sábado, 7 de maio de 2016

PAPA RECEBEU PRÉMIO CARLOS MAGNO

«Sonho uma Europa onde ser migrante não seja crime», afirmou hoje o papa, no Vaticano, por ocasião do prémio Carlos Magno, que desde 1950 é atribuído por uma associação sediada na cidade alemã de Aaschen a personalidades que se distinguiram em favor da unidade e da paz no Velho Continente.
A paz «será duradoura» se as crianças e jovens tiverem ao seu alcance «as armas do diálogo», com as quais se trava «a boa batalha do encontro e da negociação». Essa educação deve inclusive ser incluída nos planos curriculares, de modo a «inculcar nas novas gerações uma maneira de resolver os conflitos diferente» daquela a que estão a ser habituadas.

Sem comentários: