segunda-feira, 30 de novembro de 2009

LAUSPERENE

Sábado, 28 de Novembro, na Capela de S. Martinho, todos os grupos paroquias foram chamados a orar e louvar o Santíssimo Sacramento, durante 7 horas contínuas, terminando com a Eucaristia e Bênção. Foi, sem dúvida, uma maneira muito bonita de iniciarmos o novo ano litúrgico, rezar pelos sacerdotes - neste ano que lhes é dedicado - e entrarmos na Missão Diocesana 2010.
ORAÇÃO
Senhor Jesus Cristo, 
que sois perene fonte de vida em abundância, 
intensificai nas nossas comunidades 
a celebração permanente da vossa presença 
e a irradiação constante do Evangelho, 
renovando-as pelo apelo e prática da Missão 2010!

domingo, 29 de novembro de 2009

I DOMINGO DO ADVENTO - Ano C

«A vossa libertação está próxima... 
vigiai e orai em todo o tempo»

O Advento é todo orientado para o Natal. Este tempo forte não tem razão de ser senão como período propício para nos abrirmos ao dom da Encarnação de Deus, e de dentro de nós sai o desejo expresso de toda a Igreja «Vem, Senhor, Jesus». Assim como virá no fim dos tempos, o Emanuel, Deus-connosco, mais uma vez vem para encarnar no nosso hoje. Cada um deve preparar-se para a Sua vinda, acolher os sinais, encaminhar-se para um encontro que terá de viver dentro de si.
Pe. Tarcízio Morais, sdb

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

ÀS PORTAS DO NATAL

“A felicidade está mais em dar do que em receber”
(Act 20,35).
Queridos catequizandos: Vamos entrar na 1ª semana do advento e por excelência, desde este período até ao Natal, há nas pessoas um maior sentido de partilha. Por isso, vamos todos participar na *campanha de alimentos para famílias carenciadas da nossa Paróquia*, que é feita em colaboração com os escuteiros e a conferência vicentina. Sábado, dia 28 de Novembro, entre as 16h00 e as 18h00, será feita a recolha das ofertas. Podes deixar a tua no Centro Paroquial, na Sede dos Escuteiros ou entregar aos catequistas.
*Pede-se*: bolachas, arroz, açúcar, óleo, azeite, etc. Se todos ajudarem, muitas famílias da nossa comunidade terão ter um Natal mais saboroso.
Virginia

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

domingo, 22 de novembro de 2009

JESUS CRISTO REI DO UNIVERSO


Esta festa solene de “Cristo Rei e Senhor do Universo” culmina o ano litúrgico e termina o itinerário espiritual e de fé que fomos fazendo ao longo do ano. O longo caminho iniciado com o Advento do ano passado, encontra o seu ponto final nesta festa, neste encontro com Cristo, Rei e Senhor das nossas vidas. É preciso que Cristo reine em cada um de nós. Que o seu Reino seja proclamado e construído por todos os cristãos. Que a sua verdade permaneça. Sabemos que o Reino de Cristo já começou com a sua vinda, já que Ele mesmo o veio anunciar e iniciar. Jesus inaugurou o novo Reino, que «não é deste mundo» (Jn 18, 36), e realizou-o plenamente com a sua morte e resurreição. Alcançará o seu fim e grandeza quando em definitivo reinar no nosso coração de forma incondicional, vencidos os reinos deste mundo. Para ser Rei e Senhor de todo o nosso ser.

Pe. Tarcízio Morais, sdb

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

UM CONVITE AOS JOVENS

"Que é também uma proposta a anunciar na alegria o Deus que veio e que vem. Contrariamente ao prazer que tende a centrar-se em nós próprios, a alegria vive-se na partilha e não pode guardar-se egoistícamente. Na sua plenitude a alegria é dom de Deus àquele que vive no amor(...) A Mensagem 399
"Vem, vamos embora que esperar não é saber. 
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer"

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

VOCAÇÃO MISSIONÁRIA

Ainda ressoam no nosso coração os ecos do Outubro Missionário, em que vivemos o ponto mais alto no passado dia 28, na Capela de S. Martinho, encerrando este tempo em Vigília, com Exposição, Adoração e Bênção do Santíssimo Sacramento.

Bendito Seja Deus.

Bendito o Seu santo Nome.
Bendito Jesus Cristo, Verdadeiro Deus e
Verdadeiro Homem.
Bendito a Nome de Jesus.
Bendito o Seu sacratíssimo Coração.
Bendito a Seu preciosíssimo Sangue.
Bendito Jesus no Santíssimo Sacramento do altar.
Bendito o Espírito Santo Paráclito.
Bendito a Excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima,
Bendito a sua Santa e Imaculada Conceição.
Bendita a sua gloriosa Assunção.
Bendito o nome de Maria, Virgem Mãe.
Bendito S. José, seu castíssimo esposo.
Bendito Deus, nos seus Anjos e nos seus Santos.

No final escutamos os belíssimos testemunhos de dois missionários da SMBN, por coincidência com mesmo nome - Francisco - que nos transmitiram a alegria de ser Missionário em qualquer parte do mundo.
O primeiro testemunho: foi dado pelo Rev. Pe. Francisco Maior Sequeira, que na jovialidade dos seus 54 anos de sacerdócio, nos falou da sua vocação e de como os pais o ajudaram a discernir e a prosseguir essa caminhada. Falou depois da sua missão em Moçambique e Brasil, e na alegria de ser formador de padres e catequistas, mas a missão maior e sem dúvida a mais gratificante foi a de levar o Evangelho onde nunca tinha chegado, dizendo que: “apesar das dificuldades os missionários têm conseguido dar um bom testemunho e essa é a maior felicidade”. Fez ainda questão de lembrar a todos os pais, que como cristãos, não podem encarar a vocação de ser sacerdote, boa… “ mas para os filhos dos outros”! Devem por isso encorajar os filhos a descobrir que: “ser padre é estar ao serviço de Deus, é estar livre e ser generoso”. A terminar o Pe. Francisco exortou todos os presentes a serem missionários porque: “essa é a condição de sermos Baptizados, Crismados e sermos Igreja”!
O segundo testemunho: do Rev. Pe. Francisco de Jesus, muito mais jovem, Ordenado Sacerdote em 2007, na Sé do Porto, que com os acordes da sua viola e a bonita voz que Deus lhe deu, levou, a que os fiéis o acompanhassem com muita alegria em todos os cânticos da Celebração. O Pe. Francisco de Jesus, recordou que após a morte do pai, levado pela tristeza e angústia de uma perda tão imensa, não se revoltou, mas questionou: “O que é a vida? Para quê viver? Faz sentido a vida como a vivo”? Foi a partir destas interrogações e, apesar de algumas vezes ter dito na escola que não seria padre, que as dúvidas foram sendo cada vez mais. O Pe. Francisco, realçou o importante papel de sua mãe, na descoberta e afirmação da sua vocação e de várias pessoas que lhe foram indicando o caminho e apoiando a sua decisão. Hoje, na alegria de ser missionário, lembra: que a maior lição, lhe foi dada pela vivência verdadeiramente cristã de comunidades que nada têm mas que tudo partilham com alegria e fraternidade.
Em primeiro lugar, ser missionário é ser enviado. O missionário é enviado por alguém e em nome de alguém, pois ninguém se envia a si próprio. Jesus Cristo foi o primeiro enviado em missão. Enviado pelo Pai para ser a luz do mundo, veio não para condenar o mundo mas para o salvar (Jo 12, 47)