 

sábado, 18 de agosto de 2012

É TEMPO DE RECORDAR... E AGRADECER A DEUS



5º Aniversário da Tomada de Posse
A 19 de Agosto de 2007, toda a comunidade da Paróquia de S. Pedro de Vilar do Paraíso, viveu com emotividade e muita alegria a tomada de posse, como Pároco, do Rev. Pe. Zé Manel, um filho da terra.
        
Hoje, recordando o passado, através das imagens desse dia, mas principalmente olhando o futuro, felicitamos o Rev. Pe. Zé Manel, por estes cinco anos à frente dos destinos da Paróquia e bem-haja por tudo quanto tem feito por esta comunidade.
Que Deus lhe dê sempre muita alegria para continuar connosco: celebrando, rezando, e semeando a Palavra para que a fé cresça, e o Reino de Deus se faça cada vez mais no meio de nós.  Parabéns e que venham mais cinco!
BENDIGAMOS AO SENHOR!
Agradecimentos à Paula de Duarte, pela cedência de imagens 

Domingo XX do Tempo Comum



A liturgia do 20º Domingo do Tempo Comum repete o tema dos últimos domingos: Deus quer oferecer aos homens, em todos os momentos da sua caminhada pela terra, o “pão” da vida plena e definitiva. Naturalmente, os homens têm de fazer a sua escolha e de acolher esse dom.
EVANGELHO Jo 6, 51-58
«A minha carne é verdadeira comida e
o meu sangue é verdadeira bebida»
Jesus reafirma que o objectivo final da sua missão é dar aos homens o “pão da vida”. Para receber essa vida, os discípulos são convidados a “comer a carne” e a “beber o sangue” de Jesus – isto é, a aderir à sua pessoa, a assimilar o seu projecto, a interiorizar a sua proposta. A Eucaristia cristã (o “comer a carne” e “beber o sangue” de Jesus) é um momento privilegiado de encontro com essa vida que Jesus veio oferecer.


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Assunção da Virgem Santa Maria

A 15 de Agosto, os católicos celebram solenemente, o facto ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado como dogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, e foi assim definido pelo Papa Pio XII em 1950: "A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial."
Esta é também a vitória de Maria, celebrada nesta festa da Assunção. Ela não obteve nenhuma medalha de ouro, nos jogos olímpicos; simplesmente está coroada de Doze estrelas, na fronte, por ter assumido e vencido, no seu papel de Mãe de Jesus e Mãe da Igreja.
Na sua Assunção, Maria diz-nos agora: Olhai: a minha vida era dom de mim mesma. E agora esta vida perdida, de entrega e serviço, alcança a verdadeira vida: a vida eterna, a vida plena, a vida repleta de sol, circundada pela luz de Deus.
A vida não se conquista, tomando-a para si, mas oferecendo-a e multiplicando-a, pelos outros.
É necessário dizer não à cultura amplamente dominante da morte, que se manifesta, por exemplo, na droga, na fuga do real para o ilusório, para uma felicidade falsa, que se expressa na mentira, no engano, na injustiça, no desprezo do próximo e dos que mais sofrem; que se exprime numa sexualidade que se torna puro divertimento, sem responsabilidade e desvaloriza o nosso corpo, que é templo do Espírito Santo.
A Assunção da Virgem Maria representa a fé da Igreja na obra da redenção. Entre as formas de redenção a Igreja reconhece uma forma radical de redenção: Unida ao Filho na vida e na morte, a Igreja sabe que Maria foi associada à glória do Filho Ressuscitado.
A Assunção é a Páscoa de Maria. Criatura da nossa raça e condição, Mãe da Igreja, a Igreja olha para Maria como figura do seu futuro e da sua pátria.
Só Deus pode dar uma recompensa justa aos serviços prestados aqui na terra; só ele pode tirar toda dor, enxugar todas as lágrimas, encher nossa vida de alegria.
A festa da Assunção de Maria faz-nos crer que a vocação da humanidade é chegar à plena realização e à vitória definitiva sobre todas as mortes, porque o Senhor renova em nós a aliança e dá-nos um novo sentido para a nossa vida.

Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

Fonte: Internet

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Hoje, Cantamos!

Ó Senhora da Azinheira
Percorrei a terra inteira
Segui os nossos caminhos,
Percorrei a terra inteira
Ó mãe das nossas esperanças,
Senhora das pombas mansas,
Senhora dos pastorinhos.
Os caminhos da Senhora,
Universal peregrina,
São os mesmos de seu Filho
Nas terras da Palestina

Penitência e oração
Não é mensagem de agora:
Foi o caminho primeiro
Que Jesus pregou outrora!

As crianças inocentes
Pedem bênçãos e consolo;
Virgem Mãe dos pastorinhos,
Deixa-as subir ao teu colo.

Tantas almas há ceguinhas,
Há tantas almas sem luz
Vai, senhora, iluminá-las
Como aos cegos fez Jesus.

Mundo em fora, em toda a parte
Vagueia a ovelha perdida:
Toma-a, Senhora, em teus braços,
P’ra sempre lhe dá guarida.

domingo, 12 de agosto de 2012

Domingo XIX do Tempo Comum

SALMO RESPONSORIAL Salmo 33 (34), 2-3.4-5.6-7.8-9 (R. 9a)
Refrão: Saboreai e vede como o Senhor é bom.

A toda a hora bendirei o Senhor,
o seu louvor estará sempre na minha boca.
A minha alma gloria-se no Senhor:
escutem e alegrem-se os humildes.

Enaltecei comigo o Senhor
e exaltemos juntos o seu nome.
Procurei o Senhor e Ele atendeu-me,
libertou-me de toda a ansiedade.

Voltai-vos para Ele e ficareis radiantes,
o vosso rosto não se cobrirá de vergonha.
Este pobre clamou e o Senhor o ouviu,
salvou-o de todas as angústias.

O Anjo do Senhor protege os que O temem
e defende-os dos perigos.
Saboreai e vede como o Senhor é bom:
feliz o homem que n’Ele se refugia.

sábado, 11 de agosto de 2012

EUCARISTIA, das Festas Bom Jesus do Monte e S. Caetano

Decorreram no passado fim-de-semana, as festas em honra do Bom Jesus do Monte e de São Caetano.
A Eucaristia de domingo, presidida pelo Rev. Pe. Zé Manel, por quem louvamos ao Senhor, pelo dom da vida, pois era o dia do seu aniversário, teve como concelebrante o Rev. Pe. Eduardo Daniel, sendo também este o pregador.
A Eucaristia de segunda-feira, presidida pelo Rev. Pe. Eduardo Daniel, concelebrada pelo Rev. Padre Zé Manel, que foi o pregador neste dia dedicado a São Caetano, mas também por feliz coincidência a festa da Transfiguração do Senhor.
A presença dos Srs. Diáconos, Celestino e Angélico, acólitos, o coro, formado por elementos de todos os grupos corais da paróquia, toda a comissão de festas, autoridades civis e uma grande número de fiéis, deram as estas grandiosas festas o brilho da tradição, mas principalmente da grande fé e emoção com que foram vividas.
Que o Bom Jesus do Monte e São Caetano recompensem e abençoem, todos os que durante um ano trabalharam arduamente para que a festa fosse realizada.

Mais imagens em
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.341239035961691.81279.100002267931067&type=1&l=4bc4106c8a

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

ORAÇÃO AO BOM JESUS DO MONTE

 Bom Jesus do Monte, divino amigo de todos,
olhai para nós e dai-nos o pão de cada dia,
ajudai aqueles que não têm trabalho,
nem tecto e estão prestes a perder a esperança.
Ajudai-nos a ser firmes na fé;
e fieis aos vossos mandamentos.
Defendei-nos dos perigos e do pecado;
perdoai-nos, pela dureza do nosso coração e
pelo esquecimento de olhar o outro como irmão.
Dá-nos em cada dia força para continuar;
oferecendo-Te o nosso trabalho, alegrias e dores.
Dá-nos tempo para parar e contemplar,
meditar na Tua Palavra e rezar.
Bom Jesus do Monte, concedei a toda a comunidade
a vossa bênção e a alegria de vos conhecer e amar,
com ternura e alegria, na doce luz da Eucaristia.
Ámen.

 Oração adaptada

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Festa de S. Caetano

Cantai ao Senhor um cântico novo,
cantai ao Senhor, terra inteira,
cantai ao Senhor, bendizei o seu nome.

Anunciai dia a dia a sua salvação,
publicai entre as nações a sua glória,
em todos os povos as suas maravilhas.

Dai ao Senhor, ó família dos povos,
dai ao Senhor glória e poder,
dai ao Senhor a glória do seu nome.

Dizei entre as nações: «O Senhor é Rei»,
sustenta o mundo e ele não vacila,
governa os povos com equidade.
 

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

ORAÇÃO

ORAÇÃO
Senhor nosso Deus,
que destes ao presbítero São Caetano
a graça de imitar o género de vida dos Apóstolos,
concedei nos que, mediante a sua intercessão e exemplo,
ponhamos sempre em Vós a nossa confiança 
e busquemos sem desfalecer o vosso reino.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo.
Ámen.

S. Caetano, Presbítero

S. CAETANO

Nasceu em Vicenza no ano 1480. Estudou direito em Pádua e, depois de ter sido ordenado sacerdote, fundou em Roma a Congregação de Clérigos Regulares, chamados Teatinos, com o fim de promover o apostolado, e propagou a no território de Veneza e no reino de Nápoles. S. Caetano distinguiu se pela sua vida de oração e pela prática da caridade. Morreu em Nápoles no ano 1547.

Bom Jesus do Monte - 2012

Bendito seja Deus,
Pai de nosso Senhor Jesus Cristo,
que do alto do céu nos abençoou
com todas a bênção espirituais em Cristo.
Ele nos escolheu, antes da criação do mundo,
para sermos santos e irrepreensíveis,
em caridade, na sua presença.
Ele nos predestinou, de sua livre vontade,
para sermos seus filhos adoptivos, por Jesus Cristo,
para que fosse enaltecida a glória da sua graça,
com a qual nos favoreceu em seu amado Filho;
n’Ele temos a redenção, pelo seu Sangue,
a remissão dos pecados,
segundo as riquezas da sua graça,
que Ele nos concedeu em abundância
com plena sabedoria e inteligência,
deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade:
segundo o beneplácito que n’Ele de antemão estabelecera,
Para se realizar na plenitude dos tempos:
instaurar todas as coisas em Cristo,
tudo o que há nos céus e na terra.

Efésios 1, 3-10
 

domingo, 5 de agosto de 2012

Graças, Senhor, pelo Dom da VIDA!

Hoje é o dia do Bom Jesus do Monte, e toda a comunidade se reúne à volta da mesa da Palavra e do Pão.
Na alegria deste dia, festejamos também o aniversário natalício do nosso pároco, Rev. Padre Zé Manel. Para ele, as nossas felicitações, o nosso carinho e a nossa oração pela continuação de uma vida longa, com saúde e muita alegria em todos os caminhos que Deus lhe destinar.
Muitos Parabéns!
E cantamos:

A ti, meu Deus, elevo o meu coração,
Elevo as minhas mãos, meu olhar, minha voz.
A ti meu Deus, eu quero oferecer,
Meus passos e meu viver,
Meus caminhos, meu sofrer!
 
A tua ternura, Senhor, vem-me abraçar,
E a tua bondade infinita me perdoar.
Vou ser o teu seguidor, e te dar o meu coração.
Eu quero sentir o calor das tuas mãos.

 A ti, meu Deus, que és bom e que tens amor,
Ao pobre e ao sofredor, vou servir, e esperar.
Em ti, Senhor, humildes se alegrarão,
Cantando a nova canção
De esperança e de paz!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

É Festa e Cantamos!

SALMO RESPONSORIAL Salmo 77 (78), 3.4bc.23-24.25.54 (R. 24b )
Refrão: O Senhor deu-lhes o pão do céu.

Nós ouvimos e aprendemos,
os nossos pais nos contaram
os louvores do Senhor e o seu poder
e as maravilhas que Ele realizou.

Deu suas ordens às nuvens do alto
e abriu as portas do céu;
para alimento fez chover o maná,
deu-lhes o pão do céu.

O homem comeu o pão dos fortes!
Mandou-lhes comida com abundância
e introduziu-os na sua terra santa,
na montanha que a sua direita conquistou.