quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

DIA MUNDIAL DA PAZ - 1 de Janeiro 2010





O respeito pela criação reveste-se de grande importância, designadamente porque «a criação é o princípio e o fundamento de todas as obras de Deus» e a sua salvaguarda torna-se hoje essencial para a convivência pacífica da humanidade.


Com efeito, se são numerosos os perigos que ameaçam a paz e o autêntico desenvolvimento humano integral, devido à desumanidade do homem para com o seu semelhante – guerras, conflitos internacionais e regionais, actos terroristas e violações dos direitos humanos –, não são menos preocupantes os perigos que derivam do desleixo, se não mesmo do abuso, em relação à terra e aos bens naturais que Deus nos concedeu. Por isso, é indispensável que a humanidade renove e reforce «aquela aliança enre ser humano e ambiente que deve ser espelho do amor criador de Deus, de Quem provimos e para Quem estamos a caminho».


Da Mensagem de Sua Santidade Bento XVI, para o Dia Mundial da Paz

NASCER DE NOVO...


Que cada um de nós renasça em 2010
para que seja de facto um
FELIZ ANO ANO!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

MISSÃO 2010


JANEIRO: ANÚNCIO


A Missão de anunciar é para os cristãos e, como tal, nenhum de nós pode deixar de fazer parte desta corresponsabilidade para a Nova Evangelização. Preparemo-nos então para o primeiro anúncio com o canto bonito e tradicional - tão característico deste tempo - as Janeiras.

C O N V I T E
Todos estão convidados para o primeiro ensaio, no próximo dia 29 de Dezembro, pelas 21h30, no Centro Paroquial, vamos afinar as vozes e, se tocas algum instrumento leva-o contigo.
NÃO FALTES!

O secretariado da catequese

* Ilustração de Laura Costa Bilhete postal emitido pelos CTT em 1942 originally uploaded by pincel de mel

sábado, 26 de dezembro de 2009

CHEGOU O DEUS MENINO!

Baseada na proposta apresentada pela Revista A Mensagem: completamos com a chegada do Menino Jesus a dinâmica iniciada no Advento - na catequese de S. Caetano - e que tinha a sua continuação na Eucaristia, com a leitura de um texto e a colocação num cântaro de uma palavra -símbolo- ligada por uma corda à vela que em cada Domingo se acendia.


Para casa, cada catequizando levou uma estrela para pendurar na árvore e fazer a leitura do texto nela indicado, com a família reunida.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

BOAS FESTAS

ADVENTO - Dinamicas da Catequese

Imagem da dinâmica do Advento feita pelo 9º. Ano de S. Martinho

EUCARISTIA COM A CATEQUESE - ACOLHIMENTO AO DEUS MENINO

No passado sábado o grupo do 8º ano com 
a ajuda do Rev. Pe. Zé Manel e das catequistas,  

preparou a Celebração da Eucaristia das 16h00, 
fazendo o acolhimento ao Deus Menino com a originalidade de 
ter a presença de uma jovem futura mãe.
Na Liturgia da Palavra, foi recreado o quadro 
da visita de Nossa Senhora a sua prima Santa Isabel e
lembrados 4 elogios feitos a Maria, em forma de saudação:

GRAÇA
O primeiro elogio foi na Anunciação.
O anjo Gabriel saudou-a, dizendo-lhe:
“Avé, ó cheia de graça, o Senhor está contigo”.

O segundo elogio aconteceu em casa de Isabel.
Esta disse-lhe:
“Bendita és tu entre as mulheres.
Bem-aventurada porque acreditaste em Deus”.

VIDA
O terceiro elogio foi pronunciado por uma mulher do povo, 
no meio da multidão: “Feliz o ventre que te gerou”.
PALAVRA
O quarto elogio foi proclamado por Jesus. 
Estava ele a pregar e disseram-lhe que 
a sua mãe se encontrava lá fora. 
E Jesus, pensando em Maria, disse: 
“Felizes os que escutam a palavra de Deus 
e a põem em prática”.

Os dísticos referentes a cada elogio foram colocados 
no placard junto da imagem de Maria.

