sábado, 26 de fevereiro de 2011

VIII DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano A
...
«Não vos inquieteis com o dia de amanhã»

Evangelho segundo S. Mateus (6, 24-34)





Não vos inquieteis… confiai! Amai! Contemplai e bendizei! A exortação que Mateus coloca na boca de Jesus dirige-se particularmente às pessoas em risco, preocupadas pelo presente e pelo futuro, preocupadas com a sua subsistência e com as suas vidas. Jesus convida a que nos coloquemos nas mãos de Deus, que é ternura e compaixão para com todas as suas criaturas. Com a mente e o coração postos na generosidade de Deus, o que realmente importa, o prioritário, é a busca do Reino de Deus e a sua justiça. Esta deve ser a preocupação fundamental do seguidor de Jesus. É um chamamento a ser como o próprio Deus: Justo, terno, compassivo, solidário, amante dos pobres e frágeis; por isso, é tarefa de todos expressar ao mundo, por meio do testemunho e da fraternidade, a ternura de nosso Deus Pai-Mãe da vida.




Pe. Tarcízio Morais, sdb

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

ORAÇÃO




Senhor, sei que me amas, porque és bom, Porque tens um coração sensível.
Alegro-me porque és Pai
És justo e misericordioso.
Aceitas-me como sou
E na tua infinita bondade, me perdoas.
Sei que olhas com ternura
E me amas hoje e sempre.
Ajuda-me a ser uma pessoa de oração
Onde, o encontro Contigo
É força e intimidade.
E a minha vida será uma festa.








Lectio Divina


Anabela Tavares da Silva, fma

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

SECRETARIADO DA CATEQUESE com COORDENADORES
Reunião, dia 24, Quinta, às 21.30h, Centro Paroquial



PALAVRA
Evangelho segundo S. Mateus Mt 5, 38-48
....
«Se alguém te obrigar a acompanhá-lo durante uma milha, acompanha-o durante duas. Dá a quem te pedir e não voltes as costas a quem te pede emprestado.»


Jesus continua com mais dois exemplos. Primeiro a referência a um certo abuso do poder por parte de pessoas com autoridade para com os pobres, a gente simples do povo. Obrigar a fazer o que se pede como recrutar alguém para servir de guia ou simplesmente para acompanhar ou carregar algo. E no segundo exemplo, a questão de não se voltar as costas a quem pede emprestado, não passar indiferente perante situações que requerem a nossa generosidade e solidariedade.

...

MEDITAÇÃO

Mais uma vez, Jesus tenta fazer entender que a lógica evangélica não é uma modalidade absurda em que se deve renunciar a uma desejável justiça ou que é preciso fechar os olhos e fingir que não se vê abusos ou pedidos interesseiros e que tolera a violência nas suas variadas formas. Apela-se a que não deixemos de lado a generosidade, que não se passe indiferente, que não se faça de conta que não se entende, que não procuremos desculpas. Se se conseguir deitar a mão a quem pede, mesmo por interesse ou descaradamente, que nunca falte da nossa parte o gesto da caridade. O que sentimos que devemos fazer, façamo-lo em nome da caridade.




ORAÇÃO

Rezo com Madre Teresa de Calcutá


Ama a vida. Ama-a assim como é. Ama-a em plenitude, sem exigências; ama-a quando te amam ou quando te odeiam. Ama-a quando ninguém te compreende ou quando todos te compreendem. Ama-a quando todos te abandonam ou quando te exaltam como um rei. Ama-a quando te roubam tudo ou quando te oferecem tudo.
Ama-a quando há sentido e quando parece não haver. Ama-a na plena felicidade ou na absoluta solidão. Ama-a quando te sentes forte ou quando se sentes frágil.
Ama-a quando tens medo ou quando te sentes com coragem. Ama-a não só pelas grandes coisas da vida, mas ama-a pelas pequenas alegrias do quotidiano. Ama-a mesmo que não te dê o que mais gostarias. Ama-a mesmo que não seja como tu queres. Ama-a por todas as vezes que nasces e pelas vezes que estás a morrer. Mas nunca ames sem amor. Nunca vivas sem vida!



ACÇÃO


Hoje, estarei atenta aos pedidos que me serão feitos. Acolhê-los-ei com sentido de solidariedade e cultivarei em mim a convicção de que tudo o que faça, o faço por amor.



Anabela Tavares da Silva, fma


Lectio Divina


http://www.box.net/shared/77d2202gc9/1/69834609/632038439

ACÇÃO DE SOLIDARIEDADE COM O POVO DA GUINÉ-BISSAU


Um dos graves problemas com que a Guiné-Bissau se depara é a escassez de água potável, para grande parte da sua população. As crianças e os mais idosos são as maiores vítimas desta grave carência, pelas implicações higiénico-sanitárias que acarreta e pelos quilómetros que são obrigadas a percorrer, todos os dias, em busca do "Ouro do Século XXI - água Potável". Um Grupo de amigos da Guiné-Bissau tem vindo a desenvolver, com a ajuda de alguns ex-combatentes, um projecto denominado "Sementes e Água Potável para a Guiné-Bissau", que pretende levar este precioso bem a pelo menos 10 tabancas (aldeias) do interior, através da abertura de poços e a montagem de fontanários. Alguns poços e fontanários já estão activos mas é preciso continuar. Por isso, a LOC/MTC-Movimento de Trabalhadores Cristãos da Paróquia de Vilar do Paraíso em V.N. de Gaia, mobilou diversos organismos da Paróquia para a realização de um Espectáculo de Teatro e Música Popular com objectivo de angariar fundos para esta Campanha. A dinamização do Espectáculo é feita pela LOC/MTC, JOC-Juventude Operária Católica, Grupo Missionário, com o apoio da Paróquia e a colaboração da Associação Desportiva e Cultural de Santa Isabel de Canelas. Será já no próximo sábado, às 21h30, no Centro Maria de Nazaré, Rua da Boa Nova (Junto ao Seminário), Valadares. A entrada é livre - A angariação de fundos é concretizada através de um sorteio. Participa, porque todas as “gotas” são imprescindíveis para que este projecto não “seque”. Obrigada!

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

EUCARISTIA COM A CATEQUESE
Palavra e Comunhão em Jesus Cristo

O sexto ano do catecismo ficou encarregado de animar a Missa com a Catequese, no passado sábado, 19 de Fevereiro. Como habitualmente foi celebrada na Capela de S. Martinho, por ser o maior espaço de culto que a nossa paróquia tem.

Com a dinamização das leituras, apresentação dos dons no ofertório e a apresentação de uma mensagem sobre a adolescência e juventude presentearam mais uma vez toda a catequese num espírito de fé e esperança.

A projecção de imagens sugestivas aliada à explanação sobre a adolescência cativaram os presentes; pais, catequistas e catequizandos.

Aspergido com a musicalidade do Coro Infantil, mais uma vez a Missa com a Catequese, atinge o seu objectivo: Unir a Palavra à Comunhão em Jesus Cristo.

Terminou a Eucaristia com o convite do sr. Padre aos pais e catequistas para participarem em cinco catequeses quaresmais... um primeiro passo para o amadurecimento da catequese.

Imagens e texto: Rafaela Gonçalves

domingo, 20 de fevereiro de 2011

UMA SOCIEDADE PARA TODOS


Celebra-se neste dia 20 de Fevereiro o Dia Mundial da Justiça Social, que foi aprovado por unanimidade na Assembleia Geral das Nações Unidas em Novembro de 2007. Tem como finalidade que os Estados o aproveitem para promover acções concretas na linha dos objectivos estabelecidos na Cimeira Mundial para o Desenvolvimento Social, que teve lugar em Copenhaga no ano de 1995.

Tem-se em vista criar uma mais justa repartição dos rendimentos e promover um mais eficaz acesso aos recursos existentes através da criação de uma igualdade de oportunidades e sempre no respeito pelos direitos humanos. Um dia para reforçar a convicção da necessidade de erradicar a pobreza, proporcionar trabalho decente e promover o acesso ao bem-estar social. Este será um caminho conducente à realização da justiça para todos.


sábado, 19 de fevereiro de 2011

EVANGELHO Mt 5, 38-48

«Amai os vossos inimigos»



A proposta mais ousada que nos é feita esta semana! Amar os inimigos... Seremos capazes?

