sábado, 30 de março de 2013

É PASCOA, RESSUSCITOU! ALELUIA, ALELUIA!

DOMINGO DE PÁSCOA
Eucaristias: 8h00, na Igreja, Capela de S. Martinho e S. Caetano.
Visita Pascal, das 9h00 às 13h00.
Eucaristia às 12h00, S. Capela S. Martinho

Jo 20, 1-9
No  primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro e viu a pedra retirada do sepulcro. Correu então e foi ter com Simão Pedro e com o outro discípulo que Jesus amava e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram». Pedro partiu com o outro discípulo e foram ambos ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo antecipou-se, correndo mais depressa do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro¬. Debruçando-se, viu as ligaduras no chão, mas não entrou. Entretanto, chegou também Simão Pedro, que o seguira. Entrou no sepulcro e viu as ligaduras no chão e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não com as ligaduras, mas enrolado à parte. Entrou também o outro discípulo que chegara primeiro ao sepulcro:¬ viu e acreditou. Na verdade, ainda não tinham entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dos mortos.

sexta-feira, 29 de março de 2013

PÁSCOA FELIZ!

Sementes de Esperança deseja uma Santa e Feliz Páscoa a todos os catequistas, catequizandos e seus familiares, à comunidade em geral e a todos os amigos que continuam a distinguir-nos com a sua simpática visita.

VIGÍLIA PASCAL

 22 horas, Capela de S. Martinho 
21h50 - Concentração fora da Capela. Devem fazer-se acompanhar de uma vela
Salmo Responsorial (1) Sal. 103(104) 1-2a, 5-6, 10 12, 13-14, 24, 35c
Refrão: Enviai, Senhor, o vosso espírito 
e renovai a face da terra. 

Bendiz, ó minha alma, o Senhor:
Senhor, meu Deus, como sois grande!
Revestido de esplendor e majestade,
envolvido em luz como num manto!

Fundastes a terra sobre alicerces firmes:
não oscilará por toda a eternidade.
Vós a cobristes com o manto do oceano,
por sobre os montes pousavam as águas.

Transformais as fontes em rios
que correm entre as montanhas.
Nas suas margens habitam as aves do céu;
por entre a folhagem fazem ouvir o seu canto.

Com a chuva regais os montes,
encheis a terra com o fruto das vossas obras.
Fazeis germinar a erva para o gado
e as plantas para o homem, que tira o pão da terra.

Como são grandes as vossas obras!
Tudo fizestes com sabedoria:
a terra está cheia das vossas criaturas.
Glória a Deus para sempre!


SEXTA-FEIRA SANTA: Celebração da Paixão e Adoração da Cruz - 19h00, Capela de S. Martinho

Senhor Jesus,
a Sexta-feira Santa é o dia da escuridão,
o dia do ódio sem razão, o dia da morte do Justo!
Mas a Sexta-feira Santa não é a última palavra:
a última palavra é a Páscoa,
o triunfo da Vida, a vitória do Bem sobre o mal.

Senhor Jesus,
o Sábado Santo é o dia do vazio,
o dia do medo e da confusão,
o dia em que tudo parece ter acabado!
Mas o Sábado Santo não é o último dia:
o último dia é a Páscoa,
a Luz que se reacende o Amor que vence todo o ódio.

quinta-feira, 28 de março de 2013

SEXTA-FEIRA SANTA

 15h00 - VIA SACRA (S. Caetano)
Concentração nos Ribeirais, às 14h30

Senhor Jesus,
a tua Paixão é a história de toda a humanidade:
aquela história onde os bons são humilhados,
os mansos… agredidos, os honestos… espezinhados
e os puros de coração são cinicamente escarnecidos.
Quem será o vencedor? Quem dirá a última palavra?

Senhor Jesus,
nós cremos que Tu és a última palavra:
em Ti os bons já venceram,
em Ti os mansos já triunfaram,
em Ti os honestos são coroados
e os puros de coração brilham como estrelas na noite.

Senhor Jesus,
hoje, percorremos o caminho da tua cruz,
cientes de que é também o nosso caminho.
Mas uma certeza nos ilumina:
o caminho não termina na cruz mas continua para além,
continua para o Reino da Vida
é a explosão da Alegria que ninguém mais nos poderá arrebatar!

QUINTA-FEIRA SANTA - Início do Tríduo Pascal

21h30, MISSA DA CEIA DO SENHOR, NA IGREJA PAROQUIAL

Dou-vos um mandamento novo,
dou-vos um mandamento novo:
Que vos ameis uns aos outros, como Eu vos amei.

Quando todos vos amardes como irmãos, 
será esse o testemunho do meu reino. 
Quando todos praticardes a justiça, 
dais ao mundo a conhecer o Evangelho.

Todo aquele que me fizer conhecido
pelas obras da verdade e do amor, 
anuncia a certeza de um caminho, 
aproxima os que vivem sem esperança.

Se guardardes os preceitos que vos deixo,
tereis força p’ra vencer a opressão. 
Se fizerdes o que vistes e ouvistes, 
o meu reino crescerá como um fermento.

Não ameis somente aqueles que vos amam, 
mas amai quem vos odeia e vos insulta: 
É assim a nova lei que venho dar-vos; 
sois felizes se a quiserdes praticar.

Não julgueis para que não sejais julgados; 
Procurai primeiro a trave que vos cega; 
Tudo quanto desejardes que vos façam, 
fazei vós, que é esta a lei e os profetas

HOSSANA, Ó FILHO DE DAVID


Hossana Eh! Hossana Ah!
Hossana Eh! Hossana Eh!Hossana Ah!

Ele é o santo, é o filho de Maria
É o Deus de Israel, é o Filho de David.

Vamos a ele com as flores dos trigais,
com os ramos de oliveira, Com alegria e muita paz!

Ele é o Cristo, é o unificador,
é Hossana nas alturas, é Hossana no amor!

Ele é alegria, é a razão de meu viver
é a vida de meus dias, É o amparo no sofrer!

EUCARISTIA COM A CATEQUESE

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo
segundo São Lucas - Lc 23, 1-49
A leitura da Paixão do Senhor, um grande momento que 
o 5º ano nos proporcionou.
E aconteceu na Eucaristia com catequese, 
de sábado 23 de Março de 2013

quarta-feira, 27 de março de 2013

A CRUZ

 A CRUZ da vida, a nossa dor
não nos há-de abater:
quem nos veio remir com tanto amor
o segredo ensinou de bem sofrer.
Imagens do final da Eucaristia com a Catequese, de 23 de Março, em que todos levaram uma cruz.

terça-feira, 26 de março de 2013

As notícias tristes não têm hora nem dia...

Neste tempo de Quaresma, o Senhor chamou para junto de si o Manuel Alves, irmão da nossa catequista Alzira Alves.
Os mais jovens não se recordam, mas o Manuel foi, durante décadas, uma pessoa muita activa na nossa paróquia colaborando em tudo o que podia.
Foi também um grande catequista e com ele caminharam dezenas de crianças e jovens - hoje adultos - que o recordam com saudade e a quem ensinou as verdades do Evangelho.
Mais tarde, para além de catequista, foi também Ministro Extraordinário da Comunhão.
Nesta hora de dor e tristeza, apresentamos sentidos pêsames a toda a família.
Mas, porque temos fé e acreditamos, estamos em comunhão e oração, na certeza de que configurado com Cristo, o Manuel completou a sua Páscoa e se encontra na Paz de Deus.

O funeral realiza-se amanhã, 27 de Março,  às 10h30, na Igreja Paroquial. 
Agradecemos desde já a todos os que puderem estar presentes.


segunda-feira, 25 de março de 2013

DOMINGO DE RAMOS NA PAIXÃO DO SENHOR




 SALMO RESPONSORIAL Sal. 21 (22), 8-9.17-18a.19-20.23-24(R. 2a)
Refrão:Meu Deus, meu Deus,
porque me abandonastes?

Todos os que me vêem escarnecem de mim,
estendem os lábios e meneiam a cabeça:
«Confiou no Senhor, Ele que o livre,
Ele que o salve, se é seu amigo».

Matilhas de cães me rodearam,
cercou-me um bando de malfeitores.
Trespassaram as minhas mãos e os meus pés,
posso contar todos os meus ossos. 

Repartiram entre si as minhas vestes
e deitaram sortes sobre a minha túnica.
Mas Vós, Senhor, não Vos afasteis de mim,
sois a minha força, apressai-Vos a socorrer-me. 

Hei-de falar do vosso nome aos meus irmãos,
hei-de louvar-Vos no meio da assembleia.
Vós, que temeis o Senhor, louvai-O,
glorificai-O, vós todos os filhos de Jacob,
reverenciai-O, vós todos os filhos de Israel.


HOSSANA! HOSSANA!


Mt 21, 9
Hossana ao Filho de David.
Bendito o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel. 
Hossana nas alturas.

domingo, 24 de março de 2013

O véu do templo rasgou-se, Deus é para todos.


Na paixão de Cristo desencadeou-se o ódio,
o nosso ódio, o ódio de toda a humanidade.
Na paixão de Cristo a nossa maldade reagiu contra a bondade,
o nosso orgulho explodiu, irritado, à vista da humildade,
a nossa corrupção ressentiu-se frente à esplendorosa pureza de Deus! 
E assim nós… tornamo-nos a cruz de Deus!
...
O silêncio de Deus é o nosso tormento, é a nossa prova!
Mas é também a purificação da nossa pressa,
é a cura do nosso desejo de vingança.
O silêncio de Deus é a terra onde morre o nosso orgulho 
e desabrocha a fé verdadeira,
a fé humilde, a fé que não faz perguntas a Deus
mas entrega-se a Ele com a confiança duma criança.

Mons. Ângelo Comastri

sexta-feira, 22 de março de 2013

EIS O CONVITE!


RECEBEMOS A CRUZ!


Em simplicidade, mas com grande sentido de responsabilidade, um grupo dos nosso jovens recebeu de braços abertos a cruz das Jornadas Mundiais da Juventude, que está a visitar toda a Europa.
 
 
 
 
 
Esta noite, a Cruz estará na Via-Sacra e amanhã na Eucaristia com a catequese, às 16h00, na Capela de S. Martinho.

quinta-feira, 21 de março de 2013

VEM RECEBER A CRUZ...


CRUZ DOS JOVENS (João Paulo II) -RECEPÇÃO NA PARÓQUIA
Sexta-feira, 22 de Março, na Eucaristia das 19h00 em S. Martinho
A Cruz é o grande símbolo das Jornadas Mundiais da juventude. Na Argentina o Papa João Paulo entregou cinco cruzes, uma a cada Continente. A cruz da Europa foi entregue a Portugal. Agora ela está a visitar Portugal numa iniciativa do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, coordenada pelo Grupo de Jovens da Congregação dos Missionários da Boa Nova.

PREPARA O TEU CORAÇÃO...


SACRAMENTO DA RECONCILIAÇÃO
Quinta-feira - 21 de Março, 21h30, Capela de S. Martinho

quarta-feira, 20 de março de 2013

Preparação Para as Celebrações Pascais


ENSAIOS  (todos os coros)
1º ensaio - quarta-feira, dia 20 Março às 21h30,  no Centro Paroquial
2º ensaio - segunda-feira, dia 25 de Março, às 21.30 no Centro Paroquial

COM A EUCARISTIA, encerramos com chave de ouro, o Retiro do 7º e 8º anos

  
A presença na Eucaristia das 19h00, de todos os participantes no retiro, foi o encontro que não podia faltar, à volta da mesa da Palavra e do Pão.
Em frente ao altar colocamos os símbolos deste nosso retiro: A Palavra, a Luz e a Partilha que se torna União.
Todos preparados para a celebração, e o Jaime deu-nos também o prazer de estar connosco nesta comunhão.
Antes do início da celebração, a Renata subiu ao âmbão, para partilhar com toda a Assembleia, as conclusões das perguntas colocadas no retiro.
Início da Procissão de entrada, com o sorriso do Rev. Padre Zé Manel, que neste dia teve a Igreja a "rebentar pelas costura"!
Porque era um dia especial, os adolescente também foram convidados a fazer as leituras.
A Gisela, com toda a calma leu a primeira leitura- Is 43,16-21 
Depois do Salmo Responsorial, o Adalberto, muito compenetrado leu a segunda leitura- Filip 3, 8-14 
Proclamação do Evangelho, pelo Rev. Pe. Zé Manel
De novo os adolescentes são chamados a colaborar, agora na Oração Universal.
Depois da Liturgia da Palavra, entramos na Liturgia Eucaristíca...
"Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo pão que recebemos da vossa bondade, fruto da terra e do trabalho do homem, que hoje Vos apresentamos e que para nós se vai tornar Pão da vida."
"Pelo mistério desta água e deste vinho sejamos participantes da divindade d'Aquele que assumiu a nossa humanidade. Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo vinho que recebemos da vossa bondade, fruto da videira e do trabalho do homem, que hoje Vos apresentamos e que para nós se vai tornar Vinho da salvação."
Confortados pelo Pão da Vida, partimos com novo ânimo. Mas porque estamos em tempo de Quaresma, também no maior silêncio, mas com o coração a transbordar de alegria!

Os catequistas:
Cândida, Conceição, Esmeralda, Ercília, José António, Pedro Pinto, Pedro Lima, Rute e Maria Miranda

RETIRO DO 7º E 8º ANOS DE CATEQUESE

Com início marcado para as 9h00, decorreu no passado sábado, o retiro dos adolescentes do 7º e 8º anos de catequese, no seminário da Boa Nova em Valadares.
Bem cedo, e em pequenos grupos que totalizou 40 presenças, os jovens foram chegando e este simpático grupo foi o mais madrugador!
A dinâmica de acolhimento, inventada pelo catequista Conceição, criou o ambiente próprio à apresentação de cada um.
 Um pequeno fio... outro pequeno fio... deram lugar a uma corda (trança), símbolo da união entre o grupo e que nos acompanhou durante o retiro.
 Dois jovens levaram o nosso símbolo para a Igreja, e foi colocado em local bem visível.
Antes dos trabalhos fomos cumprimentar Jesus, e estivemos em oração durante alguns minutos na Igreja do seminário.
Já na sala, e com a preciosa ajuda da Ercília, começamos por "aquecer" as vozes. E cantando, alegramos o dia!
A Conceição deu-nos a introdução ao tema - Quaresma -  que iria ser aprofundado pelo Jaime, seminarista moçambicano, que se encontra na Boa Nova.
O Pedro fez a leitura do Evangelho Mateus 4, 1-11 (Tentações de Jesus), a partir do qual o Jaime nos foi desenrolando toda a temática desta dia.
Jovens atentos e interessados, ouviram que: Retiro é Retirar-se... Sair para... não significando hoje que tenhamos de ir para o deserto, propriamente dito, mas que devemos sair do barulho, da confusão, do ruído, distanciar-nos do mundo e procurar o silêncio para que possamos estar em intimidade com Deus.
Livrar-nos de maus pensamentos e acções. Não pensar tanto em ter muitas coisas: como riqueza ou poder… porque nada disso nos traz a felicidade. A nossa vida requer simplicidade e o espírito não é alimentado por coisas materiais.
“Porque nem só de pão vive o homem”, assim diz Jesus que nos indica que o Pão, o Pão da verdadeira vida é a Palavra de Deus. Só ela nos fortifica para vencer todas as tentações do mundo.
Um dos momentos de convívio e confraternização no exterior, para descontrair e respirar o ar puro que ainda se sente à volta do seminário.
 
Sacramento da Reconciliação, preparado com o calor emanado da lenha que ardia no fogão, a música de fundo, as imagens, as palavras...
 ... e, principalmente o silêncio que cada um fez no seu coração, reflectido e propiciando um bom exame de consciência.
 A palavra final do Rev. Padre Zé Manel,  a oração em conjunto e o cântico, terminaram momento extremamente importante neste dia.
 
 Hora de almoço! E que bom que estava! 
 De volta aos trabalhos, dividiram-se os jovens em 4 grupos, para reflectir sobre as perguntas:
O que é a Quaresma? O que me pede Deus nesta Quaresma?
Cada um escolheu o lugar que lhe pareceu mais adequado...
 Juntos aprofundaram, reflectiram e responderam às questões colocadas.
A "plateia" expectante e em silêncio, para escutar a reflexão feita por cada grupo
 ... partilhada por cada um dos "porta-voz" eleitos.
A catequista Conceição e o seminarista Jaime, atentos ao que ia sendo dito...  No final, a Conceição elaborou uma síntese da reflexão que os grupos fizeram e que levaram para partilhar na Eucaristia.
O encontro terminou com um grande lanche que os pais trouxeram aos filhos e que partilharam com todos os catequistas.
Um grande bem-haja aos pais!