terça-feira, 12 de março de 2013

ORAÇÃO pelo próximo Papa


Nestes dias, em que os Cardeais se reúnem em Roma a fim de eleger o novo Papa, esta ajuda da oração é de extrema importância. É uma súplica ao Espírito Santo para que conceda a força e a luz que guiará os Cardeais na sua decisão. À semelhança dos Apóstolos reunidos em torno de Maria no cenáculo, podemos pedir, em oração unânime, o dom do conselho. O Conclave não é uma reunião em que simplesmente se elege por maioria, mas uma assembleia que escuta as propostas de Deus, as indicações do Bom Pastor, Cabeça da Igreja.
O verdadeiro poder da oração reside num abandono confiante a Deus. Podemos pedir muito a Deus através de um simples e sincero acto de abandono. O sacerdote italiano Dolindo Ruotolo, que morreu com fama de santidade, escreveu que a oração mais eficaz consiste numa única frase curta:
 "Ó Jesus, eu abandono-me a Vós! Cuidai Vós!"
 Com as palavras que recebeu do próprio Jesus, escreveu a seguinte oração: 

“Entregar-se a Mim não significa deixar-se tomar pelo medo, 
preocupação, desespero e, só depois, recorrer a Mim 
numa oração fervorosa para que eu vos socorra.
Entregar-se a Mim significa, 
fechar tranquilamente os olhos da alma e abandonar-se a Mim.
Aquilo que vos perturba e prejudica é a obstinação 
em reflectir e ponderar nas vossas preocupações, 
atormentando-se ainda em querer fazer, 
a qualquer preço, tudo por si mesmos.
Quantas coisas faço quando, porém, sou Eu que actuo, 
quando a alma em necessidade se dirige sem reservas a Mim 
nos seus interesses espirituais e materiais, 
esforçando-se por olhar para Mim 
enquanto pode dizer cheia de confiança:
‘Cuidai Vós!’ 
As tuas orações não valem tanto como um acto de abandono.
Reflecte nisso. Não há oração mais eficaz do que esta.”

Senhor, cuidai Vós! 
Revelai-nos e enviai-nos o Papa que Vós escolhestes.

http://www.fundacao-ais.pt/cms/view/id/2388/

Sem comentários: