sexta-feira, 31 de maio de 2013

MÊS DE MARIA: Encerramento na Capela de S. Caetano

O Senhor fez em mim maravilhas: 
Santo é seu nome. 
Uma prece final ao deixar-Vos, Mãe de Deus:
Viva sempre em minha alma
Este grito imortal: 
Ó Fátima, Adeus, Virgem Mãe, Adeus! 
Na emoção da despedida, pedimos a Nossa Senhora que nos acompanhe, e nos ajude a levar a todos: Alegria, Fé, Esperança, Caridade e Paz, em todos os dias da nossa vida.

MÊS DE MARIA - Encerramento às 21h00, em todos os Centros

Nossa Senhora da Paz. Rogai por nós!

Avé! Avé! Nossa Senhora da Paz
A paz que o mundo não tem,
Só do Céu nos vem,
Só Tu no-la dás.
Só Tu, ó Virgem Maria,
Rainha do mundo, rainha da paz!

O povo de Deus Te aclama,
Nossa Senhora da Paz.
O mundo chama por Ti,
És Mãe de Deus, nossa Mãe.

A paz que o mundo não tem,
À espera de alguém
Que a possa trazer:
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, lhe podes valer!

A paz que o mundo procura,
Na noite mais escura
Do seu caminhar:
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, o podes salvar!

A paz que os Anjos cantaram,
E que anunciaram
Ao mundo em Belém;
Só Tu, ó Virgem Maria,
Senhora do mundo, a dás porque és Mãe.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Encerramento Comunitário do Mês de Maria - Capela de S. Martinho

Muito participada a Celebração Mariana e animada pelo Pe.Francisco de Jesus, dos Missionários da Boa Nova. Um momento bonito de meditação e oração a Jesus, por meio de Maria.
 
 
 
 
 
Ide e sede ouvintes da Palavra
Ide e peregrinai na Fé.
Ide e confiai em Maria.
Ide e vivei segundo o Espírito.
Ide e sede firmes na Esperança

 

Encerramento do Mês de Maria - com toda a Comunidade

Tu és o sol num novo amanhecer
Tu és farol, a vida a renascer
Maria, Maria, és poema de amor
És minha Mãe e Mãe do meu Senhor

Hoje quero acordar e ter-te junto a mim.
Quero hoje cantar poemas de amor sem fim.

Com a luz do teu olhar vou semear a esperança.
Pelo tempo vou voar, sentir que sou criança.

Teu carinho e ternura abraçam todo o mundo.
Teu sorriso de candura, certeza de amor profundo.

Teu rosto puro e lindo é luz de um novo dia.´
É espaço infindo de amor, paz e alegria

DIA DO CORPO DE DEUS

"Deus não deixa de nos surpreender… Ele se faz próximo, Ele se dá na Eucaristia, o verdadeiro alimento que sustenta a nossa vida” Papa Francisco, hoje, durante a homilia na Solenidade de Corpus Christi.

Saiba+
http://papa.cancaonova.com/deus-sempre-nos-surpreende-diz-papa-em-missa-de-corpus-christi/

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Recordando o Pentecostes

 
 Eucaristia com a Catequese, 18 de Maio, organização do 4º ano.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Invocação ao Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo, 
enchei os corações dos vossos fiéis 
e acendei neles o fogo do Vosso amor. 
Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, 
e renovareis a face da terra. 
Oremos

Ó Deus, 
que instruístes os corações dos vossos fiéis 
com a luz do Espírito Santo, 
fazei que apreciemos rectamente todas as coisas 
e gozemos sempre da sua consolação. 
Por nosso Senhor Jesus Cristo, 
na unidade do Espírito Santo. Amen.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Cultivar a alegria de cada dia

Um elemento que caracteriza a alegria é o facto dela não nos pertencer. É pessoalíssima, é completamente nossa, identifica-se connosco, mas não nos pertence. A alegria não nos pertence. A alegria atravessa-nos. A alegria é sempre um dom. A alegria nasce do acolhimento. A alegria nasce quando eu aceito construir a minha vida numa cultura de hospitalidade. Se insonorizo o meu espaço vital, se impermeabilizo a minha atenção, a alegria não me visita. A alegria é um dom da amizade acolhida.
...
Se não tenho um coração de criança não sou herdeiro do Reino de Deus. Isto é, não sou herdeiro do reino da vida, não vejo cintilar, não vislumbro. E aqui, as crianças são exemplares porque elas entretêm-se com os pequenos nadas, que no fundo são as coisas mais sérias, as coisas donde colhem a luz. E nós precisamos disso. Precisamos dessa infância. De descobrir infâncias dentro de nós. Não é por acaso que todos os amigos são amigos da infância, mesmo aqueles que fazemos pela vida fora. A principal infância a testemunhar é essa futura.
...
José Tolentino Mendonça
http://www.snpcultura.org/cultivar_alegria_de_cada_dia.html

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Maria, Estrela da fé, que nos guia!

Em Domingo da Santíssima Trindade, no terço rezado na Capela de S. Caetano, recordamos o Ano da Fé na simbologia apresentada. 
Cruz: símbolo de redenção, libertação, perdão, expiação e salvação que nos veio por meio de Jesus.
O Terço: representa o mundo inteiro.
Dentro do terço: 3 velas principais que nos recordam as 3 pessoas da Santíssima Trindade, e se acedem ao rezar a primeira – “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo”.-
A partir de cada uma das velas principais - formando um triângulo - pequenas velas acesas no início do terço, pelos participantes que desejaram e significam caminho de Luz para cada um, que, com o auxílio de Nossa Senhora, pela Oração e pelas Boas Obras nos levará até Deus.
 O Credo

Creio em Deus, Pai- todo-poderoso, 
criador do Céu e da terra. 
E em Jesus Cristo seu único Filho, Nosso Senhor, 
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; 
nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos; 
foi crucificado, morto e sepultado; 
desceu à mansão dos mortos; 
ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus, 
está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
 donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. 
Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, 
na Comunhão dos Santos, na remissão dos pecados, 
na ressurreição da carne e na vida eterna.
Ámen!
 Senhor, Tu és a luz que ilumina a terra inteira. 
Tu és a luz que ilumina a minha vida.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen!
Ó Maria, que peregrinas connosco,
no caminho da fé:
«Feliz és Tu, porque acreditaste»!
Para Ti nos voltamos, ó Maria,
para Te pedir que sustentes, 
guies e aumentes a nossa fé 
de cansados peregrinos!

Ajuda-nos a ver o que não vemos,
a acolher e a descobrir o Deus vivo, 
que vive e cresce dentro de nós 
como cresceu em teu seio virginal.

Dá-nos, ó Maria, a tua graça 
e a tua alegria de levar Jesus, o Teu filho, a todos,
de O mostrar a toda a gente,
sobretudo aos que mais esperam de nós 
o testemunho audaz e feliz da fé,
nossa companheira de vida.

A Ti, Mãe de Deus, feliz porque acreditaste
nos entregamos de coração inteiro, 
e Te confiamos este tempo de graça, 
que torne mais bela e mais forte a nossa fé !

Esquema adaptado do Rosário no Ano da Fé
Paróquia da Senhora da Hora

domingo, 26 de maio de 2013

Recitação do Terço do Rosário - No Ano da Fé

Aos Domingos com a Catequese, 21h00
Igreja, Ilha, Capela de S. Martinho e Capela de S. Caetano.
Vem rezar connosco!
Sois a semente que há-de crescer
Sois a estrela que há-de brilhar,
Sois o fermento do pão divinal...
Luzeiro para iluminar

Vamos todos a Maria 
Comungar o amor,
d'Ela nos veio a verdade, 
 o perdão e a paz.
Ide amigos, proclamá-la 
Boa Mãe Imaculada:
Estarás sempre connosco 
Como terna e boa Mãe.

FOLHA DOMINICAL-Informações e Reflexões Importantes para toda a Comunidade



sábado, 25 de maio de 2013

Ó Santíssima Trindade

Ó Santíssima Trindade, 
Que ordenais todas as coisas:
O trabalho em cada dia 
E o descanso em cada noite.

Da manhã ao fim da tarde 
Vos louvamos, de alma em prece.
Nada cante em nossa vida 
Que não seja à vossa glória.

Suplicantes, adoramos 
Vossa excelsa majestade,
Misturando nossas vozes 
Às dos Anjos nas alturas.

Amparai-nos, Pai eterno, 
Com o Filho e o Santo Espírito
Que convosco vive e reina 
Pelos séculos dos séculos.

SANTÍSSIMA TRINDADE - Ano C


SALMO RESPONSORIAL Salmo 8, 4-9 (R. 2a)

Refrão: Como sois grande em toda a terra,
Senhor, nosso Deus! 

Quando contemplo os céus, obra das vossas mãos,
a lua e as estrelas que lá colocastes,
que é o homem para que Vos lembreis dele,
o filho do homem para dele Vos ocupardes? 

Fizestes dele quase um ser divino,
de honra e glória o coroastes;
destes-lhe poder sobre a obra das vossas mãos,
tudo submetestes a seus pés: 

Ovelhas e bois, todos os rebanhos,
e até os animais selvagens,
as aves do céu e os peixes do mar,
tudo o que se move nos oceanos. 

domingo, 19 de maio de 2013

Peregrinação dos frágeis 2013, 19 de Maio


Nas quatro regiões pastorais:
Grande Porto - Pavilhão Multiusos de Gondomar;
Norte - Igreja Nova de S. Martinho do Bougado;
Sul - Nave Desportiva de Espinho;
Nascente - Pavilhão Desportivo de LAGARES- Penafiel.

Programa geral:
14.00 H – Acolhimento dos participantes.
15.30 H - Início da Celebração.
Celebração presidida pelo Sr.Bispo de cada região

De Vilar do Paraíso vai um autocarro
13h30, partida de S. Martinho.
A equipa paroquial da Pastoral da Saúde acompanhará os nossos Frágeis, 
até Gondomar (Pavilhão Multiusos), pois pertencemos à região do Grande Porto.

RECITAÇÃO DO TERÇO: Domingo de Pentecostes, 21h00

Na Igreja, Ilha, Capela de S. Caetano, ou Capela de S. Martinho, rezamos e cantamos junto de Maria. 
Vem também!

Fazendo uma terra em forma de estrela
Nós vamos seguindo a nossa utopia.
Connosco caminha pisando este chão,
A jovem amiga de nome Maria.

Maria és a certeza
Da nossa esperança
Maria és a Mãe
Desta nova utopia.
Levantas e alentas
Todo o jovem que cansa
Tu és a Bíblia aberta
És a Mãe que nos guia.

Levamos o risco e o compromisso,
Sujamos os pés pela transformação.
Connosco Tu vais, ó mulher do serviço,
Gritando a certeza da libertação.

Semeando a Palavra no mundo já velho
Queremos fazer nossa paz com a vida.
E Tu vais connosco falando o Evangelho,
Primeira cristã, és palavra vivida.

Nós vamos bem pobres na simplicidade,
Queremos ser livres para um mundo novo.
Ensina a gente a fazer a igualdade,
És jovem, és Mãe e és mulher do povo.

DOMINGO DE PENTECOSTES


SALMO RESPONSORIAL Salmo 103 (104), 1ab e 24ac.29bc-30.31.34 (R. 30)
Refrão: Enviai, Senhor, o vosso Espírito
e renovai a face da terra.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor.
Senhor, meu Deus, como sois grande!
Como são grandes, Senhor, as vossas obras!
A terra está cheia das vossas criaturas. 

Se lhes tirais o alento, morrem
e voltam ao pó donde vieram.
Se mandais o vosso espírito, retomam a vida
e renovais a face da terra. 

Glória a Deus para sempre!
Rejubile o Senhor nas suas obras.
Grato Lhe seja o meu canto
e eu terei alegria no Senhor. 

sábado, 18 de maio de 2013

D. MANUEL CLEMENTE, Novo Patriarca de Lisboa

D. Manuel Clemente foi ordenado padre no Patriarcado de Lisboa. Nomeado bispo auxiliar da diocese em 1999, já então dirigida pelo actual cardeal patriarca, D. José Policarpo, viria a receber a ordenação episcopal a 22 de Janeiro do ano seguinte, data em que a Igreja evoca S. Vicente, padroeiro principal do patriarcado lisbonense.
A 22 de Fevereiro de 2007 é nomeado bispo do Porto; regressa seis anos depois a Lisboa para suceder a D. José Policarpo, patriarca desde 1998.
Foi um grande gosto ter conhecido D. Manuel Clemente! A sua simplicidade e simpatia são proporcionais à enorme cultura que possui e ao grande coração que lhe bate dentro do peito.
Nesta hora de despedida, agradecemos a Deus pelo seu trabalho na nossa Diocese, e desejamos-lhe  as maiores felicidades revestidas pela força dos Dons do Espírito Santo, nas novas funções que o esperam como Cardeal Patriarca.
Pela Boa Nova que veio revitalizar e nos ajudou a redescobrir, em novas formas de caminhar ao encontro de Jesus, bem-haja D. Manuel, e que Deus o acompanhe!

Veja aqui a mensagem que D. Manuel Clemente nos deixa

Recitação do Terço

HOJE, 18 DE MAIO - Não haverá a Recitação do Terço, das 21h00, nos diversos Centros de Culto. Estaremos na Caminhada de Luz - Vigília de Pentecostes - a partir das 21h30, desde a Igreja da Mafumede até à Serra do Pilar.

CAMINHO DE LUZ PARA TODOS


sexta-feira, 17 de maio de 2013

EUCARISTIA COM A CATEQUESE: Eis o Convite!

Sábado, 18 de maio, 16h00, Capela de S. Martinho

Vem Espírito de Deus sobre mim, me abro hoje à Tua
presença, mudarás meu coração.