VII DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano A
...
«Amai os vossos inimigos»

Mt 5, 38-48


A Boa Nova, o Evangelho, que o Filho de Deus nos revelou, é o ponto mais alto aonde a palavra de Deus guiou os homens. Tudo o que antes dessa Boa Nova foi dito encaminhava-se para a revelação que o Evangelho do Senhor Jesus nos manifestou. Se o Antigo Testamento nos ensinava a amar os amigos, o Novo Testamento vai mais longe e ensina-nos a amar até os inimigos. É assim que se ama como Ele nos amou; e será ao reconhecerem o amor de Deus no nosso coração que os outros serão levados a amá-l’O também.

Secretariado Nacional da Liturgia

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

D. PIO ALVES, NOMEADO BISPO AUXILIAR DO PORTO


Ordenação episcopal do novo bispo marcada para 10 de Abril, no Sameiro (Braga)

D. Pio Alves, de 65 anos, foi hoje nomeado bispo auxiliar da diocese do Porto por Bento XVI, decisão que acolhe com surpresa e perplexidade por implicar “recomeçar em várias frentes”.

Na saudação que escreveu por ocasião da nomeação, tornada pública ao meio-dia em Roma (11 horas em Lisboa), D. Pio Alves esclarece que respondeu positivamente a uma nomeação inesperada, que marca uma “nova etapa” na sua vida.

“Surpreendeu-me descansado, por que não corri para ela; livre, porque pude dizer que não; perplexo, porque, necessariamente, implica recomeçar em várias frentes”, afirma o sacerdote de Braga agora nomeado bispo.

Nesta mensagem, Pio Gonçalo Alves de Sousa saúda a diocese do Porto e agradece a amizade e a colaboração recebida em Braga, diocese na qual trabalhou e onde será ordenado bispo no dia 10 de Abril, no Santuário do Sameiro.






http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=84348

UM PROJECTO DE ORAÇÃO QUE DÁ FRUTOS
As novas tecnologias numa proposta de encontro diário com Deus






http://www.passo-a-rezar.net/

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

ENCONTRO DE FORMAÇÃO
...
Convidam-se os leitores de todas as celebrações paroquiais e de todos os centros de culto a estarem presentes neste encontro, na Capela de S. Martinho.
Sexta-feira, 18 Fev. 21h30 ou Sábado, 19 Fev. 17h00


«Para que os fiéis concebam no seu espírito um afecto profundo e vivo relativamente à Sagrada Escritura pelo facto de escutar as leituras divinas, é necessário que os leitores que exercem este ministério tenham realmente aptidões para a leitura e estejam bem preparados. Esta preparação tem que ser antes de mais espiritual, mas também é necessária a preparação técnica.»

Ordenamento das leituras da Missa, nº 55

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

DIA DO DOENTE

"Ver o homem que sofre com o olhar da contemplação."
Bento XVI

A Eucaristia de domingo, 13 de Fevereiro, às 11h00, na Capela de S. Martinho, marcou o início deste encontro, já tão importante para os idosos e doentes da nossa paróquia. É um dia de muito trabalho, pois requer uma cuidada organização a todos os níveis. O trabalho de proximidade que os Ministros da Comunhão e os visitadores fazem com tanta generosidade, dedicação e amor é tão meritório, que merece ser enaltecido e reconhecido por toda a comunidade. Num tempo em que a solidão se está a tornar norma e não excepção, é urgente que continuemos a apostar nesta proximidade com os irmãos da nossa comunidade, dando-lhes amparo e carinho, mas também cuidando de pequenas ou grandes coisas que podem fazer a diferença. É também fundamental sensibilizar os jovens para esta realidade e fazê-los participantes activos nesta solidariedade para que não passem, em caso algum, ao lado do sofrimento.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

VI DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano A



«Foi dito aos antigos... Eu, porém, digo-vos...»



