segunda-feira, 31 de maio de 2010

VISITAÇÃO DE NOSSA SENHORA







Esta tarde, na Igreja da Lapa, o Rev. Padre Jorge, dizia que:

"Outrora, Maria, cheia de preocupação, correu a visitar sua prima Isabel não estivesse ela a precisar de ajuda. Hoje, também nós corremos para estar com Maria, saúda-la e pedir-lhe protecção e paz para o mundo inteiro.


VIRGEM PEREGRINA NO PORTO

Esta é a imagem da Virgem Peregrina, que já se encontra na Igreja da Lapa e logo à noite sairá em procissão até à Sé do Porto. Inúmeras pessoas têm acorrido àquela Igreja, para rezar e estar junto de Nossa Senhora.
Entre as 14h00 e as 15h00, várias dezenas de fiéis da Vigararia de Gaia Norte, sob orientação do Padre Jorge, da Paróquia de Mafamude, estiveram ali a recitar o terço, cantar e a louvar a Deus através de Nossa Senhora.
Logo à noite será certamente uma imagem única de «Luz na Cidade da Virgem», com os milhares de pessoas que se prevê participem na procissão.

sábado, 29 de maio de 2010

SANTÍSSIMA TRINDADE - Ano C

«Tenho ainda muitas coisas para vos dizer»


Comemoramos hoje a Solenidade da Santíssima Trindade. É grande este mistério de um Deus em três pessoas distintas. Contemplemos este mistério, o compromisso de Deus de estar sempre presente no meio de nós, que multiplicou para melhor demonstrar o seu amor, como Pai, Filho e Espírito Santo. Deus não é uma única pessoa, mas uma comunidade, uma família. Conheceremos melhor o nosso Deus se nos sentirmos amados pelo seu amor incondicional. E tanto nos amou, tal é o seu compromisso de nunca nos deixar sós que multiplicou (não dividiu) o seu amor por três.








ORAÇÃO
Sei, Senhor, que tens tantas outras coisas para me dizer; sei que tenho ainda tanto a aprender de ti. Sei, também, que não te é fácil falares comigo, porque não consigo assimilar a grandeza dos teus projectos, não consigo acompanhar-te no amor, nem imitar a tua doação. No entanto tens ainda tanto para me dizer. Hoje baixo os braços, baixo os olhos, baixo os sons à minha volta… para ouvir-te. “Fala-me, Senhor, que o teu servo escuta”. Fala-me do que tens reservado para mim, fala-me do que esperas de mim, fala-me como amar-te mais, como amar os irmãos.
Lectio Divina - Sérgio Paulo Pinto

sexta-feira, 28 de maio de 2010

ENCERRAMENTO DO MÊS DE MARIA
...
No Domingo, 30 de Maio, será feito o encerramento do mês de Maria, na Capela de S. Martinho, pelas 21h30. Para marcar este final, após a recitação do terço, será projectado o filme: 13º DIA, baseado nas memórias da Irmã Lúcia, sobre as aparições de Fátima. A não perder!

Segunda, 31 de Maio, vamos marcar presença no Porto, acompanhando a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, na grande procissão de velas que se formará na Igreja da Lapa às 21h00.

FESTA DO ENVIO

23 de Maio





O Espírito do Senhor,
Encheu todo o Universo.
Ele que tudo possui,
Conhece todas as línguas.
ALELUIA! ALELUIA!
ALELUIA! ALELUIA!












Na Igreja Paroquial, decorada a preceito, os nossos adolescentes que completarem dez anos de itinerário catequético, celebraram a Festa do Envio. É, sem dúvida, um grande desafio chegar até este dia, não só para os catequizandos como também para os catequistas.
Mas, o que importa hoje é: enaltecer o grupo que se esforçou e venceu muitas das solicitações que o impeliam para outros caminhos!




Venceram a prova! Por isso, que os dons do Espírito Santo se multipliquem nos seus corações, para que, homens e mulheres de amanhã, contribuam para a construção de uma nova sociedade, baseada nos valores do Evangelho.










IDE, E ANUNCIAI!






AS FESTAS NA CATEQUESE
...

Estamos a viver o tempo "forte" das celebrações festivas que fazem parte do itinerário catequético. Ainda que por "norma" as festas sejam na recta final do ano, não é "obrigatório" que assim seja. E, há celebrações muito bonitas e marcantes que acontecem pouco depois do ano se iniciar. Recordamos por exemplo: A Festa do Acolhimento, Celebração do Compromisso e Celebração da Luz (ver blog em Janeiro). Este mês já decorreram: Celebração das Bem-Aventuranças, a 16 de Maio, e Festa do Envio, a 23 de Maio. A todos os que já fizeram as "suas" festas, muitos parabéns e, a continuação de boa catequese, porque, é bom não esquecer que a Festa não é o fim da catequese! A caminhada continua!



CELEBRAÇÃO DAS BEM-AVENTURANÇAS


16 de Maio

Esta celebração tem sido, tradicionalmente feita na Capela de S. Caetano. Uma vez que esta se encontra em obras, o Rev. Padre Zé Manel, achou por bem fazer esta celebração na Capela de S. Martinho, 9h30, a mesma hora que seria se fosse em S. Caetano. O grupo do 7º. ano rejubilou com a ideia e, prepararam uma celebração simples mas muito significativa, em que tudo decorreu primorosamente!


Mesa preparada para o ofertório solene, com os símbolos próprios desta celebração.

Um grupo bastante grande, que esteve à "altura" do acontecimento!

Custou-lhes um bocadinho a cantar... porque os símbolos despertavam mais curiosidade...















No final, uma ideia bonita e original: entrega das Bem-Aventuranças dentro de um pequeno baú, para recordar pela vida fora este dia especial.

terça-feira, 25 de maio de 2010

FESTIVAL DE COR E ALEGRIA

Realizou-se no passado dia 16 de Maio, o cortejo da zona norte da freguesia, que se revestiu de grande colorido e animação. A catequese desfilou com o tema da Missão 2010, em que cada ano a "vestiu" uma cor e apresentou de forma imaginativa, o tema que cada mês sugeria. O desfile terminou em frente da Capela de S. Martinho, onde os vários anos se foram posicionando à volta do "mundo" e de um coração - feito pelas crianças mais pequenas - que se foi enchendo com outras crianças, segurando algumas delas um terço. Uma chave simbolicamente permitiu a abertura do coração, festejada com o lançamento de confetes, o que deliciou os mais pequenos.


Apresentamos neste pequeno vídeo os momentos mais significativos deste cortejo, que nos dão uma ideia de como se viveu esta tarde de festa, cor e alegria, em que até o sol nos brindou com a sua companhia! A todos os que contribuíram, organizaram e participaram nos cortejos, aqui fica uma palavra de gratidão por tudo o que foi feito. Muito obrigada!



segunda-feira, 24 de maio de 2010

O ESPÍRITO QUE TUDO PODE


Acabámos de viver o Pentecostes e voltámos ao Tempo Comum da Liturgia da Igreja. O Pentecostes irrompe com toda a força, embora silenciosa, dos Dons. Esta segunda-feira da VIII semana apresenta-nos o texto do jovem rico. A ele, Jesus responde que ao homem não é possível entrar no reino de Deus por si próprio, mas a Deus tudo é possível.
Com esta proposta de reflexão, a Palavra de Deus vem-nos ajudar a perceber o acontecimento do Espírito como um evento para toda a história, no tempo. Precisamos d'Ele para além da celebração, como a respiração que é essencial ao nosso viver físico. A vocação cristã necessita dos dons do Espírito de Deus não só para sobreviver, mas para viver em interacção com a vontade de Deus, para o bem dos irmãos.

Viva o Espírito Santo!
Vivam o Pai e o Filho que no-Lo deram!
Vivamos nós com o auxílio dos Seus dons!




EUCARISTIA COM A CATEQUESE
Uma Festa!
No dia 8 de Maio, pelas 16h00, a Eucaristia foi celebrada pelo Padre Luís Vieira, que com a sua música, animou toda a catequese presente na Capela de S. Martinho.
Maio: no mês de Maria, era incontornável a presença da nossa Mãe do Céu.

É de fraternidade e amor que nos falam os Padres Missionários da Boa Nova, quando partilham os seus testemunhos de vida, impressionantes e bonitos.

Fazer passar a mensagem de Jesus Cristo, pela música é, desde há vários, anos a missão do Padre Luís Vieira, que conta com uma discografia apreciável de vários CDs editados.

A assembleia maioritariamente infantil presente na Eucaristia, teve uma adesão extraordinária sempre que solicitada para cantar, bater palmas e uma vontade enorme de continuar a participar e a ouvir mais!


É muito bonito este dom do Padre Luís Vieira e, bem podemos dizer que os frutos são visíveis na alegria de quem participou na Eucaristia. Por isso, pedimos a Deus, para que o Padre Luís, possa estar no meio de nós muitas vezes, cantando: A minha vida é um barco /que anda no mar/a tempestade balança/ mas Deus não deixa virar!


domingo, 23 de maio de 2010

VISITA DO PAPA V
"A DESPEDIDA"
...
«Teria acedido de boa vontade ao convite para prolongar a minha permanência na vossa cidade, mas não me é possível», disse o Papa a partir da varanda do edifício da Câmara Municipal.
Após agradecer o acolhimento “festivo e cordial” que lhe foi oferecido pela população da “Cidade da Virgem”, o Papa dirigiu uma menção especial às universidades do Porto, cujos estudantes expressaram a sua “gratidão e adesão ao magistério do Sucessor de Pedro”. Durante a sua passagem pelo edifício da autarquia, o Papa recebeu da diocese do Porto e da Universidade Católica Portuguesa uma t-shirt que permite acompanhar os batimentos do coração através de um dispositivo electrónico que armazena os dados de forma contínua.
Na mesma altura, a Universidade do Porto e a diocese ofereceram a Bento XVI uma guitarra em fibra de carbono, concebida com tecnologia de ponta.
Os universitários ofereceram também ao Papa uma pasta com as cores dos cursos da Academia do Porto e uma capa de estudante.









Até à partida de Sua Santidade, para o aeroporto, ninguém arredou pé! Foram aos milhares os que continuaram a acompanhar, saudar e fotografar o Papa. A multidão que estas fotos documentam, não parava de cantar e saudar o Santo Padre, que até parecia surpreendido com tão caloroso acolhimento!

sábado, 22 de maio de 2010

DOMINGO DE PENTECOSTES - Ano C
«O Espírito Santo vos ensinará tudo»
Jo 14, 15-16.23a-26


No Domingo de Pentecostes celebramos o grande dom da Páscoa, o dom do Espírito Santo. O que celebramos e vivemos nas últimas sete semanas tem, agora, o seu ponto culminante. O anúncio da ressurreição de Cristo continua a ser aquilo que é mais importante que deve ser recebido por cada um como dom. A Igreja foi constituída com a vinda do Espírito Santo; cada um de nós pode acolhê-lo pela fé; os cristãos estão no mundo, fortalecidos pelo Paráclito: tudo isto é dom. A promessa da vinda do Consolador; a vinda do Pai e do Filho na alma do discípulo que acredita; a presença de uma mestre, que é o Espírito Santo, mediante o qual o ensinamento de Jesus não cessará.
Pe. Sílvio Faria sdb

quarta-feira, 19 de maio de 2010

O PAPA NO PORTO - IV
...
E U C A R I S T I A


"Tornai-vos comigo testemunhas da Ressurreição de Jesus Cristo. Na realidade, se não fordes vós as suas testemunhas no próprio ambiente, quem o será em vosso lugar?”.

Bento XVI

Vivência litúrgica da Eucaristia


"Um dos maiores embelezamentos artísticos numa celebração solene, para além da estética das flores, é a música litúrgica que ajuda a melhor viver e interiorizar o Sacramento. O programa musical desta concelebração, sendo organista Filipe Veríssimo, constituiu-se por: Prelúdio em Mi bemol Maior de J.S. Bach, Hino Pontifício de Ch. Gounod, “Tu és Pedro” de A.F. Santos, “Tu es Petrus” de G.P. Palestrina (cântico de Entrada), “Kyrie” e “Gloria” da Missa de Angelis, Salmo responsorial de A.F. Santos (cantado pelo tenor Vítor Sousa), Aclamação ao Evangelho de A.F. Santos, “Sicut cervus” de G.P. Palestrina (Ofertório), “Sanctus” e “Agnus Dei” da Missa de Angelis, “Ubi caritas” em gregoriano seguido do motete “Ubi caritas” de M. Duruflé mais “Nós somos as pedra vivas” de A.F. Santos (Comunhão) e “Hino da Missão” de A.F. Santos (Final).

















A direcção do pequeno coro (Coro da Catedral do Porto e Coro Polifónico da Igreja da Lapa) pertenceu ao maestro Eugénio Amorim enquanto a direcção geral e da assembleia esteve a cargo do Cón. A. Ferreira dos Santos.




A Oração Universal abraçou as áreas pastorais da Igreja local, ao ser proposta por seis directores de alguns Secretariados Diocesanos (Catequese, Ensino da Igreja nas Escolas, Pastoral da Cultura, Pastoral Familiar, Pastoral da Saúde e Pastoral Social e Caritativa). De seguida, a apresentação e entrega dos dons a Bento XVI fez-se por leigos, duas religiosas, quatro crianças escutistas e dois estudantes universitários africanos. A VP falou anteontem com uma das religiosas – a doroteia Ir. Rosa Sá (do Externato N.ª Senhora da Paz, Porto) – que teve a graça desse momento. Testemunhou “ainda não ter caído na realidade dessa oportunidade, dado que foi um privilégio único na minha vida estar diante do maior representante de Deus na Terra, diante de Quem não sou digna. Ainda germina em mim esse momento, que certamente jamais irei repetir!”. Na comunhão eucarística, trinta pessoas puderam comungar das mãos do Santo Padre, a exemplo do que acontecera em Lisboa e Fátima."



Voz Portucalense - André Ruben Rangel






..."A Vossa presença e a Vossa palavra, Santo Padre, trazem-nos conforto, alegria e ânimo. Por tudo agradecemos a Deus o dom da Vossa vida e o grande acerto do Vosso exercício ministerial, a bem da Igreja e do mundo. No coração desta cidade, pulsará agora o coração eucarístico de Cristo, vida a todos oferecida. Como Pedro, sois Vós agora o primeiro a amá-Lo e a confessá-Lo. Assim nos reforçareis a todos, no mesmo afecto e missão. - Obrigado, Santo Padre!”.



D. Manuel Clemente



Na Invicta, a Eucaristia foi o Grande Encontro dos Cristãos, unidos a Cristo e ao Santo Padre em Comunhão e Oração.

Do lugar onde participei, todos os que ali se encontravam, estavam irmanados em: uma só Fé, um só Senhor e só Baptismo.


Ainda que o Altar estivesse distante, e toda a Celebração tivesse sido seguida pelos ecrãs gigantes colocados para o efeito, a atenção e devoção dos presentes não foi afectada.












Gerou-se um verdadeiro espírito de união que a todos envolveu na mística daquela Eucaristia. Foi uma experiência bonita que me fez sentir que a vivência da minha fé não é um acto isolado e sem graça, mas sim a alegria, a partilha e a fraternidade em unidade com o próximo!


Reconfortada pela Palavra e pelo Pão do Nosso Deus, animada com toda esta envolvência e, grata pela presença e palavras do Papa, também eu só posso dizer:

Obrigada Santo Padre!




Imagens de: Rev. Pe. Zé Manel, Sérgio Mota e M. Miranda
Bem-hajam pela colaboração