Faça o seu DONATIVO à Paróquia de São Pedro de Vilar do Paraíso. NIB 0018 0000 1016 3256 0017 5, IBAN 001800001016325600175 (Fábrica da Igreja Vilar do Paraíso). Se desejar recibo para efeitos de IRS, envie e-mail para: parocovp@gmail.com. Muito obrigado! Continuação de SANTAS FESTAS PASCAIS.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

2º CICLO DE CONVERSAS AMPLAS - 5ª. CONFERÊNCIA


DO EU SOLITÁRIO AO NÓS SOLIDÁRIO
Frei Fernando Ventura
"É um tempo em que a nossa missão é ser gente com gente para que cada vez haja mais gente, e ninguém deixe de ser pessoa!"





Esta noite, mais que uma conferência, mais que uma catequese, foi uma provocação, um desafio e uma interpelação a todos nós. Pela intensidade da palavra, pela forma de a transmitir e pela inquietação que ficou no ar... só podemos dizer: Obrigada, Frei Ventura! 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

2º CICLO DE CONVERSAS AMPLAS


Se não esteve presente em nenhuma das conferências, esta é a última oportunidade!
Não falte na segunda-feira à 5ª e última conferência e, no sábado, dia 2 de Fevereiro, 21h30, no Cine Teatro Eduardo Brazão, ao encerramento.

domingo, 27 de janeiro de 2013

CICLO DE CONVERSAS AMPLAS - 5ª e ÚLTIMA CONFERÊNCIA - 28 janeiro, 21h30, Capela de S. Martinho

NÃO PERCA!



NA VOSSA PAZ, SENHOR...


A nossa oração pelas vítimas do acidente ocorrido na Sertã, no Brasil, e em qualquer parte do mundo onde uma vida humana, única e irrepetível se perca.
Às famílias o nosso profundo pesar, e uma palavra de esperança e consolo, porque em Deus todos estão em Paz.



sábado, 26 de janeiro de 2013

FOLHA DOMINICAL-Informações e Reflexões Importantes para Toda a Comunidade



2. CICLO DE CONVERSAS AMPLAS - 4ª. Conferência

Caridade e Misericórdia: a Práxis do Evangelho
Joaquim Vaz
Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Gaia





No ambiente acolhedor de um dos auditórios da Academia de Música de Vilar do Paraíso, e tal como já tinha acontecido na 3ª Conferência, na ACRAV, foi tempo para escutar boa música, com os alunos da Academia.
Seguiu-se então o Sr. Provedor da Santa Casa de Misericórdia de Gaia,  que explicou, ainda que de forma sucinta tudo o que envolve a esta grande Instituição de Solidariedade,  e de cujo testemunho deixamos algumas palavras…
"Ser irmão duma Misericórdia não é apenas pagar uma cota… É prestar um serviço, mas muito mais do que dar é dar-se a todos sem distinção.
O Provedor tem que prover, cuidar e ser a voz dos que não tem voz..."


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A CATEQUESE...

Neste fim de semana, a catequese decorrerá nos horários e locais habituais. Qualquer alteração será comunicada pelos catequistas. Esperamos por ti!

O Senhor enviou-me
a anunciar a boa nova aos pobres,
a proclamar aos cativos a redenção. 
 Lc 4, 18

CCA - 4ª. CONFERÊNCIA - 25 de Janeiro, 21h30, na Academia de Música de Vilar do Paraíso

ACEITA ESTE CONVITE!


CRIAÇÃO COMUM - Irmão Roger

No encerramento da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que termina esta sexta-feira, 25 de janeiro, meditamos com as palavras do fundador da Comunidade de Taizé.




Quer sejam católicas ou protestantes, as gerações ascendentes exigem mais do que reformas: um renascimento da comunidade cristã. Mas, muitas vezes, metem o carro à frente dos bois esquecendo que não há reforma de uma comunidade sem reforma do indivíduo. É preciso que o ser preceda o agir. Obcecados por uma vontade de reforma, arriscamo-nos a esquecer que a atualização começa nas profundezas de nós mesmos.

A estes jovens repito frequentemente: na comunhão fraterna que hoje junta várias gerações em Taizé, queremos escutar o Espírito Santo em vós, alargando a nossa inteligência, o nosso espírito, o nosso coração. Pedi a nossa conversão a Deus e construiremos em conjunto, e em conjunto diremos: «Vê, Senhor, o teu povo; considera os homens, nossos irmãos, pelo mundo. Separámo-nos, não nos conseguimos voltar a unir para participar numa criação comum. Desfaz a nossa suficiência. Abrasa-nos todos do fogo do teu amor».

E digo-lhes também: ninguém constrói a partir do zero. O poder das pulsões que vos anima pode fazer-vos crer que conseguireis reconstruir sozinhos. Mas o espírito do povo de Deus é construir com todos. Não esqueceis o dia de ontem. Nada de duradouro se realiza sem uma criação comum.

Na comunidade do povo de Deus, como em toda a comunidade cristã, conjugal ou outra, é cada membro que dia após dia participa na recriação de todo o corpo. Se um membro, dominado por uma paixão criadora pessoal, completa a sua obra sem a inserir na criação comum, destrói-a sem se dar conta.

Não há vida comum sem que a única referência de todos seja a de construir em conjunto. O sinal de comunhão que irradiará então entre os homens é mais importante do que a mais nobre obra individual, concebida à margem da comunidade.

A nossa criação torna-se comum desde que consideremos o que Deus nos prepara. Muitos são os sinais que hoje nos são dados. Deus prepara-nos uma comunidade cristã que será lugar de comunhão, que oferecerá à insegurança dos homens através do mundo um chão sólido para todos. Não haverá violência para chegar a esta comunhão. Ninguém será jamais arrancado à sua família eclesial ou humana. Proceder assim não seria uma criação comum. Seria ferir o amor, e quem fere o amor não constrói o povo de Deus.

http://www.snpcultura.org/criacao_comum.html

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

CICLO DE CONVERSAS AMPLAS - 3ª. Conferência

Dignidade e Centralidade da Pessoa, Economia e Bem Comum
António Bagão Félix
" O MAIS IMPORTANTE SÃO AS PESSOAS"

Mais uma noite de Conversas Amplas aconteceu na ACRAV, com a excelência de um orador que cativou pela afabilidade, simpatia, humor, a forma simples como se expressou e nos esclareceu.

 Em breve publicaremos mais imagens e daremos conta da importância das suas palavras.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

2º. CICLO DE CONVERSAS AMPLAS

 2ª. CONFERÊNCIA 
 FÉ, TELEVISÃO E CRISE, EM BUSCA DA FELICIDADE 
Hélder Reis 
A chegada do jovem jornalista da RTP
Acolhido pelo Rev. Pe. Zé Manel, e pela Mónica e António
Atento...
Em mais uma noite de chuva e vento, ainda assim, uma boa assistência no salão do Dramático
A apresentação do orador feita pela casal da pastoral familiar, Mónica e António.
A presença jovem, simpática e despretensiosa de Hélder Reis, fez da 2ª Conferência uma conversa amena, intimista, de partilha do seu percurso de vida, assente nos valores da verdade e da ética.
Como profissional da comunicação social, reconhece o poder que as notícias catastróficas têm para as audiências, mas, procura dentro do possível, deixar sempre uma mensagem de esperança em cada trabalho que faz.
Porque a felicidade é isso mesmo, ter esperança e deixar de lado o medo, citando palavras de João Paulo II, que dizia: - "Não tenhais medo!"
As dúvidas e inquietações, a angústia, o nem todos os dias estar bem, e o medo, tudo isso faz parte do seu quotidiano, que procura relativizar, porque a cada dia surge um novo amanhã para viver com intensidade, mas também com muita responsabilidade.
Hélder Reis, que antes de enveredar pelo jornalismo fez licenciatura em Teologia, com a tese "O Sagrado na poesia de Sophia de Mello Breyner", deixou-nos a terminar, com um dos belos poemas de Sophia tão a propósito para o momento...
A Forma Justa

Sei que seria possível construir o mundo justo
As cidades poderiam ser claras e lavadas
Pelo canto dos espaços e das fontes
O céu, o mar e a terra estão prontos
A saciar a nossa fome do terrestre
A terra onde estamos – se ninguém atraiçoasse – proporia
Cada dia a cada um a liberdade e o reino -
Na concha na flor no homem e no fruto
Se nada adoecer a própria forma é justa
E no todo se integra como palavra em verso
Sei que seria possível construir a forma justa
De uma cidade humana que fosse Fiel à perfeição do universo

Por isso recomeço sem cessar a partir da página em branco
E este é meu ofício de poeta para a reconstrução do mundo

Sophia de Melo Breyner

Da assistência foram surgindo perguntas...
Algumas sobre o tema...
Outras mais pessoais...
Mas principalmente elogios ao jovem orador...
A terminar, para além dos aplausos, flores...
E uma aguarela...
Linda!
Vem a propósito referir que todas as aguarelas feitas para estas CCA, são da autoria do pintor Júlio Costa e emolduradas pela Foto Martinho, tudo gratuito! A ambos, o nosso obrigado pela pela disponibilidade e generosidade. 
Na afabilidade que lhe é inerente, Hélder Reis, cumprimentou todos os que no final, quiseram estar com ele mais de perto.

sábado, 19 de janeiro de 2013

CCA - 1ª CONFERENCIA “UMA ÉTICA CRISTÃ PARA TEMPOS DE CRISE?”

Rev. Pe. Dr. António Augusto Azevedo 
Em noite invernosa e pouco convidativa a sair, foi com “casa cheia” que se iniciou a 1ª Conferência deste 2ª Ciclo de Conversas Amplas.
As palavras do conferencista "bebidas" - como não podia deixar de ser - nas Fontes do Evangelho, na Carta Encíclica Caritas In Veritate, e na Mensagem para o dia Mundial da Paz, de Bento XVI, foram sem dúvida oportunas e esclarecedoras.
Os tempos são difíceis, mas os valores da Fé, da Esperança e da Caridade/Amor, da Fraternidade, da Subsidiariedade e da Solidariedade, são uma esperança, porque sem esperança não há futuro.
Foi assim com chave de ouro que se iniciou este CCA, e um prazer ter escutado as sábias palavras do  Rev. Dr. Pe. António. Muito obrigado!