Mt 5, 17-37





Jesus veio a este mundo, e não desfez a Lei antiga, mas levou-a à perfeição, ensinando a entender o seu sentido profundo e a observá-la no íntimo do coração, no espírito e não apenas na letra. Por isso, o cristianismo, que tem as suas leis como todas as comunidades humanas, coloca a exigência profunda no amor, do qual as regras de vida são a expressão concreta e visível. O cristianismo tem, por isso, uma moral, mas não se reduz a uma lei moral.

Secretariado Nacional da Liturgia

ORAÇÃO


Tão bela esta vocação com que nos agraciaste, Senhor, tão entusiasmante ser teu discípulo! Há tanto para fazer, tantas trevas para converter em luz, tantas vidas sem sabor a quem dar sentido! Tantas pessoas continuam a esperar o meu testemunho de fé, o meu testemunho em obras concretas. Não permitas, Senhor, que perca a minha verdadeira identidade de enviado.





Sérgio Paulo Pinto

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

DIA MUNDIAL DO DOENTE

ORAÇÃO

Ó Virgem Santa Maria, que acolheste o Menino Jesus, no presépio de Belém. Que O acompanhaste na fuga para o Egipto. Que estiveste com Ele na solidão de Nazaré. Que O visitaste quando anunciava a Boa Nova nas ruas de Jerusalém. Que cruzaste por Ele na Via Dolorosa. Que ficaste ao Seu lado, de pé, junto à Cruz. Ensinai-me Senhora, a procurar os meus irmãos que sofrem. A dar-lhes tempo com frequência e sem pressa. A compreender a sua solidão, a levar-lhes o conforto de uma palavra, a estar com eles nos momentos mais difíceis. A acolher os seus gritos, a limpar as suas lágrimas, a respeitar os seus silêncios, a oferecer-lhes, quando o pedirem, a presença de teu Filho que quis fazer-se viático para os caminhos do grande encontro. Que eu saiba acompanhar. Que eu saiba dar-me. Que eu saiba amar, Sempre.






(No Dia Mundial do Doente 2011, Lisboa, 11 Fev.)

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

PAPA PEDE ESFORÇO PARA CHAMAR NOVOS PADRES




Bento XVI apelou às comunidades católicas de todo o mundo para que assumam o “compromisso de promover as vocações” para o sacerdócio e a vida consagrada.

Na mensagem para o 48.º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, hoje divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé, o Papa admite que esta proposta “pode parecer demasiado difícil” num tempo em que “a voz do Senhor parece sufocada por «outras vozes»”.

Segundo Bento XVI, “é importante encorajar e apoiar aqueles que mostram claros sinais de vocação à vida sacerdotal e à consagração religiosa, de modo que sintam o entusiasmo da comunidade inteira quando dizem o seu «sim» a Deus e à Igreja”.

O próximo Dia Mundial de Oração pelas Vocações vai ser celebrado a 15 de Maio, quarto domingo de Páscoa no calendário litúrgico da Igreja Católica, tendo como tema «Propor as vocações na Igreja local».




http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=84220


quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

TRAZER O POVO À LITURGIA




A Liturgia requer, muito para além da observância das normas, bom gosto e sensibilidade, por parte dos ministros e dos fiéis. E isso deverá reflectir-se tanto nos lugares, nos objectos, nas coisas, nos paramentos, como nas atitudes e gestos, nas palavras e na música e outras artes, etc… enfim, nos ritos. Tal conduta adquire-se e desenvolve-se no trato e na convivência com o belo e a arte, pois só eles educam e são profundamente respeitadores da alma humana.
À primeira vista, pode causar espanto que o mais importante documento do séc. XVIII sobre a Liturgia e a Música, a encíclica Annus Qui de Bento XIV, comece por insistir tanto sobre assunto tão comezinho (pensarão alguns), como a limpeza e o arranjo das nossas igrejas. (Não se trata de sumptuosidade, mas de “decência e limpeza que a ninguém é lícito descuidar”). E, contudo, no decurso dos séculos, muito se continuou a escrever sobre o assunto. Talvez, diremos nós, o assunto não seja tão banal como isso… Com efeito assim é, pois que a Sagrada Liturgia faz apelo a todos os sentidos, em plenitude, profundidade e amplitude. E é por eles que fala (Deus fala) e que temos acesso ao Mistério (a Deus).

Texto integral em


http://www.sdplviseu.web.pt/

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

LAETARE

Ao Teu Sopro

"Alegrai-vos!" De facto, só nos podemos alegrar depois de uma noite tão intimista, em que as palavras tocavam o coração, a música deliciava os sentidos e a voz linda da Clara, emocionava e "arrepiava" a alma. Deus, sempre presente na Palavra, aqui também feita música. Se cantar é rezar duas vezes, não há dúvida que este Concerto dos Laetare, se transformou numa grande Oração!

A saudação do Rev. Pe. Zé Manel, e a apresentação do Grupo.

Aos primeiros sons, o silêncio... com os presentes rendidos à sonoridade dos Laetare.



O Grupo de Jovens Lausperenes, que está de parabéns pela iniciativa de trazerem até nós os Laetare.



Não foi difícil a quantos estavam no Concerto, "entrarem" na beleza da música e letra das canções, tornando-se participativos e bastante afinados. Surpresa! Cantam tão bem! Fantástico... dizia a Clara!
As melhores legendas para estas imagem... estão escritas nas vigas do tecto!

"Alegrai-vos!" Nome mais que perfeito, para quem através da música leva ao mundo com amor e ternura a mensagem de Jesus Cristo, numa forma muito bonita de Evangelizar.



A terminar, os agradecimentos da Sara a todos os presente e uma imensa salva de palmas, para os Laetare e para o Grupo de Jovens. Temos a certeza que todos saíram mais enriquecidos, pela Palavra, pela música e pela partilha, que vai possibilitar aos Grupo de Jovens estar presente na Jornada Mundial da Juventude. Obrigada, a todos os que ajudaram!
O 10º ano de catequese agradece o vosso simpático convite, renova os parabéns e a certeza de que estará sempre convosco em todas as iniciativas!
PALAVRA

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
«Vós sois o sal da terra».


MEDITAÇÃO

Jesus tinha acabado de subir à montanha com as multidões para lhes apresentar o seu evangelho, as condições do Reino; mas são os seus discípulos os principais ouvintes e interlocutores. E não lhes poderia ter dado maior importância que ao designá-los “sal da terra”. Na medida certa, o sal dá um sabor especial aos alimentos e ajuda-os a conservar por longo tempo. Assim, os discípulos são o condimento especial para dar sabor à terra, aos âmbitos da vida humana. Já paramos para pensar em tamanha dignidade e tão grande responsabilidade? Como ficar de braços cruzados, se o mundo espera o nosso sabor de discípulos de Jesus? Vivamos o evangelho do Reino e o nosso mundo recuperará o sabor de Jesus.

ORAÇÃO

Conheces, Senhor, a nossa fragilidade; no entanto designaste-nos “sal da terra”; e não queremos decepcionar-te. Um dia, subindo contigo à montanha, ouvindo o teu evangelho e vendo as tuas boas obras, deste-nos a dignidade de discípulos, deste-nos o teu sabor, o sabor da entrega aos irmãos. Ajuda-nos, todos os dias, a assumir a nossa identidade de enviados, a beleza da nossa vocação. Que o nosso agir, Senhor, como o teu, seja gasto em dar sabor à nossa terra, aos âmbitos da vida humana.

ACÇÃO


Seja onde for, hoje, de modo especial, sê esse sal pedido por Jesus, sê esse condimento especial, que dá sabor com o teu testemunho.









Lectio Divina

Sérgio Paulo Pinto


http://www.box.net/shared/77d2202gc9/1/56875924/616216039

sábado, 5 de fevereiro de 2011

MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI
PARA O XIX DIA MUNDIAL DO DOENTE 2011



«Pelas suas chagas fostes curados» (1 Pd 2, 24).







Todos os anos, na memória da Bem-Aventurada Virgem de Lourdes, que se celebra a 11 de Fevereiro, a Igreja propõe o Dia Mundial do Doente. Esta circunstância, como quis o venerável João Paulo II, torna-se ocasião propícia para reflectir sobre o mistério do sofrimento e, sobretudo, para tornar as nossas comunidades e a sociedade civil mais sensíveis aos irmãos e irmãs doentes.

Queridos doentes e sofredores, é justamente através das chagas de Cristo que podemos ver, com olhos de esperança, todos os males que afligem a humanidade. Ressuscitando, o Senhor não tirou o sofrimento e o mal do mundo, mas extirpou-os pela raiz. À prepotência do Mal opôs a omnipotência do seu Amor. Indicou-nos então, que o caminho da paz e da alegria é o Amor: «Como Eu vos amei, vós também vos deveis amar uns aos outros» (Jo 13, 34). Cristo, vencedor da morte, está vivo no meio de nós E enquanto com São Tomé dizemos também: «Meu Senhor e meu Deus», seguimos o nosso Mestre na disponibilidade a prodigalizar a vida pelos nossos irmãos (cf. 1 Jo 3, 16), tornando-nos mensageiros de uma alegria que não
teme a dor, a alegria da Ressurreição.


São Bernardo afirma: «Deus não pode padecer, mas pode compadecer». Deus, a Verdade e o Amor em pessoa, quis sofrer por nós e connosco; fez-se homem para poder com-padecer com o homem, de modo real, em carne e sangue. Em cada sofrimento humano, portanto, entrou Aquele que partilha o sofrimento e a suportação; em cada sofrimento difunde-se a con-solatio, a consolação do amor partícipe de Deus para fazer surgir a estrela da esperança (cf. Carta enc. Spe salvi, 39).

A vós, queridos irmãos e irmãs, repito esta mensagem, para que sejais suas testemunhas através do vosso sofrimento, da vossa vida e da vossa fé.


A todos vós jovens, doentes e sadios, repito o convite a criar pontes de amor e solidariedade, para que ninguém se sinta sozinho, mas próximo de Deus e parte da grande família dos seus filhos.


Mensagem integral em:



http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/messages/sick/documents/hf_ben-xvi_mes_20101121_world-day-of-the-sick-2011_po.html

V DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano A
...




«VÓS SOIS A LUZ DO MUNDO»


Mateus Mt 5, 13-16




Depois de subir à montanha com as multidões e os discípulos, Jesus apresenta-lhes o seu evangelho e as condições do Reino. Aos discípulos propõe-lhes uma identidade própria, como sal da terra e luz do mundo. Eles são chamados a serem o condimento que dá um sabor especial à terra; são chamados a serem a luz que dá o brilho que o mundo precisa. Demitidos deste testemunho, inertes, não teremos razão de ser, como discípulos. Pelo contrário, somos convidados a dar testemunho da nossa fé, do nosso seguimento a Cristo, em obras concretas, em boas obras, para que os homens, através delas, possam glorificar o Pai que está nos Céus.












Lectio Divina-

http://www.box.net/shared/77d2202gc9/1/56875924/616216039



Sérgio Paulo Pinto


sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

PAPA CONVIDA JOVENS A DESCOBRIREM A FÉ CRISTÃ
...
Bento XVI diz que o catecismo deve ser conhecido como «um informático conhece o sistema operativo de um computador»




Bento XVI convidou os jovens de todo o mundo a descobrirem a fé cristã, conhecendo os ensinamentos da Igreja Católica como “um informático conhece o sistema operativo de um computador”.

A comparação faz parte do prefácio da obra «Youcat», um documento de preparação para a Jornada Mundial da Juventude 2011 (JMJ), que vai ter lugar em Madrid, Espanha, no próximo mês de Agosto, com a presença de dezenas de milhares de participantes e do próprio Papa.

“Algumas pessoas dizem-me que o catecismo não interessa à juventude de hoje, mas eu não acredito nessa afirmação e tenho certeza de que estou certo. A juventude não é tão superficial como muitos dizem, os jovens querem saber o que é realmente a vida”, escreve Bento XVI.


http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=84125

ADORAÇÃO AO SANTISSIMO SACRAMENTO
...

Primeira sexta-feira, 4 de Fevereiro - Leitores
19h30 às 20h30, Capela de S. Martinho



Oração a Jesus Solitário no Santíssimo Sacramento
...
Oh! Divino Jesus! que durante a noite estais solitário em tantos tabernáculos do mundo, sem que nenhuma de vossas criaturas vá visitá-Lo e adorá-Lo.

Eu vos ofereço meu pobre coração, desejando que todas as suas pulsações sejam de amor e adoração.

Vós, Senhor, estais sempre sob as espécies Sacramentais, vosso amor misericordioso nunca dorme nem se cansa de velar pelos pecadores.

Oh! Jesus amantíssimo!, Oh! Jesus solitário!, fazei que meu coração qual lâmpada acessa; em caridade se inflame e arda sempre em vosso amor.

Velai Oh! centinela Divino!, velai pelo mísero mundo, pelos sacerdotes, pelas almas consagradas, as extraviadas, pelos pobres enfermos cujas noites intermináveis necessitam de vossa fortaleza e vosso consolo, pelos moribundos e por este vosso humilde servo que, para melhor servir-vos, descansa mas sem deixar de pensar em Vós, em vosso Sacrário... onde vives na solidão e no silêncio da noite.

Seja sempre bendito, glorificado, adorado, amado e reverenciado o Coração Sagrado de Jesus em todos os Sacrários do mundo.

Ámen.








http://www.oracoes.info/Sacramento05.html

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

REUNIÃO DE CATEQUISTAS
...



No passado sábado, decorreu na nossa paróquia a reunião geral de catequistas. Dadas as boas vindas e feita a oração inicial, coube à Cristina conduzir os trabalhos da reunião, uma vez que o Rev. Pe Zé Manel, devido a doença, não pode estar presente.


























A Cristina começou por informar que este ano vão decorrer eleições para o CPP. Havendo neste momento um bom grupo de catequistas jovens, que precisam de conhecer toda a organização paroquial - o secretariado, entendeu por bem explicar o que é o CPP, quem o compõe e para que serve. Esclarecendo assim dúvidas e sensibilizando cada um dos presentes a estar atento, receptivo e participativo, para quando se realizar a eleição dos representantes da catequese.




Em seguida foram apresentados vários tópicos, que serviram como proposta, para em pequenos grupos reflectir e trabalhar, sendo as conclusões apresentadas no final.























Cada porta-voz tentou transmitir a ideia a que o seu grupo chegou, havendo praticamente sintonia no apontar de alguns problemas que afectam a catequese. Problemas que já não são novos, principalmente no que se refere à assiduidade...




Porém, mais do que apontar este ou aquele caso concreto - é fundamental continuar a trabalhar e a desenvolver esforços de ligação entre: os catequistas, os catequizandos e as suas famílias. De salientar, que é muito positivo o facto de a Eucaristia mensal com a catequese apresentar um nível elevado de participação, mas é preciso motivar também para as "outras" Eucaristias...
Estamos perante o maior de todos os desafios; fazer com que todos "ganhem gosto" pela presença de Deus e o que Ele pode fazer nas suas vidas... só assim será possível a plena assiduidade na Catequese e na Eucaristia.
Para algumas dúvidas que se levantaram em relação à participação dos mais pequenos na Eucaristia, aconselho a leitura de um documento sobre o tema, elaborado pelo Secretariado da Catequese da Infância e Adolescência do Porto, e que pode ser encontrado em:
http://www.box.net/shared/88pe51kogt/1/67037069/612916561



Formação: praticamente todos os anos tem havido catequistas a frequentar o curso de iniciação e este ano também assim acontece. Em relação ao Curso Geral as dificuldades de participação já são maiores, bem como nas acções formativas disponibilizadas ao longo do ano, ainda que todos reconheçam que precisam de saber mais. Assim, foi feita a proposta de se iniciar na Paróquia, a catequese de adultos, em dia de semana à noite - formação contínua - sendo o primeiro grupo constituído essencialmente por catequistas.

Actividades: todos concordam que se continuem efectuar: Caminhada, festa de Carnaval, ceia de Natal e outras que possam surgir, cada vez com maior participação de todos, pois é nestes momentos que há uma interacção entre todos os grupos, impossível de concretizar no tempo em que se faz a catequese. O Pedro aproveitou também para lembrar o Concerto dos Laetare, onde se espera uma grande participação de catequistas.




O encerramento foi feito pelo Sr. Diácono Celestino, que a todos animou para a continuação de um bom trabalho de missão, finalizando os trabalhos com uma oração.