quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

7º CICLO DE CONVERSAS AMPLAS - 5ª CONVERSA: “Compor com o Coração”, RUI MASSENA

No passado dia 29 de Janeiro, no Grupo Dramático de Vilar do Paraíso, teve lugar a 5ª Conversa que o CCA deste ano nos proporcionou. 
Salão cheio, o que não é de admirar, porque sendo Rui Massena uma figura tão mediática, muitos eram os que desejavam conhecê-lo pessoalmente, e outros que com ele conviveram revelo e abraça-lo! 
Inicio do pequeno filme com que habitualmente se iniciam as CCA, e que contem sempre uma mensagem ligada ao tema escolhido, este ano: - “Coração Sentido e Centralidade”, e que no filme se revelou em partilha e generosidade, por alguém que nunca esqueceu o bem que lhe tinha sido feito.
Ainda que o maestro dispensasse apresentações, naturalmente que esta tinha de ser feita, e muito bem, por um casal da Pastoral da Família de VP.
Esta 5ª Conversa do Ciclo de Conversas Amplas, foi uma generosa partilha da vida de Rui Massena, o maestro e compositor que aceitou o convite: - “com muito gosto” - para estar com esta comunidade. 
A Conversa inicia-se com Rui Massena a falar com grande carinho dos pais,  que o - “empurraram sempre muito para coisas que ele próprio desconhecia que teria jeito” -. Nunca tiveram medo que ele seguisse música, num tempo em que seguir música era uma - “coisa do além”-, e foi essa uma grande lição de generosidade e abnegação dos pais que souberam olhar para ele e correr o risco.
Rui Massena é, podemos dizer, um filho de Vilar do Paraíso pelos anos que aqui passou ligado á Academia de Música, da qual falou com carinho e reconhecimento como uma segunda casa, que o ajudou a crescer e gostar da música, mas principalmente pela parte humana e afectiva com que os professores olhavam para cada aluno. Sempre com olhar generoso, percebendo que todos eram diferentes uns dos outros e, por isso, os amparavam na diferença.
Foi, pois, esta a matriz onde bebeu e fez com que gostasse de música, continue a gostar de música, a gostar de pessoas, de ter uma família…
A palavra generosidade é nesta Conversa das mais proferidas por Rui Massena. É também com ela que distingue o Professor Hugo Berto, que considera inspirador, de uma profunda generosidade e afectividade e uma das pessoas mais importantes do seu caminho musical.
Nas diversas perguntas que lhe foram sendo colocadas estabeleceu-se sempre diálogo, e falou da família com muito carinho, pois: - "considera que a família é um projecto que tem de se levar a bom porto, a bem de nós próprios, a bem das pessoas com quem estamos, dos filhos e a bem da humanidade."
“A família é um bocadinho como um espaço sonoro, quando lá pomos umas notas faz-se uma música e aquilo que lá depositamos é o que temos”. 
A par da família, os amigos estão muito presentes na vida do maestro, e referiu que é uma grande felicidade ter tantos amigos, com quem mantêm um elo de ligação único e são parte fundamental da sua vida.
Na música gosta do improviso, porque tal como amanhecer é diferente todos os dias, na música tem de haver lugar para o improviso e nunca teve medo de seguir por esse caminho. 
Mas até o improviso é preciso trabalha-lo… E, por isso, gosta de conhecer novas sonoridades e novos sítios porque se criam novas possibilidades de evasão… caminhar à beira mar é uma das suas “fontes” de evasão e inspiração.
Olhar para o sucesso é, diz Massena: -“uma maravilha! Mas faz parte de construir a vida bem. E construir a vida bem é estar aqui hoje em Vilar do Paraíso, nesta sessão, amanhã estar a fazer uma sessão para o Presidente da República ou estar em Nova Iorque, todas têm uma importância muito forte”.
Na sua vida de sucesso na música, nos palcos e na televisão foram acontecendo. Continua cheio de projectos e não vive a olhar para o que já fez, porque quer continuar “vivo” para fazer coisas diferentes e nada está posto de parte, seja a dirigir orquestras ou a voltar à televisão…
Neste momento o projecto em que está empenhado é o seu terceiro disco, e é em torno disso que gira a sua vida. Mas, refere, que não se fecha a nada e gosta de deixar tudo em aberto…
Esta é apenas uma pequena síntese da excelente CONVERSA com que Rui Massena nos brindou, onde se mostrou genuíno e também generoso pela partilha de sentimentos, o que nem sempre é fácil...
Se aos maestros é sempre atribuída uma certa vaidade e excentricidade, em Rui Massena - cujos méritos como maestro e compositor são já reconhecidos nacional e internacionalmente - essa faceta ficou “à porta”... porque o sentimos ali como um ser humano simples, com grande sentido de humor, ligado aos afectos e às pessoas, verdadeiramente presente e feliz juntos de nós.
Felicitamos Rui Massena pela sua capacidade de trabalho e inovação na música. Um grande obrigado e o nosso abraço amigo por ter estado disponível para esta conversa com a comunidade de Vilar do Paraíso. Boa recuperação para a cirurgia, felicidades na vida pessoal e muitos sucessos na música, que certamente continuará a compor com sensibilidade, paixão e coração!
Agradecimentos:
Rui Massena, pela partilha de afectos, sentimentos e projectos.
Grupo Dramático de Vilar do Paraíso, por receber mais uma vez e de forma tão simpática o CCA.
Pastoral da Família VP, pela organização.
Foto Martinho, que de novo e generosamente nos cedeu das fotos.
Álbum de fotos em 

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

CCA 2018 - 5ª CONVERSA - "COMPOR COM O CORAÇÃO"

Ontem, tivemos a última sessão do 7º Ciclo de Conversas Amplas com o Maestro Rui Massena, que teve lugar no Grupo Dramático de Vilar do Paraíso. A sala estava cheia e foi verdadeiramente uma conversa de coração aberto, tendo como tema Compor com o Coração. Muito obrigado ao Maestro Rui Massena e muito obrigado a todos os organizadores deste 7º Ciclo de Conversas Amplas.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Imagens e texto: Pe. José Guedes

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

EIS QUE FAÇO NOVAS TODAS AS COISAS!

Tu, Senhor, Tu passas, Tu amas, Tu falas,
E um caminho novo se abre a nossos pés,
Uma luz nova em nossos olhos arde,
Átrio de luminosidade,
Pão
De trigo e de liberdade,
Claridade que se ateia ao coração.

Lume novo, lareira acesa na cidade,
És Tu, Senhor, o clarão da tarde,
A notícia, a carícia, a ressurreição.

Passa outra vez, Senhor, dá-nos a mão,
Levanta-nos,
Não nos deixes presos no nevão
Do Montemuro ou de Cafarnaum.

É necessário que o zum-zum
Do Evangelho
Atravesse outras aldeias e cidades,
Corra de rua em rua,
De quelho em quelho,
Entre em cada coração
Novo ou velho,
E faça nascer uma teia de irmãos,
Que se dão as mãos.

D. António Couto

RETIRO DO PAPA ORIENTADO PELO PE. TOLENTINO MENDONÇA

Cidade do Vaticano, 28 jan 2018 (Ecclesia) – O jornal do Vaticano, ‘L’Osservatore Romano’, anunciou hoje que o padre Tolentino Mendonça vai orientar o tradicional retiro de Quaresma do Papa e dos seus colaboradores mais diretos, na Itália, de 18 a 23 de fevereiro.

O sacerdote, vice-reitor da Universidade Católica de Lisboa e consultor do Conselho Pontifício para a Cultura (Santa Sé) é apresentado pelo quotidiano como “teólogo e poeta”, “uma das vozes mais autorizadas” da cultura portuguesa.

“O elogio da sede” é o tema dos exercícios espirituais do Papa Francisco e da Cúria Romana, na Casa do Divino Mestre, dos religiosos paulistas, em Ariccia, arredores de Roma, com 10 meditações do padre e poeta madeirense.

O retiro começa às 18h00 (menos uma em Lisboa) do domingo, 18 de fevereiro, com introdução, adoração eucarística e oração das vésperas.

“Aprendizes do espanto” é o título da reflexão do padre Tolentino Mendonça que servirá de introdução a todo ciclo dos exercícios.

domingo, 28 de janeiro de 2018

GRUPO CORAL DE S. CAETANO

No sábado, 27 de Janeiro, o Grupo Coral de S. Caetano juntou-se para, sentados à mesa comum, celebrarem a amizade e o serviço que prestam à comunidade nas celebrações litúrgicas. Obrigado a todos os que participaram. (Pe. Guedes)
Um convívio muito bom, em que estiveram presentes amigos que já não víamos há algum tempo... E na memória e no coração aqueles que não puderam estar presentes! (Tânia Leitão)

sábado, 27 de janeiro de 2018

DOMINGO IV DO TEMPO COMUM - Ano B

SALMO RESPONSORIAL Salmo 94 (95), 1-2.6-7.8-9 (R. cf. 8) 
Refrão: Se hoje ouvirdes a voz do Senhor, 
não fecheis os vossos corações.

Vinde, exultemos de alegria no Senhor, 
aclamemos a Deus, nosso Salvador. 
Vamos à sua presença e dêmos graças, 
ao som de cânticos aclamemos o Senhor.

Vinde, prostremo-nos em terra, 
adoremos o Senhor que nos criou; 
pois Ele é o nosso Deus 
e nós o seu povo, as ovelhas do seu rebanho.

Quem dera ouvísseis hoje a sua voz: 
«Não endureçais os vossos corações, 
como em Meriba, como no dia de Massa no deserto, 
onde vossos pais Me tentaram e provocaram, 
apesar de terem visto as minhas obras».

FOLHA DOMINICAL - informações e reflexões importantes para toda a comunidade

CCA 2018 - 4ª CONVERSA - "MÚSICA SACRA. MÚSICA EM CONVERSÃO"

A 4ª CONVERSA do 7º Ciclo de Conversas Amplas com o Cónego, maestro e compositor, António Ferreira dos Santos, decorreu no passado dia 24 de Janeiro, numa Casa de Música, com música, em que se falou de música e também se cantou!
Atrevemo-nos a dizer que foi uma Conversa cheia de harmonia, melodia e também ritmo, onde o trabalho pedagógico pela música do Cónego Ferreira dos Santos, educando e sensibilizando para o respeito dos textos e tempos litúrgicos esteve bem patente e que certamente será benéfico para todos, principalmente para os grupos corais.
Agradecimentos:
Cónego Ferreira dos Santos, que de forma simples connosco partilhou o seu saber.
Academia de Música de Vilar do Paraíso, por tão bem acolher as CONVERSAS AMPLAS e nos brindar com um lindíssimo momento musical. 
Pastoral da Família VP pela organização.
Foto Martinho pela generosa cedência das fotos.
Álbum de fotos em