sexta-feira, 31 de maio de 2013

MÊS DE MARIA: Encerramento na Capela de S. Caetano

O Senhor fez em mim maravilhas: 
Santo é seu nome. 
Uma prece final ao deixar-Vos, Mãe de Deus:
Viva sempre em minha alma
Este grito imortal: 
Ó Fátima, Adeus, Virgem Mãe, Adeus! 
Na emoção da despedida, pedimos a Nossa Senhora que nos acompanhe, e nos ajude a levar a todos: Alegria, Fé, Esperança, Caridade e Paz, em todos os dias da nossa vida.

MÊS DE MARIA - Encerramento às 21h00, em todos os Centros

Nossa Senhora da Paz. Rogai por nós!

Avé! Avé! Nossa Senhora da Paz
A paz que o mundo não tem,
Só do Céu nos vem,
Só Tu no-la dás.
Só Tu, ó Virgem Maria,
Rainha do mundo, rainha da paz!

O povo de Deus Te aclama,
Nossa Senhora da Paz.
O mundo chama por Ti,
És Mãe de Deus, nossa Mãe.

A paz que o mundo não tem,
À espera de alguém
Que a possa trazer:
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, lhe podes valer!

A paz que o mundo procura,
Na noite mais escura
Do seu caminhar:
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, o podes salvar!

A paz que os Anjos cantaram,
E que anunciaram
Ao mundo em Belém;
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, a dás porque és Mãe.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Encerramento Comunitário do Mês de Maria - Capela de S. Martinho

Muito participada a Celebração Mariana e animada pelo Pe.Francisco de Jesus, dos Missionários da Boa Nova. Um momento bonito de meditação e oração a Jesus, por meio de Maria.
 
 
 
 
 
Ide e sede ouvintes da Palavra
Ide e peregrinai na Fé.
Ide e confiai em Maria.
Ide e vivei segundo o Espírito.
Ide e sede firmes na Esperança

 

Encerramento do Mês de Maria - com toda a Comunidade

Tu és o sol num novo amanhecer
Tu és farol, a vida a renascer
Maria, Maria, és poema de amor
És minha Mãe e Mãe do meu Senhor

Hoje quero acordar e ter-te junto a mim.
Quero hoje cantar poemas de amor sem fim.

Com a luz do teu olhar vou semear a esperança.
Pelo tempo vou voar, sentir que sou criança.

Teu carinho e ternura abraçam todo o mundo.
Teu sorriso de candura, certeza de amor profundo.

Teu rosto puro e lindo é luz de um novo dia.´
É espaço infindo de amor, paz e alegria

DIA DO CORPO DE DEUS

"Deus não deixa de nos surpreender… Ele se faz próximo, Ele se dá na Eucaristia, o verdadeiro alimento que sustenta a nossa vida” Papa Francisco, hoje, durante a homilia na Solenidade de Corpus Christi.

Saiba+
http://papa.cancaonova.com/deus-sempre-nos-surpreende-diz-papa-em-missa-de-corpus-christi/

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Recordando o Pentecostes

 
 Eucaristia com a Catequese, 18 de Maio, organização do 4º ano.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Invocação ao Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo, 
enchei os corações dos vossos fiéis 
e acendei neles o fogo do Vosso amor. 
Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, 
e renovareis a face da terra. 
Oremos

Ó Deus, 
que instruístes os corações dos vossos fiéis 
com a luz do Espírito Santo, 
fazei que apreciemos rectamente todas as coisas 
e gozemos sempre da sua consolação. 
Por nosso Senhor Jesus Cristo, 
na unidade do Espírito Santo. Amen.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Cultivar a alegria de cada dia

Um elemento que caracteriza a alegria é o facto dela não nos pertencer. É pessoalíssima, é completamente nossa, identifica-se connosco, mas não nos pertence. A alegria não nos pertence. A alegria atravessa-nos. A alegria é sempre um dom. A alegria nasce do acolhimento. A alegria nasce quando eu aceito construir a minha vida numa cultura de hospitalidade. Se insonorizo o meu espaço vital, se impermeabilizo a minha atenção, a alegria não me visita. A alegria é um dom da amizade acolhida.
...
Se não tenho um coração de criança não sou herdeiro do Reino de Deus. Isto é, não sou herdeiro do reino da vida, não vejo cintilar, não vislumbro. E aqui, as crianças são exemplares porque elas entretêm-se com os pequenos nadas, que no fundo são as coisas mais sérias, as coisas donde colhem a luz. E nós precisamos disso. Precisamos dessa infância. De descobrir infâncias dentro de nós. Não é por acaso que todos os amigos são amigos da infância, mesmo aqueles que fazemos pela vida fora. A principal infância a testemunhar é essa futura.
...
José Tolentino Mendonça
http://www.snpcultura.org/cultivar_alegria_de_cada_dia.html

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Maria, Estrela da fé, que nos guia!

Em Domingo da Santíssima Trindade, no terço rezado na Capela de S. Caetano, recordamos o Ano da Fé na simbologia apresentada. 
Cruz: símbolo de redenção, libertação, perdão, expiação e salvação que nos veio por meio de Jesus.
O Terço: representa o mundo inteiro.
Dentro do terço: 3 velas principais que nos recordam as 3 pessoas da Santíssima Trindade, e se acedem ao rezar a primeira – “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo”.-
A partir de cada uma das velas principais - formando um triângulo - pequenas velas acesas no início do terço, pelos participantes que desejaram e significam caminho de Luz para cada um, que, com o auxílio de Nossa Senhora, pela Oração e pelas Boas Obras nos levará até Deus.
 O Credo

Creio em Deus, Pai- todo-poderoso, 
criador do Céu e da terra. 
E em Jesus Cristo seu único Filho, Nosso Senhor, 
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; 
nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos; 
foi crucificado, morto e sepultado; 
desceu à mansão dos mortos; 
ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, 
está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
 donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. 
Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, 
na Comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, 
na ressurreição da carne e na vida eterna.
Ámen!
 Senhor, Tu és a luz que ilumina a terra inteira. 
Tu és a luz que ilumina a minha vida.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen!
Ó Maria, que peregrinas connosco,
no caminho da fé:
«Feliz és Tu, porque acreditaste»!
Para Ti nos voltamos, ó Maria,
para Te pedir que sustentes, 
guies e aumentes a nossa fé 
de cansados peregrinos!

Ajuda-nos a ver o que não vemos,
a acolher e a descobrir o Deus vivo, 
que vive e cresce dentro de nós 
como cresceu em teu seio virginal.

Dá-nos, ó Maria, a tua graça 
e a tua alegria de levar Jesus, o Teu filho, a todos,
de O mostrar a toda a gente,
sobretudo aos que mais esperam de nós 
o testemunho audaz e feliz da fé,
nossa companheira de vida.

A Ti, Mãe de Deus, feliz porque acreditaste
nos entregamos de coração inteiro, 
e Te confiamos este tempo de graça, 
que torne mais bela e mais forte a nossa fé !

Esquema adaptado do Rosário no Ano da Fé
Paróquia da Senhora da Hora

domingo, 26 de maio de 2013

Recitação do Terço do Rosário - No Ano da Fé

Aos Domingos com a Catequese, às 21h00- Igreja, Ilha, Capela de S. Martinho e Capela de S. Caetano.
Vem rezar connosco!

Sois a semente que há-de crescer
Sois a estrela que há-de brilhar,
Sois o fermento do pão divinal...
Luzeiro para iluminar

Vamos todos a Maria 
Comungar o amor,
d'Ela nos veio a verdade, 
 o perdão e a paz.
Ide amigos, proclamá-la 
Boa Mãe Imaculada:
Estarás sempre connosco 
Como terna e boa Mãe.

FOLHA DOMINICAL-Informações e Reflexões Importantes para toda a Comunidade



sábado, 25 de maio de 2013

Ó Santíssima Trindade

Ó Santíssima Trindade, 
Que ordenais todas as coisas:
O trabalho em cada dia 
E o descanso em cada noite.

Da manhã ao fim da tarde 
Vos louvamos, de alma em prece.
Nada cante em nossa vida 
Que não seja à vossa glória.

Suplicantes, adoramos 
Vossa excelsa majestade,
Misturando nossas vozes 
Às dos Anjos nas alturas.

Amparai-nos, Pai eterno, 
Com o Filho e o Santo Espírito
Que convosco vive e reina 
Pelos séculos dos séculos.

SANTÍSSIMA TRINDADE - Ano C


SALMO RESPONSORIAL Salmo 8, 4-9 (R. 2a)

Refrão: Como sois grande em toda a terra,
Senhor, nosso Deus! 

Quando contemplo os céus, obra das vossas mãos,
a lua e as estrelas que lá colocastes,
que é o homem para que Vos lembreis dele,
o filho do homem para dele Vos ocupardes? 

Fizestes dele quase um ser divino,
de honra e glória o coroastes;
destes-lhe poder sobre a obra das vossas mãos,
tudo submetestes a seus pés: 

Ovelhas e bois, todos os rebanhos,
e até os animais selvagens,
as aves do céu e os peixes do mar,
tudo o que se move nos oceanos. 

quinta-feira, 23 de maio de 2013

RECITAÇÃO DO TERÇO DO ROSÁRIO

"O Rosário da Virgem Maria (Rosarium Virginis Mariae), que ao sopro do Espírito de Deus se foi formando gradualmente no segundo Milénio, é oração amada por numerosos Santos e estimulada pelo Magistério. Na sua simplicidade e profundidade, permanece, mesmo no terceiro Milénio recém iniciado, uma oração de grande significado e destinada a produzir frutos de santidade. Ela enquadra-se perfeitamente no caminho espiritual de um cristianismo que, passados dois mil anos, nada perdeu do seu frescor original, e sente-se impulsionado pelo Espírito de Deus a « fazer-se ao largo » (duc in altum!) para reafirartamar, melhor « gritar » Cristo ao mundo como Senhor e Salvador, como « caminho, verdade e vida » (Jo 14, 6), como « o fim da história humana, o ponto para onde tendem os desejos da história e da civilização ».(1) 
Nele ecoa a oração de Maria, o seu perene Magnificat pela obra da Encarnação redentora iniciada no seu ventre virginal. Com ele, o povo cristão frequenta a escola de Maria, para deixar-se introduzir na contemplação da beleza do rosto de Cristo e na experiência da profundidade do seu amor. Mediante o Rosário, o crente alcança a graça em abundância, como se a recebesse das mesmas mãos da Mãe do Redentor. 
Com efeito, recitar o Rosário nada mais é senão contemplar com Maria o rosto de Cristo. ...O Rosário, quando descoberto no seu pleno significado, conduz ao âmago da vida cristã, oferecendo uma ordinária e fecunda oportunidade espiritual e pedagógica para a contemplação pessoal, a formação do Povo de Deus e a nova evangelização." Carta Apostólica Rosariu Virginis Marie - João Paulo II
O terço, pode então ser uma boa forma de fazer catequese, e ajudar-nos a entrar nos mistérios da redenção, pela oração, meditação e simbologia. Foi tentando transmitir esta ideia que no Domingo de Pentecostes, no terço com a catequese, na Capela de S. Caetano, usamos toda a simbologia do Espírito Santo. 
Apresentamos um terço em forma de coração,  feito com pequenos corações, que contêm uma mensagem - também já usados e distribuídos na Via-Sacra deste ano-. Em cada mistério acendemos uma vela, com a descrição dos Dons do Espírito Santo - dois nas três Avé-Marias finais-. No Centro, a Bíblia com a imagem de Nossa Senhora e os Apóstolos, reunidos no Cenáculo. À volta da Bíblia, doze pequenas velas acesas no inicio do terço simbolizando os frutos do Espírito Santo. No final do terço, distribuíram-se corações e cravos brancos por todos os participantes.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

CORO INFANTO-JUVENIL

As celebrações litúrgicas com um bom grupo coral, são sem dúvida muito mais ricas e vividas de forma mais intensa. A música desperta os sentidos e, com ela, o espírito e o coração abrem-se muito melhor ao transcendente. 
É, pois, com o objectivo de nos levar  a celebrar melhor, que o nosso coro infanto-juvenil tem vindo a crescer e a trabalhar com afinco.
A sua presença nas Eucaristias com a catequese tornou-se indispensável! É uma grande alegria para toda a catequese e comunidade em geral, contar com este bem precioso!
Parabéns ao coro infanto-juvenil!
Se andas na catequese, gostas de cantar e queres fazer parte deste coro, então não deixes de te inscrever!