Faça o seu DONATIVO à Paróquia de São Pedro de Vilar do Paraíso. IBAN PT50 0018 000010163256001 75 (Fábrica da Igreja Vilar do Paraíso). Se desejar recibo para efeitos de IRS, envie e-mail para: parocovp@gmail.com. Muito obrigado!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

ENCERRAMENTO DO MÊS DE MARIA

No Domingo, 30 de Maio, será feito o encerramento do mês de Maria, na Capela de S. Martinho, pelas 21h30. Para marcar este final, após a recitação do terço, será projectado o filme: 13º DIA, baseado nas memórias da Irmã Lúcia, sobre as aparições de Fátima. Todos estão CONVIDADOS.

Segunda, 31 de Maio, vamos marcar presença no Porto, acompanhando a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, na grande procissão de velas que se formará na Igreja da Lapa às 21h00.

FESTA DO ENVIO

"O Espírito do Senhor, / Encheu todo o Universo. / Ele que tudo possui, / Conhece todas as línguas. / ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA!"
Na Igreja Paroquial, decorada a preceito, os nossos adolescentes que completarem dez anos de itinerário catequético, celebraram a Festa do Envio. 
É, sem dúvida, um grande desafio chegar até este dia, não só para os catequizandos como também para os catequistas.
Mas, o que importa hoje é: enaltecer o grupo que se esforçou e venceu muitas das solicitações que o impeliam para outros caminhos!
Venceram a prova! Por isso, que os dons do Espírito Santo se multipliquem nos seus corações, para que, homens e mulheres de amanhã, contribuam para a construção de uma nova sociedade, baseada nos valores do Evangelho. 
"Aclamai o Senhor a terra inteira. / Cantai a glória do seu nome, Aleluia, Aleluia. / Rendei-lhe um louvor glorioso. Dizei-lhe:/ admiráveis, são as vossas obras, Aleluia, Aleluia."
IDE, E ANUNCIAI!

CELEBRAÇÃO DAS BEM-AVENTURANÇAS

Esta celebração tem sido, tradicionalmente feita na Capela de S. Caetano. Uma vez que esta se encontra em obras, o Rev. Padre Zé Manel, achou por bem fazer esta celebração na Capela de S. Martinho, 9h30, a mesma hora que seria se fosse em S. Caetano. O grupo do 7º. ano rejubilou com a ideia e, prepararam uma celebração simples mas muito significativa, em que tudo decorreu primorosamente!
A mesa previamente preparada para o ofertório solene, com os símbolos próprios desta celebração.
E um grupo bastante grande que esteve à "altura" do acontecimento, embora lhes custasse um bocadinho canta...
Os símbolos trazidos ao altar, no Ofertório, despertam sempre muita curiosidade, mas fazem também com que a celebração fique mais viva e participada. 
No final, uma ideia bonita e original: entrega das Bem-Aventuranças dentro de um pequeno baú, para recordar pela vida fora este dia especial.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

EUCARISTIA COM A CATEQUESE: UMA FESTA!

No dia 8 de Maio, pelas 16h00, na Capela de S. Martinho, foi celebrada a Eucaristia com a catequese. E, no mês de Maria, era incontornável a presença da nossa Mãe do Céu.
Esta Eucaristia foi celebrada pelo Padre Luís Vieira, missionário da Boa Nova, que com a sua música animou toda a catequese presente na Capela de S. Martinho. 
As crianças sempre participativas levaram símbolos no ofertório, bem como o Pão e Vinho imprescindíveis à celebração. 
  
É de fraternidade e amor que nos falam os Padres Missionários da Boa Nova, quando partilham os seus testemunhos de vida, impressionantes e bonitos.
Fazer passar a mensagem de Jesus Cristo, pela música é, desde há vários, anos a missão do Padre Luís Vieira, que conta com uma discografia apreciável de vários CDs editados. 
  
Nesta celebração com uma  assembleia maioritariamente infantil presente na Eucaristia, teve uma adesão extraordinária sempre que solicitada para cantar, bater palmas e uma vontade enorme de continuar a participar e a ouvir mais!
É muito bonito este dom do Padre Luís Vieira e, bem podemos dizer, que os frutos são visíveis na alegria de quem participou na Eucaristia. 
Pedimos a Deus para que o Padre Luís possa estar no meio de nós muitas vezes celebrando e cantando: A minha vida é um barco / que anda no mar / a tempestade balança / mas Deus não deixa virar!

domingo, 23 de maio de 2010

VISITA DO PAPA: Tempo de Despedida

«Teria acedido de boa vontade ao convite para prolongar a minha permanência na vossa cidade, mas não me é possível», disse o Papa a partir da varanda do edifício da Câmara Municipal.
Após agradecer o acolhimento “festivo e cordial” que lhe foi oferecido pela população da “Cidade da Virgem”, o Papa dirigiu uma menção especial às universidades do Porto, cujos estudantes expressaram a sua “gratidão e adesão ao magistério do Sucessor de Pedro”. Durante a sua passagem pelo edifício da autarquia, o Papa recebeu da diocese do Porto e da Universidade Católica Portuguesa uma t-shirt que permite acompanhar os batimentos do coração através de um dispositivo electrónico que armazena os dados de forma contínua.
Na mesma altura, a Universidade do Porto e a diocese ofereceram a Bento XVI uma guitarra em fibra de carbono, concebida com tecnologia de ponta.
Os universitários ofereceram também ao Papa uma pasta com as cores dos cursos da Academia do Porto e uma capa de estudante.  Fonte: www.agencia.ecclesia.pt
Até à partida de Sua Santidade, para o aeroporto, ninguém arredou pé! Foram aos milhares os que continuaram a acompanhar, saudar e fotografar o Papa. 
A multidão que estas fotos documentam, não parava de cantar e saudar o Santo Padre, que até parecia surpreendido com tão caloroso acolhimento! Até um dia, Santo Padre! Boa Viagem até Roma!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

O PAPA NO PORTO: Celebração da Eucaristia

"Tornai-vos comigo testemunhas da Ressurreição de Jesus Cristo. Na realidade, se não fordes vós as suas testemunhas no próprio ambiente, quem o será em vosso lugar?”. Bento XVI
"Um dos maiores embelezamentos artísticos numa celebração solene, para além da estética das flores, é a música litúrgica que ajuda a melhor viver e interiorizar o Sacramento."

"O programa musical desta concelebração, sendo organista Filipe Veríssimo, constituiu-se por: Prelúdio em Mi bemol Maior de J.S. Bach, Hino Pontifício de Ch. Gounod, “Tu és Pedro” de A.F. Santos, “Tu es Petrus” de G.P. Palestrina (cântico de Entrada), “Kyrie” e “Gloria” da Missa de Angelis, Salmo responsorial de A.F. Santos (cantado pelo tenor Vítor Sousa), Aclamação ao Evangelho de A.F. Santos, “Sicut cervus” de G.P. Palestrina (Ofertório), “Sanctus” e “Agnus Dei” da Missa de Angelis, “Ubi caritas” em gregoriano seguido do motete “Ubi caritas” de M. Duruflé mais “Nós somos as pedra vivas” de A.F. Santos (Comunhão) e “Hino da Missão” de A.F. Santos (Final)."
A direcção do pequeno coro (Coro da Catedral do Porto e Coro Polifónico da Igreja da Lapa) pertenceu ao maestro Eugénio Amorim enquanto a direcção geral e da assembleia esteve a cargo do Cón. A. Ferreira dos Santos.
A Oração Universal abraçou as áreas pastorais da Igreja local, ao ser proposta por seis directores de alguns Secretariados Diocesanos (Catequese, Ensino da Igreja nas Escolas, Pastoral da Cultura, Pastoral Familiar, Pastoral da Saúde e Pastoral Social e Caritativa). De seguida, a apresentação e entrega dos dons a Bento XVI fez-se por leigos, duas religiosas, quatro crianças escutistas e dois estudantes universitários africanos. A VP falou anteontem com uma das religiosas – a doroteia Ir. Rosa Sá (do Externato N.ª Senhora da Paz, Porto) – que teve a graça desse momento. Testemunhou “ainda não ter caído na realidade dessa oportunidade, dado que foi um privilégio único na minha vida estar diante do maior representante de Deus na Terra, diante de Quem não sou digna. Ainda germina em mim esse momento, que certamente jamais irei repetir!”. Na comunhão eucarística, trinta pessoas puderam comungar das mãos do Santo Padre, a exemplo do que acontecera em Lisboa e Fátima."
Voz Portucalense - André Ruben Rangel
"A Vossa presença e a Vossa palavra, Santo Padre, trazem-nos conforto, alegria e ânimo. Por tudo agradecemos a Deus o dom da Vossa vida e o grande acerto do Vosso exercício ministerial, a bem da Igreja e do mundo. No coração desta cidade, pulsará agora o coração eucarístico de Cristo, vida a todos oferecida. Como Pedro, sois Vós agora o primeiro a amá-Lo e a confessá-Lo. Assim nos reforçareis a todos, no mesmo afecto e missão. - Obrigado, Santo Padre!”.
D. Manuel Clemente
Na cidade Invicta, em estrutura montada em frente ao belíssimo edifício da câmara municipal a Eucaristia foi o Grande Encontro dos Cristãos, unidos a Cristo e ao Santo Padre em Comunhão e Oração.
A imensa multidão que enchia e coloria toda a praça e ruas que a ela levavam, juntos e  irmanados em: "uma só Fé, um só Senhor e só Baptismo."
Ainda que o Altar estivesse distante, e toda a Celebração tivesse sido seguida em grande parte pelos ecrãs gigantes colocados para o efeito, a atenção e devoção dos presentes não foi afectada.
Gerou-se um verdadeiro espírito de união que a todos envolveu na mística daquela Eucaristia. Foi uma experiência bonita que me faz sentir que a vivência da fé não é um acto isolado e sem graça, mas sim a alegria, a partilha e a fraternidade em unidade com o próximo!
Reconfortante: a beleza do momento, a espiritualidade reforçada pela Palavra e o Pão, vividas em pleno com toda esta envolvência e gratidão pela visita do Papa Bento XVI
  
De realçar a presença do Diácono Celestino bem junto do Papa que vemos em várias imagens. Momento sem que ele sem dúvida jamais esquecerá, bem como todos os que tiveram o privilégio de estar aqui.
Imagens: Pe. Zé Manel, Sérgio Mota e M. Miranda

O PAPA NO PORTO - III - " Banho de multidão"


Confirmaram-se as palavras do Bispo do Porto, D. Manuel Clemente, quando afirmou que o Papa Bento XVI seria muito bem recebido, tinha «garantido» um banho de multidão e a visita seria coroada de êxito!


Na Praça General Humberto Delgado, aguarda-se a chegada do Papa. Uma imensa multidão de fiéis que não arredou pé durante várias horas, na esperança de conseguir ver Bento XVI, o mais próximo possível.

O entusiasmo de gente de todas as idades que esperava o Santo Padre na Rua Duque de Loulé era bem visível.

Na "sala de visitas" da cidade do Porto cujo trajecto foi percorrido duas vezes, a alegria era efusiva, e os aplausos constantes como saudação ao Santo Padre, enquanto se ouvia "Viva o Papa"! 
Foi com esta frase que os fiéis ovacionaram Bento XVI, com o carinho de quem recebe um amigo.

Imagens da Praça Gen. Humberto Delgado, Avenida dos Aliados e Praça da Liberdade, que agradecemos  a Sérgio Mota, documentam a confirmação do "banho" de multidão que brindou o Papa, nesta sua visita ao Porto!