No momento de Acção de Graças, 
foi feita a “revelação” do nascimento de Jesus, 
com a jovem futura mãe a abrir uma prenda com a 
imagem do Menino - que recebeu uma grande salva de palmas - 
sendo depois por ela colocado no presépio.
A todos os catequizandos 
foi também oferecido um pequenino Menino Jesus, 
para que não se esqueçam que Ele 
é o verdadeiro símbolo do Natal.

domingo, 20 de dezembro de 2009

IV DOMINGO DO ADVENTO

ACOLHER O AMOR

A Liturgia deste Domingo convida-nos a reflectir sobre a missão de Jesus. A Sua vinda não é indiferente ao mundo, é uma realidade transformadora que não pode passar despercebida. Porque nos ama o Senhor vem ao mundo para nos conceder um projecto de salvação e de libertação que nos conduz à felicidade. Hoje, somos convidados a Meditar e a Acolher o Amor que Deus tem por nós ao ponto de enviar o Seu Filho, Jesus, para nos salvar. Também nós somos construtores desse Amor, desta realidade e vida que transforma o mundo!

A Mensagem nº 399

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

ADVENTO

O Advento já vai a meio e as dinâmicas propostas para este tempo estão a decorrer nos vários Centros de Catequese e nas Eucaristias. Como a riqueza da liturgia está na diversidade com que cada um a pode “ver”, os vários Centros de Catequese vão adaptando as propostas que acham mais apropriadas para os seus grupos.

Hoje damos a conhecer uma dinâmica pensada no sentido de preparar as crianças e adolescentes para irem ao encontro da Luz do mundo: Jesus Cristo.
Para isso, construí-se uma vela que funciona como um calendário de Advento, sendo um convite para as crianças e adolescentes crescerem ao encontro da Luz e descobrirem que ela pode entrar pelos olhos, ouvidos, mãos e coração.

Aqui está a bonita vela do Centro de Catequese de S. Martinho, que a Virginia enviou para todos nós, bem-haja!

sábado, 12 de dezembro de 2009

III DOMINGO DO ADVENTO: DOMINGO DA ALEGRIA

Entramos na segunda metade do Tempo de Advento, neste que é chamado o Domingo da alegria, somos chamados a testemunhar essa alegria de sermos filhos de Deus. E para que de facto possamos ser filhos de Deus a liturgia de hoje coloca-nos a seguinte pergunta: «Que devemos fazer?» João Baptista tinha acabado de apelar à conversão. Muitos corações mostraram-se receptivos ao seu apelo. As multidões, os publicanos e os soldados querem dar passos concretos nesta conversão pessoal e perguntam: “Que devemos fazer?”. João indica que o modo privilegiado para “preparar o caminho do Senhor”, de tornar visível a sua conversão, é converterem-se ao irmão. As relações renovadas com os irmãos serão o sinal da relação renovada com Deus. Que ninguém se iluda do contrário. Não se pode ser cristão, ser filho de Deus e desprezar o irmão. Não se pode correr para os braços do Pai sem abraçar o irmão. O Messias está a chegar para operar uma verdadeira transformação da nossa vida no sentido de Deus. Ocupemo-nos do cuidado do nosso irmão; esse será o melhor sinal de que estamos preparados para a grande Alegria da Sua vinda.

Adaptado da Lectio Divina

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

D. Manuel Clemente é o vencedor do prémio Pessoa 2009

O Bispo do Porto confessa «surpresa» e fala em maior responsabilidade como homem da Igreja e da Cultura.
D. Manuel Clemente, Bispo do Porto desde 2007, e presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, é o vencedor do prémio Pessoa 2009. Este prémio é concedido anualmente à pessoa de nacionalidade portuguesa que durante esse período e na sequência de actividade anterior - tiver sido protagonista de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país.
...
" Em tempos difíceis como os que vivemos actualmente D. Manuel Clemente é uma referência ética para a sociedade portuguesa no seu todo", pode ler-se na acta da reunião do júri.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA - 8 de Dezembro


Mais do que qualquer outro tempo do Ano Litúrgico, o Advento é tempo de Maria, pois é nele que A vemos em mais íntima relação com o Seu filho, ao Qual está unida «por vínculo estreito e indissolúvel» (LG. 53). Se o Senhor veio ao meio dos homens, se Ele vem ainda, é por meio de Maria. N’Ela se cumpre, na verdade, o mistério do Advento. Embora, na sua origem e no seu princípio, a Solenidade da Imaculada Conceição, que vem do século XI, não nos apareça em ligação com o Advento, contudo ela é uma verdadeira festa do Advento. Ela é a aurora que precede, anuncia e traz em si o Dia novo, que está para surgir no Natal. Enaltecendo a Virgem Maria, esta Solenidade, em vez de nos desviar do Mistério de Cristo, leva-nos, pelo contrário, a exaltar a obra da Redenção, ao apresentar-nos Aquela que foi a primeira a beneficiar dos seus frutos, tornando-se a imagem e o modelo segundo o qual Deus quer refazer o rosto da Humanidade, desfigurado pelo pecado. Assim como na aurora se projecta a luz do sol, de cujos raios ela tira a vida, assim em Maria Imaculada se reflecte o poder do Salvador que está para vir: a Seus méritos Ela deve, com efeito, o ter sido «remida de modo mais sublime» (LG. 53). Festa de Advento, a Solenidade da Imaculada Conceição constitui uma bela preparação para o Natal.

Secretariado Nacional da Liturgia

sábado, 5 de dezembro de 2009

II Domingo do Advento - Ano C

«Preparai o caminho do Senhor, 
endireitai as suas veredas»

ORAÇÃO
Senhor, peço-Te que me concedas sabedoria
para viver cada dia em plenitude,
como se fosse o único, como se fosse o último.
Dá-me um coração capaz de se aperceber
do chamamento que me espera no meu quotidiano.
Sei que deste modo encontrarei a alegria, a paz,
consolação e esperança,
e serei livre de todos os medos, de hoje e de amanhã.
Concede-me viver a vida que me dás,
em acção de graças,
procurando-Te e encontrando-Te no meu viver
descobrindo-Te que és sempre meu Pai.
Ámen.
Ir. Anabela Silva

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

PROMOVER A DOAÇÃO DE ORGÃOS - Conclusões do XXII Encontro Nacional da Pastoral da Saúde

O acto de amor que se exprime na doação de órgãos vitais, é também um autêntico testemunho de caridade, para que cresça sempre a vida e, por isso, “o caminho a seguir é a disseminação e a formação de uma cultura de solidariedade que esteja aberta a todos e não exclua ninguém”.
http://www.agencia.ecclesia.pt/


Se Jesus Cristo deu a vida por mim; então que eu dê um pouco de mim ao meu semelhante.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

DIOCESE DO PORTO COM NOVO ROSTO NA INTERNET

A Diocese do Porto, que desde cedo descobriu o potencial extraordinário das novas tecnologias, renovou completamente a sua página na Internet, dotando-a de mais funcionalidades, tornando-a dinâmica, visualmente cuidada e muito apelativa.
Pela importância dos seus conteúdos esta página de Informação e Formação, deve ser visitada com frequência por todos os catequistas.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

LAUSPERENE

Sábado, 28 de Novembro, na Capela de S. Martinho, todos os grupos paroquias foram chamados a orar e louvar o Santíssimo Sacramento, durante 7 horas contínuas, terminando com a Eucaristia e Bênção. Foi, sem dúvida, uma maneira muito bonita de iniciarmos o novo ano litúrgico, rezar pelos sacerdotes - neste ano que lhes é dedicado - e entrarmos na Missão Diocesana 2010.



ORAÇÃO

Senhor Jesus Cristo, 
que sois perene fonte de vida em abundância, 
intensificai nas nossas comunidades 
a celebração permanente da vossa presença 
e a irradiação constante do Evangelho, 
renovando-as pelo apelo e prática da Missão 2010!

domingo, 29 de novembro de 2009

I Domingo de Advento - Ano C

«A vossa libertação está próxima... vigiai e orai em todo o tempo»

O Advento é todo orientado para o Natal. Este tempo forte não tem razão de ser senão como período propício para nos abrirmos ao dom da Encarnação de Deus, e de dentro de nós sai o desejo expresso de toda a Igreja «Vem, Senhor, Jesus». Assim como virá no fim dos tempos, o Emanuel, Deus-connosco, mais uma vez vem para encarnar no nosso hoje. Cada um deve preparar-se para a Sua vinda, acolher os sinais, encaminhar-se para um encontro que terá de viver dentro de si.
Pe. Tarcízio Morais, sdb

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

ÀS PORTAS DO NATAL

“A felicidade está mais em dar do que em receber”
(Act 20,35).
Queridos catequizandos: Vamos entrar na 1ª semana do advento e por excelência, desde este período até ao Natal, há nas pessoas um maior sentido de partilha. Por isso, vamos todos participar na *campanha de alimentos para famílias carenciadas da nossa Paróquia*, que é feita em colaboração com os escuteiros e a conferência vicentina. Sábado, dia 28 de Novembro, entre as 16h00 e as 18h00, será feita a recolha das ofertas. Podes deixar a tua no Centro Paroquial, na Sede dos Escuteiros ou entregar aos catequistas.
*Pede-se*: bolachas, arroz, açúcar, óleo, azeite, etc. Se todos ajudarem, muitas famílias da nossa comunidade terão ter um Natal mais saboroso.
Virginia

domingo, 22 de novembro de 2009

Jesus Cristo Rei do Universo


Esta festa solene de “Cristo Rei e Senhor do Universo” culmina o ano litúrgico e termina o itinerário espiritual e de fé que fomos fazendo ao longo do ano. O longo caminho iniciado com o Advento do ano passado, encontra o seu ponto final nesta festa, neste encontro com Cristo, Rei e Senhor das nossas vidas. É preciso que Cristo reine em cada um de nós. Que o seu Reino seja proclamado e construído por todos os cristãos. Que a sua verdade permaneça. Sabemos que o Reino de Cristo já começou com a sua vinda, já que Ele mesmo o veio anunciar e iniciar. Jesus inaugurou o novo Reino, que «não é deste mundo» (Jn 18, 36), e realizou-o plenamente com a sua morte e resurreição. Alcançará o seu fim e grandeza quando em definitivo reinar no nosso coração de forma incondicional, vencidos os reinos deste mundo. Para ser Rei e Senhor de todo o nosso ser.

Pe. Tarcízio Morais, sdb

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

UM CONVITE AOS JOVENS

Que é também uma proposta a anunciar na alegria o Deus que veio e que vem. Contrariamente ao prazer que tende a centrar-se em nós próprios, a alegria vive-se na partilha e não pode guardar-se egoisticamente. Na sua plenitude a alegria é dom de Deus àquele que vive no amor(...)
A Mensagem 399


Vem, vamos embora que esperar não é saber. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Vocação Missionária

Ainda ressoam no nosso coração os ecos do Outubro Missionário, em que vivemos o ponto mais alto no passado dia 28, na Capela de S. Martinho, encerrando este tempo em Vigília, com Exposição, Adoração e Bênção do Santíssimo Sacramento.

Bendito Seja Deus.

Bendito o Seu santo Nome.
Bendito Jesus Cristo, Verdadeiro Deus e
Verdadeiro Homem.
Bendito a Nome de Jesus.
Bendito o Seu sacratíssimo Coração.
Bendito a Seu preciosíssimo Sangue.
Bendito Jesus no Santíssimo Sacramento do altar.
Bendito o Espírito Santo Paráclito.
Bendito a Excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima,
Bendito a sua Santa e Imaculada Conceição.
Bendita a sua gloriosa Assunção.
Bendito o nome de Maria, Virgem Mãe.
Bendito S. José, seu castíssimo esposo.
Bendito Deus, nos seus Anjos e nos seus Santos.

No final escutamos os belíssimos testemunhos de dois missionários da SMBN, por coincidência com mesmo nome - Francisco - que nos transmitiram a alegria de ser Missionário em qualquer parte do mundo.

O primeiro testemunho: foi dado pelo Rev. Pe. Francisco Maior Sequeira, que na jovialidade dos seus 54 anos de sacerdócio, nos falou da sua vocação e de como os pais o ajudaram a discernir e a prosseguir essa caminhada. Falou depois da sua missão em Moçambique e Brasil, e na alegria de ser formador de padres e catequistas, mas a missão maior e sem dúvida a mais gratificante foi a de levar o Evangelho onde nunca tinha chegado, dizendo que: “apesar das dificuldades os missionários têm conseguido dar um bom testemunho e essa é a maior felicidade”. Fez ainda questão de lembrar a todos os pais, que como cristãos, não podem encarar a vocação de ser sacerdote, boa… “ mas para os filhos dos outros”! Devem por isso encorajar os filhos a descobrir que: “ser padre é estar ao serviço de Deus, é estar livre e ser generoso”. A terminar o Pe. Francisco exortou todos os presentes a serem missionários porque: “essa é a condição de sermos Baptizados, Crismados e sermos Igreja”!
O segundo testemunho: do Rev. Pe. Francisco de Jesus, muito mais jovem, Ordenado Sacerdote em 2007, na Sé do Porto, que com os acordes da sua viola e a bonita voz que Deus lhe deu, levou, a que os fiéis o acompanhassem com muita alegria em todos os cânticos da Celebração. O Pe. Francisco de Jesus, recordou que após a morte do pai, levado pela tristeza e angústia de uma perda tão imensa, não se revoltou, mas questionou: “O que é a vida? Para quê viver? Faz sentido a vida como a vivo”? Foi a partir destas interrogações e, apesar de algumas vezes ter dito na escola que não seria padre, que as dúvidas foram sendo cada vez mais. O Pe. Francisco, realçou o importante papel de sua mãe, na descoberta e afirmação da sua vocação e de várias pessoas que lhe foram indicando o caminho e apoiando a sua decisão. Hoje, na alegria de ser missionário, lembra: que a maior lição, lhe foi dada pela vivência verdadeiramente cristã de comunidades que nada têm mas que tudo partilham com alegria e fraternidade.



Em primeiro lugar, ser missionário é ser enviado. O missionário é enviado por alguém e em nome de alguém, pois ninguém se envia a si próprio. Jesus Cristo foi o primeiro enviado em missão. Enviado pelo Pai para ser a luz do mundo, veio não para condenar o mundo mas para o salvar (Jo 12, 47)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Á DESCOBERTA DE VOCAÇÕES

VI Fórum Nacional das Vocações
juntou responsáveis e especialistas em Fátima

Subordinado ao tema «Ide e Anunciai o Evangelho da Vocação», este Fórum realizou-se, em Fátima, de 30 a 31 de Outubro. Isabel Azevedo, Secretariado da Catequese do Porto alertou para a necessidade do “olhar multifocal” na catequese. Em relação ao catequista, a oradora pede-lhes que “sejam mediadores de relações humanas” e que transmitam “uma narrativa do amor de Deus”.
A finalidade da catequese “é colocar as pessoas em comunhão com Jesus Cristo e orientar para a vida na fé”. Para concretizar esta missão, Isabel Azevedo realça que este deve “ter formação específica para o seu ministério”. Se tal não acontecer, a catequese pode ficar aquém das expectativas”.

sábado, 31 de outubro de 2009

SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS - 1 de Novembro


«Os Santos, tendo atingido pela multiforme graça de Deus a perfeição e alcançado a salvação eterna, cantam hoje a Deus no Céu, o louvor perfeito e intercedem por nós.A Igreja proclama o mistério pascal, realizado na paixão e glorificação deles com Cristo, propõe aos fiéis os seus exemplos, que conduzem os homens ao Pai por Cristo; e implora, pelos seus méritos, as bênçãos de Deus.Segundo a sua tradição, a Igreja venera os Santos e as suas relíquias autênticas, bem como as suas imagens. É que as festas dos Santos proclamam as grandes obras de Cristo nos Seus servos e oferecem aos fiéis os bons exemplos a imitar» (Constituição Litúrgica, n.º 104 e 111).

Secretariado Nacional da Liturgia

 COMEMORAÇÃO DE TODOS OS FIÉIS DEFUNTOS
  2 de Novembro
Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!"
Mário Quinta
(FD 693)