terça-feira, 4 de junho de 2019

CONTINUAÇÃO DA VISITA PASTORAL À NOSSA PARÓQUIA

ENCONTRO COM 6º, 7º, E 8º ANOS DE CATEQUESE
No sábado, 1 de Junho, o primeiro encontro da tarde do Sr. Bispo teve início na Capela de S. Martinho, com os pré-adolescentes do 6º ano e os adolescentes do 7º e 8º anos de catequese.
Antes da chegada do Sr. Bispo foi feita uma pequena síntese sobre a sua vida, para relembrar os catequizandos e dar a conhecer também aos pais quem é D. Armando.
O Sr. Bispo chegou a curiosidade de alguns aguçou, que não resistiram a olhar para trás, e constatar que, na verdade, D. Armando é uma pessoa muito simples.
Saudado o Pastor, e juntos na casa de Deus, iniciou-se o encontro com a Oração de S. Francisco, seguindo-se o Pai-nosso.
D. Armando dirigiu então as primeiras palavras a esta assembleia de pré-adolescentes, e adolescentes pedindo que se levantasse cada um dos anos que aqui se encontrava.
E, escusado será dizer que alguns ficaram um bocadinho surpreendidos por o Sr. Bispo querer assim conhece-los, e olhar bem perto para cada um deles.
As catequistas fizeram então uma pequena apresentação de cada um dos anos, falando dos símbolos que tinham escolhido para os representar que, curiosamente, o principal foi a CRUZ, e o 8º ano ofereceu como lembrança ao Sr. Bispo.
Para além da descrição do ano, com os objectivos traçados e celebrações realizadas, foi também referida a amizade que estabelece nos grupos e o desejo de continuarem a caminhada próximo ano, com graça de Deus e ancorados na oração.
Depois de escutar os catequistas o Sr. Bispo teceu algumas considerações sobre o que foi dito, mas lembrou que esta caminhada é um encontro com Jesus, é Ele que tem de estar sempre presente na nossa vida, e, por isso, esperava que a catequese não tivesse férias, e se encontrasse em COMUNIDADE, na EUCARISTIA, a cada domingo!
No tempo dedicado à pergunta e diálogo com o Sr. Bispo, depois de algum "compasso" de espera até surgir a primeira pergunta, depois, catequistas, catequizandos e pais "atreveram-se" e seguiu-se uma sessão bem animada... Para além de alguma perguntas pessoais, importa destacar que a maior preocupação de catequistas e pais foi saber como se podem transmitir melhor - e para ficar - os valores da fé. 
Na resposta, D. Armando disse não haver fórmulas mas uma caminho... CAMINHAR com os filhos, com os catequizandos e REZAR com eles. Um bom começo é que em cada casa haja um local onde esteja um pequeno santuário, e todos os dias cada um se recolha por alguns minutos a rezar, passando depois a fazer com que toda a família ali reúna e reze. Recordou então já ter dito que a catequese não tem férias... pois devem encontra-se na Eucaristia, na Palavra e no Pão. 
E, porque o amor foi uma palavra dita muitas vezes dita neste encontro, como cristãos unidos no amor de Deus, em véspera da Ascensão de Jesus ao Céu, com o Sr. Bispo invocamos a sua intercessão e rezamos  por todos nós aqui presentes e pelos homens e mulheres do mundo inteiro.
Pedimos ainda:
Espírito Santo, Amor do Pai e do Filho, inspirai-me sempre o que devo pensar. O que devo dizer. Como devo dizê-lo. O que devo calar. O que devo escrever. Como devo agir. O que devo fazer. Para obter a Vossa glória, O bem do mundo E minha própria santificação. Ámen 
Agradecemos ao Sr. Bispo a sua presença junto de nós, que simpaticamente a todos convidou para que não deixassem de o visitar quando fossem à Sé, ou combinar com ele essa visita. O encontro terminou com o cântico: "Nossa Senhora do Sim" e a bênção do Sr. Bispo. 

Sem comentários: