quinta-feira, 10 de outubro de 2019

QUINTA-FEIRA DA SEMANA XXVII DO TEMPO COMUM

EVANGELHO: LC 11, 5-13
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Se algum de vós tiver um amigo, poderá ter de ir a sua casa à meia-noite, para lhe dizer: ‘Amigo, empresta-me três pães, porque chegou de viagem um dos meus amigos e não tenho nada para lhe dar’. Ele poderá responder lá de dentro: ‘Não me incomodes; a porta está fechada, eu e os meus filhos já nos deitámos; não posso levantar-me para te dar os pães’. Eu vos digo: Se ele não se levantar por ser amigo, ao menos, por causa da sua insistência, levantar-se-á para lhe dar tudo aquilo de que precisa. Também vos digo: Pedi e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis; batei à porta e abrir-se-vos-á. Porque quem pede recebe; quem procura encontra, e a quem bate à porta, abrir-se-á. Se um de vós for pai e um filho lhe pedir peixe, em vez de peixe dar-lhe-á uma serpente? E se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á um escorpião? Se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que Lho pedem!».

Rezar a Palavra
Põe a mesa na minha vida, Senhor. Que haja sempre pão dos fortes e vinho da alegria na minha mesa, para que não se sentem comigo a tristeza e o desânimo, mas esteja sempre disposto a partilhar com todos os que, de noite, me visitam. Que o teu pão reforce a minha confiança e a dos que de noite se vêm sem ninguém por quem chamar e sem porta onde bater.

Compromisso
Vou procurar o alimento da oração que me é dado em abundância por Jesus e reparti-lo pelos irmãos.

https://aliturgia.com/quinta-feira-da-semana-xxvii-do-tempo-comum-5/

Sem comentários: