domingo, 31 de janeiro de 2010

Dia Mundial dos Leprosos

É tempo de ajudar!
Associação Portuguesa Amigos de Raoul Follereau - www.aparf.pt
NIB: 003505570003033143165-CGD-Olivais-Lisboa
No último Domingo de Janeiro de cada ano, é celebrado o Dia Mundial dos Leprosos, o qual foi instituído pela ONU, em 1954, a pedido de Raoul Follereau, o Apóstolo dos Leprosos do século XX.
A Lepra é uma doença dermatológica, infecciosa, crónica que atinge as pessoas pelo contágio, em especial as mais frágeis que sofrem de desnutrição, falta de água potável e baixos padrões de higiene. Raoul Follereau chamava à lepra a filha primogénita da pobreza
.

sábado, 30 de janeiro de 2010

IV DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO C -

Lc 4, 21-30
Deus fiel e paciente, bendito sejas pela mensagem de graça que saía da boca do teu Filho Jesus. Nós Te bendizemos pelos profetas que enviaste outrora aos pagãos, porque Tu queres a salvação e a felicidade de todos os homens. Nós Te pedimos pelas nossas cidades, onde a mensagem do Evangelho provoca as mesmas oposições e rejeições que outrora em Nazaré. Que o teu Espírito sustente a nossa fé.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

REUNIÃO DE PAIS
Nos dias 22 e 23 de Janeiro (sexta e sábado) decorreram na nossa paróquia reuniões de pais das crianças e adolescentes da catequese. Após o acolhimento e oração, o Rev. Pe. Zé Manel, sensibilizou os pais para a importância da visita pastoral de D. Manuel Clemente, que estará entre nós de 12 a 14 de Março.

 A visita Pastoral é o encontro do Pastor com o seu rebanho … e destina-se a “levar conforto, estímulo e aplauso aos obreiros do Evangelho” a “ver com os próprios olhos as dificuldades do apostolado e da evangelização” e “a estimular energias talvez enfraquecidas” (Directório dos Bispos, nº. 168). A Visita Pastoral não é só exclusivamente para celebrar o Sacramento da Confirmação … Há-de atingir todos os grupos e todos os homens, mesmo os mais afastados da vida cristã… A preparação para esta visita faz-se através da revisão pastoral da vida da comunidade e também pela aproximação e dinamização das pessoas, através de encontros programados e, diversificados de formação cristã. Foi ainda sublinhado que, D. Manuel Clemente, deseja ter com todos os irmãos e amigos da Vigaria de Gaia Norte, um: “ ENCONTRO Cristão, de PARTILHA nova no ardor, nos métodos e nas expressões e de CELEBRAÇÃO fonte e cume duma comunhão que partindo de Deus, em Deus se realiza, unindo-nos a Cristo no amor inclusivo e expansivo do Espírito que renova a face da terra”.
 

Vieram depois às informações da catequese relembrando a importância da assiduidade, pontualidade e participação na Eucaristia e recordaram-se datas de Celebrações/Festas que ainda irão decorrer em cada ano, sendo que algumas como: Compromisso, Acolhimento e Luz, já se realizaram. No caso da adolescência, deu-se também a conhecer as datas e locais dos Retiros, o Encontro Ibérico de Taizé, que vai decorrer no Porto e lá mais para o Verão o Festival Jota, em Paredes de Coura.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

PAPA QUER PADRES NO CIBERESPAÇO


Vaticano divulga mensagem de Bento XVI para o 44.º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Bento XVI quer que os padres aproveitem as potencialidades das novas tecnologias, na área da comunicação, marcando uma presença diferente no mundo “digital”.
Os sacerdotes, indica o Papa, devem “anunciar o Evangelho recorrendo não só aos media tradicionais, mas também ao contributo da nova geração de audiovisuais (fotografia, vídeo, animações, blogues, páginas internet) que representam ocasiões inéditas de diálogo e meios úteis, inclusive para a evangelização e a catequese”.
“Os novos media oferecem aos presbíteros perspectivas sempre novas e pastoralmente ilimitadas”, acrescenta. A celebração deste ano pretende levar os padres a considerar os novos meios de comunicação como um recurso para o seu ministério.


http://www.agencia.ecclesia.pt/

Canto das Janeiras encheu Pavilhão Rosa Mota

Iniciativa encerra, simbolicamente, primeiro mês da Missão diocesana que marcará o ano de 2010

Milhares de pessoas rumaram este Sábado até ao Palácio de Cristal, no Porto, para encerrar simbolicamente o primeiro mês da “Missão 2010”, iniciativa da Diocese, com o canto das Janeiras. Janeiro decorre sob o tema do “Anúncio”.
De vários pontos da Diocese chegaram os cantadores das Janeiras, distribuídos por quatro grupos. No Pavilhão Rosa Mota, com apresentação de Sónia Araújo, a animação do público foi dinamizada pela equipa de realização, com o apoio de Escuteiros de Agrupamentos do Núcleo Cidade do Porto.
D. Manuel Clemente defendeu que é missão dos cristãos anunciar que “não estamos sós, a esperança é sempre possível”.


http://www.agencia.ecclesia.pt/

sábado, 23 de janeiro de 2010

III DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano C

Evangelho segundo S. Lucas(1, 1-4; 4, 14-21)
«Cumpriu-se hoje mesmo esta passagem da Escritura…»

MEDITAÇÃO

Todos sabemos como a cultura contemporânea olha com suspeita e de modo superficial para a fé e para o cristianismo. E possivelmente também nós. Estamos convencidos de que a fé é útil, mal também não faz, mas não passa de uma pia devoção. O Evangelho é um livro religioso, Jesus uma figura maravilhosa, mas tudo se confunde: moral, fábulas, doutrina, invenções. Mas sejamos sinceros connosco mesmos: o problema é a preguiça; o problema é o esquecimento: não nos interessa a interioridade, não investimos nem acreditamos. O convite é que tomemos a sério a nossa fé, que dediquemos tempo à preparação e que tomemos consciência de que a fé vai alimentada, informada, compreendida e averiguada. Sim, porque a fé nasce do testemunho de quem viu e acreditou.

Ir. Anabela Silva fma

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

MISSÃO 2010 - JANEIRO - ANÚNCIO

E foi uma bela forma de anunciar cantando as Janeiras!
No Domingo 17 de Janeiro, S. Pedro, como nosso padroeiro, não deixou de colaborar no anúncio das janeiras, mandando uma tarde sem chuva, apesar de fria e cinzenta. O encontro do grupo cantador foi junto ao cruzeiro de S. Caetano e, dali, percorreu toda a zona envolvente, descendo depois pela Rua do Monte, indo à Rua da Junqueira, Rua Rio do Forno, terminando no Centro Paroquial. O grupo foi muito bem acolhido pelos paroquianos que abriram a porta das suas casas, cantando também com alegria, contribuindo para que este ANÚNCIO das janeiras se tornasse numa bonita festa!
Aqui estamos todos juntos
Muito alegres a cantar
Nós somos os catequistas
Boas festas vimos dar
As nossas saudações
Para os donos deste lar
O grupo dos catequistas
Saúde quer desejar
nasceu o Deus Menino
Nesta casa quer morar
Vinde-lhe abrir a porta
Deus Menino quer entrar

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

REUNIÃO DE PAIS


Os pais das crianças e adolescente da catequese são chamados a participar, em reuniões nos dias 22 e 23 de Janeiro, pelas 21h30, para reflexão, aprofundamento espiritual e organização de todo o trabalho catequético. Contamos com a presença de todos!

sábado, 16 de janeiro de 2010

EUCARISTIA COM A CATEQUESE

 "Fazei tudo o que Ele vos disser".
Foi esta a dinâmica da Eucaristia com a catequese, organizada pelo grupo do 7º ano.
Foi lembrada a catástofre do Haiti, com um pedido - se fosse possível - um milagre, para que o sofrimento acabasse e tudo voltasse a ser como era antes.

Porém, não sendo possível um milagre imediato, temos ao nosso alcance os instrumentos que vão permitir amenizar todas as condições adversas do povo haitiano, basta para isso colaborar nas campanhas em curso e o “milagre” surgirá.
No minuto de silêncio pedido pelas vítimas, até as crianças mais pequeninas compreenderam o significado do momento, pelo absoluto silêncio que fizerem.




Oração

Faz-Te presente, Senhor, no dia-a-dia das nossas vidas. Não apenas em momentos extraordinários, nas festas, em momentos ocasionais, mas sempre. A tua presença em nós é motivo de felicidade e alegria. É confiança para seguirmos adiante. É ânimo para enfrentarmos todas as situações-problema que porventura possam inundar-nos. Porque quando tu estás, Senhor, tudo é diferente e a felicidade é garantida.
Lectio Divina

II DOMINGO DO TEMPO COMUM - Ano C

 Evangelho segundo S. João (Jo 2,1-11)
«Fazei tudo o que Ele vos disser»


O verdadeiro objectivo do acontecimento de Caná não é o vinho, este é apenas o sinal. O Senhor ofereceu aos Hóspedes das Bodas de Caná cerca de 600 (seiscentos) litros de saboroso vinho, das seis medidas, que os servos tinham enchido de água, segundo a ordem de Jesus. O objectivo era antes a manifestação da glória de Jesus, o brilho da infinita bondade de Deus e o despertar da fé nos discípulos. O milagre mais profundo de Caná é a fé dos discípulos, os quais, para além do acontecimento exterior, começam a reconhecer uma coisa maior: a presença de Deus no meio de nós. Maria não pede ao Senhor um milagre. De facto ainda não era claro se o fazer milagres pertencia à Sua missão. Ela simplesmente apresenta ao Senhor a dificuldade, na qual os amigos se encontravam. Maria coloca tudo nas mãos de Jesus e abandona-se a Ele e ao Seu operar. Os discípulos esses são quem mais ganha ao aumentarem realmente a sua fé em Jesus Salvador.

Pe. Tarcízio Morais, sdb

CELEBRAÇÃO DA LUZ

 
A Celebração da Luz, realizada às 17hoo, do dia 9 de Janeiro, na Capela de S. Martinho, pretendeu ser um gesto intencionalmente evangelizador criando condições para que alguns pais e outros familiares das crianças do 3º ano da catequese, tivessem a oportunidade de se sentir “tocados” para a possibilidade de um encontro com Jesus Cristo. Por isso, iniciamos a celebração com o cântico: "Cristo Jesus, Tu me chamaste / Eu te respondo: “estou aqui”! / Tu me chamaste pelo meu nome / eu Te respondo: “estou aqui”! - Para que catequizandos, pais, padrinhos e outros familiares se sentissem envolvidos neste chamamento, saindo da "escuridão" para seguirem a Luz de Jesus.
Capela às escuras, para dar realce ao momento do acender as velas
Velas acesas cantando: Senhor Tu és a Luz / que ilumina a terra inteira / Tu és a Luz / que ilumina a minha vida.

"Passagem da Luz", dos filhos para os pais: A Luz de Cristo ilumina a terra inteira, Aleluia! Aleluia!

Que esta Luz pequenina nunca deixe de brilhar, no coração de todos os que aqui estiveram!
 
Agradecimentos aos elementos do Grupo Coral de S. Caetano e adolescentes do 8º e 9º ano, que animaram esta celebração.

FESTA DO ACOLHIMENTO


No passado dia 9 de Janeiro, na Capela de S. Martinho, as(os) catequistas do 1º ano, prepararam muito bem a Celebração do Acolhimento - proposta pelo itinerário catequético - nela marcaram presença de muitos pais e outros familiares, que não quiseram deixar de acompanhar os seus filhos, manifestando assim o seu envolvimento na caminhada de fé que eles iniciaram este ano. O sorriso e alegria das crianças eram bem visíveis e a Eucaristia, celebrada pelo Rev. Pe. Zé Manel, decorreu num ambiente calmo e bonito tendo também como “pano de fundo” a animação do Grupo Coral Infantil.





JUNTOS FORMAMOS FAMÍLIA
SOMOS DO MUNDO UNIÃO
VAMOS DAR AMOR AO MUNDO
DAR A CONHECER O PERDÃO

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

FESTAS NA CATEQUESE


Celebrar, "festejar" é uma atitude constante do crente em contínua caminhada de fé. Ao descobrir as maravilhas de Deus na sua vida e na história, o crente rejubila e exterioriza o seu contentamento. Celebrar, em catequese, vem de dentro e contagia por fora. Significa que as celebrações têm sentido e dão fruto quando o catequizando, de acordo com a sua idade e "experiência humana", toma consciência do "Mistério de Deus" que lhe vai sendo revelado, manifestando, simultâneamente, vontade de mostrar a sua adesão a Jesus Cristo.

As "festas", não são o termo da catequese, nem podem ser celebradas a pretexto de motivações enganosas. Cada festa, tem o seu sentido e lugar próprios e nasce sempre de "mais um passo dado" no crescimento da Fé e da tomada de consciência de ser cristão inserido numa comunidade activa que ajuda, partilha, reza e celebra o "mistério" da Eucaristia.
Baseado num texto da irmã Marsília - Salesiana

Celebração do Compromisso
9º. ano de catequese

Foi pois, no prosseguimento da sua caminhada de Fé, que os adolescente do 9ºano celebraram a "sua festa" a que demos o nome de Celebração do Compromisso. E, para que este compromisso fosse assumido em maior plenitude, foi feito ainda no 1º período de catequese, corresponsabilizando assim os catequizandos sobre o que prometeram: ser para o mundo SAL, FERMENTO E LUZ! Em tempo de Missão 2010, e cantando - por isso estamos aqui - que estes jovens sejam a esperança que desponta num novo amanhecer. Assim saibamos nós - com a ajuda de Deus - acolhe-los e encaminha-los!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

HAITI: UM PAÍS DEVASTADO

Este, é um daqueles momentos em que não há palavras... e, por isso, o mais importante são as acções e as contribuições que cada um possa fazer. Unidos aos cristãos do mundo inteiro, rezemos para que cesse rapidamente o sofrimento deste povo.
Igreja mobilizada para socorrer Haiti
Cáritas Portuguesa abriu conta de solidariedade

Cáritas Ajuda Haiti” é o nome da conta aberta nesta Quarta-feira na Caixa Geral de Depósitos para receber os donativos.
“Neste momento, ainda devastados pelo sofrimento de terem visto partir entes queridos e amigos e de verem a destruição ter tomado conta das suas ruas, das suas cidades, os haitianos precisam de tudo. Por muito pouco que possamos dar, essa será, certamente, uma generosa contribuição”, refere um comunicado da Cáritas Portuguesa.
O NIB da conta é o seguinte: 0035 0697 0063 0007 530 53.

AIS envia ajuda de emergência

A Fundação à Igreja que Sofre (AIS) decidiu proceder ao envio de uma primeira ajuda de emergência, no valor de 70.000 US$, para o Haiti, logo depois de ter contactado os bispos e o núncio apostólico no país. Ao mesmo tempo, a secção portuguesa da organização católica lançou uma campanha de recolha de fundos, frisando que "todos os donativos são essenciais para fazer face ao drama vivido pelo povo haitiano".
A participação nesta campanha pode fazer-se através do NIB 0032.010900200029160.73 ou pelo depósito na conta n.º 109-20-0029160 da Fundação AIS, no Barclays Bank. É também
possível contribuir pela internet para este fundo.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

BAPTISMO DO SENHOR

 
«…em Ti pus toda a minha complacência»
 João 17,4



No próximo Domingo 10 de Janeiro, a festa do Baptismo do Senhor dá início ao Tempo comum, após toda a dinâmica celebrativa do Natal. Jesus, de repente, cresce para a sua missão, para o anúncio do Reino. Agora é “homem novo”, “filho muito amado”, predilecção de Deus. É agora aquele a quem todo o crente deve seguir, assumindo radicalmente as suas atitudes e o seu projecto. É pelo Espírito que se revela a verdadeira identidade de Jesus: ser Filho. A sua missão na história e o seu destino são compromisso na obra do Pai. E Ele sabe que consequência terá esta missão e este compromisso: a salvação de todos os homens na abundância da sua vida sem fim.
P. Luciano Miguel, sdb

CELEBRAÇÕES DA CATEQUESE-Capela de S. Martinho, 9 de Janeiro


CELEBRAÇÃO DO ACOLHIMENTO - 1º ANO - 15H00
....
CELEBRAÇÃO DA LUZ - 3º ANO - 17H00

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

CELEBRAÇÃO DA LUZ

CONVITE

No próximo sábado, 9 de Janeiro, vamos dar início ao 2º período de catequese e, o 3º ano, quer fazê-lo de uma forma bonita e festiva com a Celebração da Luz. Que seja para todos um bom início das actividades catequéticas, guiados por esta Luz que o Natal nos trouxe e que devemos manter acesa, para que o ANÚNCIO da nossa Fé se pegue e não se apague nunca!

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR - Domingo 3 de Janeiro

“E eis que a Estrela que tinham visto, no Oriente,
seguia à sua frente!”
Bem à nossa frente, diante de nós e connosco, permanecerá uma Estrela! Uma Estrela que nos atrai e nos guiará, ao longo de todo o ano de 2010! Uma Estrela que, ao longo do nosso caminho para o Presépio, fomos já desenhando, no mais ínfimo espaço da nossa vida, e tatuando, no mais íntimo dos nossos corações! Uma Estrela, que atraiu também, vindos de longe, os Magos, e os conduziu até chegar a Jesus! Essa Estrela “parou sobre o lugar onde estava o Menino”, o Deus único, cujo «amor move o sol e as altas estrelas” (Dante, Paraíso, XXXIII, 145)!
 


ABC da Catequese